Essenciais
Estude no exterior : Perspectivas profissionais

40 mudanças que farão o seu currículo ser notado

Como deixar o seu currículo mais organizado, funcional e atraente, para ajudar a destacá-lo dentre os demais

40 mudanças que farão o seu currículo ser notado
2585

Chega sempre um momento em que o seu currículo precisa de uma revisão. Reservar um tempo para remodelar e enxugar o CV é muito válido, principalmente se você estiver se preparando para procurar um emprego. E mesmo que já esteja empregado, é sempre bom dar uma revisada no currículo, ao menos uma vez ao ano.

 

O site USA Today College listou várias dicas de como modificar o seu CV e fazer com que ele se destaque dentre os demais. E não se preocupe se você não tiver o tempo necessário para fazer uma super revisão. Há coisas que você pode fazer com apenas dois minutinhos. Veja a seguir!

 

Mudanças em 2 MINUTOS

 

1. Mude a fonte do seu currículo para Helvetica, Arial ou Times New Roman (apesar de ultimamente ter surgido uma discussão sobre esta última fonte em currículos, leia aqui). Em outras palavras, certifique-se de que a fonte não seja difícil de ler.

 

2. Não anexe cartas de referência – faça isso apenas se for solicitado pela empresa.

 

3. Exclua os seus objetivos profissionais. Aquele clichê “Eu sou um profissional dedicado, interessado em trabalhar no setor [preencha aqui]”. Isto tudo é óbvio, afinal você já está se candidatando a uma vaga no setor.

 

4. Verifique a ortografia (muito importante!) e corrija erros eventuais.

 

5. Salve o seu currículo como PDF. Assim a formatação não corre o risco de ser bagunçada quando o arquivo for aberto em outro computador.

 

6. Mudo o nome do arquivo para “[NOME] [SOBRENOME] Currículo”. Fica mais fácil de identificar quem o enviou e ajuda a evitar que o seu currículo se perca na multidão.

 

7. Remova o seu endereço. Porque se você não for da região, pode ser que os recrutadores já o eliminem sem ler o resto.

 

8. No lugar do endereço, acrescente um link para o seu perfil no LinkedIn e de outras redes sociais relevantes (Twitter, Instagram ou Flickr se você usá-los de forma profissional ou se estiver se candidatando a vagas relacionadas à mídia ou à criatividade).

 

9. Crie uma URL customizada para o seu perfil público no LinkedIn usando apenas /seunome (ou alguma variação mais simples se o seu username já estiver tomado). Aprenda a fazer isto aqui.

 

10. Certifique-se de que todos os hiperlinks no seu currículo estejam funcionando direitinho – email, LinkedIn, outros perfis nas redes, site pessoal, etc.

 

11. Se você já se formou há mais de três anos, evite incluir a data de sua graduação. O mais importante para os recrutadores é saber se você tem um diploma acadêmico.

 

12. Coloque a parte sobre educação depois da parte sobre experiências. A não ser que você tenha se graduado recentemente, provavelmente as informações sobre os seus dois últimos empregos são mais relevantes.

 

13. Para facilitar a leitura, aumente o espaço entre as linhas (no Word, vá a Layout da Página – Parágrafo – Espaçamento).

 

Mudanças em 5 MINUTOS

 

1. Exclua qualquer referência ao ensino médio, a não ser que: você acabou de se formar no colegial; precisa fazer volume no currículo; ou tenha feito algo de extraordinário no ensino médio que seja relevante ser mencionado.

 

2.  Atualize a seção de “habilidades”. Adicione novas habilidades adquiridas e remova qualquer uma que esteja desatualizada (ninguém precisa saber que você sabe usar o Microsoft Word porque isso já é uma exigência geral).

 

3. Verifique a consistência da formatação no documento. A mesma fonte, o mesmo tamanho, a mesma cor, o mesmo espaçamento.

 

4. Se você tem várias habilidades relacionadas a uma função – por exemplo, fluência em uma língua estrangeira, softwares e liderança -, prefira dividi-las em seções como “Habilidades com Softwares” e “Fluência em Línguas Estrangeiras”.

 

5. Encontre acrônimos no currículo e escreva o nome de cada um deles de forma completa pelo menos uma vez (título, certificação, organização, universidade ou diploma).

 

6. A não ser que você seja um designer e tenha um currículo super criativo e bem feito, remova fotos e qualquer elemento visual. Fica bem mais clean.

 

7. Se você tiver intervalos de alguns meses entre empregos, troque as datas de início e término de cada posição para apenas anos (por exemplo, 2011 – 2012).

 

8. Troque adjetivos genéricos e clichês (como experiente e perfeccionista) por uma linguagem mais forte e marcante que descreva os seus pontos fortes de maneira mais original.

 

9. Trabalhou em várias funções dentro da mesma organização? Aprenda como listá-las corretamente no currículo.

 

10. Como regra geral, você deve informar apenas os últimos 10 – 15 anos de seu histórico profissional e incluir só as experiência relevantes à posição específica a qual você estiver se inscrevendo.

 

11. Revise linha a linha e anote todas as “palavras órfãs” (aquelas palavras isoladas à esquerda na linha). Veja se há a possibilidade de editar a linha acima para eliminá-la da linha de baixo. Parece pouco (e é), mas faz o seu currículo aparentar mais clean e bem editado.

 

12. Divida as seções com linhas de lado a lado, separando a página. Isso deixa o seu currículo visualmente mais organizado e fácil de consultar.

 

13. Escreva todos os números no formato numérico (30% ou invés de “trinta por cento”, por exemplo) para que fiquem mais visíveis.

 

14. Leia o seu currículo em voz alta. Isto não só ajudará a notar erros como também perceber sentenças que estejam soando estranhas ou difíceis de compreender.

 

Mudanças em 10-15 MINUTOS

 

1. Preste muita atenção à primeira metade da primeira folha do seu currículo. Esta parte vai ser a primeira coisa que o recrutador vai ver quando abri-lo. Ou seja, será a primeira impressão que ele terá de você.

 

2. Certifique-se de ter no máximo seis ou sete tópicos para cada posição. Mesmo que você tivesse mais funções no trabalho, o recrutador não lerá todas elas se a seção estiver muito longa. Por isso, priorize as mais importantes e que sejam relacionadas à vaga que você estiver concorrendo.

 

3. Mostre o seu currículo para alguém com quem você não tem muito contato e peça para que o leia por 30 segundos. E então pergunte: Quais são as três coisas que mais te chamaram a atenção? Este feedback lhe ajudará a modelá-lo para atender melhor aos seus objetivos.

 

4. Outra ideia muito interessante é colocar o seu currículo em um “gerador de nuvens de tag” e ver quais palavras mais se destacam. Estas serão as que mais chamarão a atenção do recrutador. Você está satisfeito com elas? Se não, revise e altere o currículo.

 

5. Acrescente mais números ao seu currículo. Quantas pessoas foram impactadas pelo seu trabalho? Por qual porcentagem você excedeu a sua meta? (Tudo bem usar estimativas, desde que você tenha como comprová-las.)

 

6. Considere acrescentar uma seção de qualificações. Ela deverá ter até seis linhas ou tópicos com apenas o que você tiver de melhor nos quesitos habilidades, conquistas e experiências importantes.

 

7. Melhore o cabeçalho do seu currículo para ficar mais chamativo. Veja este exemplo. Ele pode acabar virando a sua “marca”.

 

8. Se você acha que precisa preencher mais o seu currículo, nada o impede de acrescentar experiências não-remuneradas, trabalhos voluntários, blogs ou trabalhos como freelancer que você já tenha feito.

 

9. O seu currículo tem de aparentar ser interessante e relevante para qualquer pessoa que analisá-lo pela primeira vez, seja um assistente, recrutador, estagiário ou um executivo de alto nível.

 

10. Verifique se todas as informações inseridas no currículo estão atualizadas: um artigo que você tenha publicado, novas habilidades adquiridas, prêmios recebidos.

 

11. Atualize o seu perfil no LinkedIn de acordo com as informações inseridas no currículo.

 

12. Peça (educadamente) para dar uma olhadinha no currículo de amigos e contatos profissionais para se inspirar.

 

13. Inscreva-se! Com o currículo remodelado e atualizado, é hora de enviá-lo para se candidatar a vagas de seu interesse.

 

Aprenda como escrever uma cover letter, o email que acompanha o seu currículo.

 

Fonte: USA Today College

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

40 mudanças que farão o seu currículo ser notado

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...