Essenciais
Estude no exterior : Últimas notícias

Use as suas experiências de estudo no exterior a seu favor

843

 

Estudar no exterior vai destacá-lo no mercado de trabalho. Isto é uma verdade. No entanto, você precisa saber articular o que adquiriu com a experiência. Muitas coisas que os estudantes viveram em outro país – como a imersão em uma língua diferente e a compreensão do transporte público local – podem ser transformadas em habilidades valorizadas por empregadores. Mas é preciso saber como demonstrá-las.

 

O site do USA Today College, dedicado a assuntos universitários, entrevistou profissionais acadêmicos americanos da área de desenvolvimento de carreiras que explicaram atitudes que os estudantes com experiência em outro país devem adotar para usar estas qualidades a seu favor:

 

Pense como um chefe

 

O primeiro passo é pensar o que os empregadores procuram. Um dos itens mais esperados em um candidato a vagas de inúmeras áreas é a habilidade de comunicação verbal, o que já dá vantagem aqueles que estudaram fora. As ferramentas necessárias para se inserir em uma cultura desconhecida são qualidades de excelentes comunicadores.

 

A experiência pode ser mais apreciada por algumas empresas do que outras. Multinacionais, por exemplo, irão valorizar a fluência em uma segunda língua e a disponibilidade para viagens, uma vez que estas companhias mantêm laços permanentes com a matriz ou filiais no exterior. E é claro que se a sua experiência foi baseada em uma rotina academicamente rigorosa e ligada ao aperfeiçoamento de suas aspirações profissionais você terá maiores chances de impressionar empregadores.

 

Refaça o seu currículo

 

Tendo consciência do valor que os estudos no exterior lhe agregaram, o segundo passo é traduzi-lo para o seu currículo. Insira a duração e o local do intercâmbio, e principalmente as suas conquistas acadêmicas – incluindo endereço e informações sobre a universidade/escola cursada. Não se esqueça de mencionar a proficiência no idioma adquirida pela vivência no exterior. Não minta sobre o nível de fluência, é bem possível que seja preciso passar por algum tipo de teste para provar a desenvoltura na língua. Trabalhos voluntários e estágios no exterior são extremamente valorizados.

 

Lembre-se de que a ordem e o formato do currículo são flexíveis, portanto você pode organizá-lo de forma a ressaltar os seus pontos fortes.

 

Prepare-se para as entrevistas de emprego

 

Uma vez mencionada a experiência de estudo no exterior durante uma entrevista de emprego, esteja preparado para responder questões sobre o país que você morou, a região, a universidade, a economia local, etc. Perguntas deste tipo podem ser apenas para sanar a curiosidade dos empregadores, mas também podem demonstrar o quanto levou a sério a vivência fora do país. Empregadores também farão perguntas bastante específicas, como “Por que se decidiu por estudar no exterior? O que você aprendeu por lá? Por que você foi para determinado país?”. Mas este questionário tem um ponto positivo: as suas respostas podem ser usadas para destacar suas novas habilidades interculturais. Treine-as antes da entrevista.

 

No geral, tente usar as qualidades adquiridas no exterior como uma forma de demonstrar confiança no seu potencial. Experiências internacionais só tem a ajudar nas suas conquistas profissionais.

 

Fonte: USA TODAY College

 

Leia mais...

Leia a matéria completa do USA Today.

Brasil pode receber sede de famosa instituição americana.

Pesquise por cursos

Selecione país
Por Nível de Ensino*
SOBRE O AUTOR

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.