Essenciais
Estude no exterior : Acomodação

Moradia no exterior – Qual é a melhor opção para você?

A sua acomodação influenciará o sucesso da sua experiência de estudos no exterior; saiba qual é a melhor opção para você

Moradia no exterior – Qual é a melhor opção para você?
10718

Ao preparar-se para o primeiro semestre de estudos no exterior, talvez o estudante não dê a atenção necessária ao que diz respeito à moradia, ocupando-se com outras preocupações como a passagem, a viagem, a nova cultura, os preparativos, a bagagem, o curso...  Mas acomodação é um fator que pode afetar a experiência estudantil, como também pode ser um dos aspectos mais gratificantes se for dada a ele a atenção que merece. Uma das razões principais da negligência dos estudantes em considerar todas as opções de moradias é, simplesmente, a falta de conhecimento sobre as alternativas disponíveis além do campus e dos apartamentos oferecidos pela universidade.

 

Normalmente, no exterior, o estudante pode escolher entre três opções básicas de moradia: os prédios residenciais da universidade, homestay (residência familiar), ou apartamentos alugados. Cada uma destas opções proporciona experiências diferentes aos estudantes, por isso, deveriam ser analisadas antes de decidir-se pela sua moradia.

 

Dormitórios acadêmicos

 

Os dormitórios acadêmicos, nos quais você divide um quarto com um roommate da mesma universidade, são mais comuns nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. Morar em um dormitório no exterior pode proporcionar um estilo de vida confortável para os estudantes que estão acostumados com a liberdade de ir e vir quando bem entender, ficar acordado até tarde, e ter amigos em casa o tempo todo. Mas também podem apresentar alguns empecilhos, como morar com um roommate desagradável (já que são as universidades que escolhem os seus companheiros de quarto), ter vizinhos barulhentos, e acabar adquirindo maus hábitos como faltar às aulas, comer mal e dormir pouco - o que afetará negativamente a sua experiência acadêmica.

 

Esta opção, no entanto, é a mais fácil de ser arranjada, pois, normalmente, são oferecidas pelas universidades e elas se responsabilizam em dividir os estudantes do primeiro ano em seus prédios residenciais, que são dentro ou muito próximos ao campus. O seu papel é apenas pagar as taxas de moradia impostas pela instituição.

 

Homestay

 

Se a sua intenção for uma imersão completa na cultura do país, a melhor opção é viver na casa de uma família nativa. As famílias locais que recebem e hospedam estudantes internacionais têm o nome de host family e este tipo de moradia no exterior chama-se homestay. Ficar em residências familiares é a forma de vivenciar de primeira mão a vida diária no país: provar a culinária local homemade, ter host siblings (os filhos dos host parents) e, muitas vezes, um quarto só para você, criando um ambiente confortável e familiar, o que pode amenizar a saudade de casa (homesickness).

 

As host families estão acostumadas a receber estudantes estrangeiros, desta forma saberão fazê-lo sentir-se em casa, passando rápido o desconforto de morar na casa de desconhecidos. Além disso, o ambiente homestay tem uma influência muito grande na prática diária do idioma. Entretanto, esta opção de moradia pode incomodar um pouco quem está acostumado com total liberdade e tem que se ajustar aos horários e regras da nova casa.

 

Aluguel de apartamentos e couch surfing

 

Um meio termo entre dormitórios universitários e homestay são os apartamentos alugados, opção chamativa para estudantes à procura de moradias que os desliguem um pouco do ambiente universitário e ofereçam mais liberdade. Você pode optar por alugar um apartamento sozinho, ou dividi-lo com um roommate; alugar um lugar mobiliado ou comprar suas próprias mobílias.

 

Para encontrar apartamentos – e homestays -, a melhor forma é procurar referências em sites universitários, pesquisar em páginas como o CraigList, e conseguir contatos e pedir informações para estudantes da sua universidade internacional. Você pode optar, também, por se decidir somente quando chegar ao país de destino, por algumas razões: poder visitar as suas opções e conversar com os possíveis roommates pessoalmente, conhecer a vizinhança antes de mudar-se, etc. Para isso, existe o couchsurfing. São pessoas que disponibilizam suas casas para receber estudantes ou turistas de graça por pequeno período de tempo. Assim, você tem onde ficar até encontrar o seu apartamento ou sua host family. Pesquise em sites como o Couchsurfing Brasil.

 

Encontre o seu curso no exterior!

 

Ainda não encontrou o seu curso? Então faça o download gratuito dos catálogos das universidades. Neles você irá encontrar todas as informações importantes relacionadas à instituição, aos cursos oferecidos e, inclusive, moradias universitárias. Você pode também entrar em contato direito com a universidade pelo nosso site e sanar qualquer dúvida.

 

Fonte: USA Today College

Tradução e adaptação por Brenda Bellani

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Moradia no exterior – Qual é a melhor opção para você?

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...