Essenciais
Estude no exterior : Antes de partir

ENEM: bom resultado pode aumentar suas chances de admissão no exterior

685

 

Você sabia que a sua nota no ENEM, o Exame Nacional do Ensino Médio, pode aumentar as suas chances de ser admitido em uma universidade estrangeira? O seu desempenho escolar é refletido na sua nota no exame. E as instituições internacionais levam em consideração as suas notas do ensino médio. Portanto, estudantes com as melhores notas escolares têm vantagens na hora da decisão pelas vagas universitárias no exterior.

 

O ENEM é o exame que avalia os conhecimentos adquiridos durante o ensino médio e faz parte do processo seletivo de inúmeras universidades brasileiras, públicas e particulares. No entanto, com a criação do programa Ciência sem Fronteiras, o resultado do ENEM passará a ser um dos critérios para a seleção de estudantes que receberão as bolsas de estudo em universidades de países como Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Suécia e vários outros.

 

Além de estar matriculado em um curso de ensino superior brasileiro e de possuir bom desempenho acadêmico, o candidato às bolsas de estudo do Ciência sem Fronteiras precisa ter conquistado resultado mínimo de 600 pontos no ENEM.

 

Se o seu interesse for especificamente por uma bolsa de estudos na Inglaterra: o governo brasileiro fechou parceria com o British Council, que irá subsidiar 2 mil testes do IELTS, de proficiência em inglês, para estudantes de baixa renda. As suas chances de conseguir realizar o exame (que custa R$ 440) gratuitamente também dependem do seu resultado do ENEM. Leia nota oficial no site do Ciência sem Fronteiras.

 

Por isso, fique atento às datas de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio que deverão começar no fim de maio ou no início de junho e capriche na prova!

 

Leia mais...

Conheça o teste IELTS

Diferença entre bolsa de estudo integral e parcial

Pesquise por cursos

Selecione país
Por Nível de Ensino*
SOBRE O AUTOR

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.