Essenciais
Estude no exterior : Últimas notícias

Top 100 Under 50: Times Higher Education lança novo ranking universitário

A THE 100 Under 50 mostra quais países estão conseguindo disputar com os Estados Unidos e o Reino Unido o título de potências educacionais de ensino superior e fornece uma visão única de possíveis futuros rivais de Harvard e Cambridge (líderes

1002

 

A revista Times Higher Education (THE) publica hoje o seu mais novo ranking internacional, o Top 100 Under 50. Trata-se de uma lista anual das 100 melhores universidades com menos de 50 anos de existência. Esta publicação é adicional ao seu famoso e influente World University Rankings, classificação das 100 melhores universidades do mundo. A THE 100 Under  50 mostra quais países estão conseguindo disputar com os Estados Unidos e o Reino Unido o título de potências educacionais de ensino superior e fornece uma visão única de possíveis futuros rivais de Harvard e Cambridge (líderes universitários).

 

No total, 30 países e regiões estão representados no top 100. Esta primeira versão do THE 100 Under 50 é liderada por Pohang University of Science and Technology, da Coréia do Sul, que, com apenas 26 anos, progrediu surpreendentemente, com a ajuda de investimentos particulares e forte apoio do governo.

 

Veja a lista dos 10 primeiros colocados:

 

1º lugar – Pohang University of Science and Technology (Coréia do Sul)

2º lugar – Ecole Polytechnique Fédérale de Lausanne (Suíça)

3º lugar – Hong Kong University of Science and Technology (China)

4º lugar – The University of California, Irvine (EUA)

5º lugar – Korea Advanced Institute of Science and Technology (Coréia do Sul)

6º lugar – Université Pierre et Marie Curie (França)

7º lugar – University of California, Santa Cruz (EUA)

8º lugar – University of York (Reino Unido)

9º lugar – Lancaster University (Reino Unido)

10º lugar - University of East Anglia (Reino Unido)

 

Apesar de não ter alcançado nenhuma das cinco melhores posições entre as “under 50”, a Inglaterra é a que mais tem instituições no THE 100 Under 50 do que qualquer outro país, ultrapassando o número de 20 representantes, incluindo a University of Warwick e a Brunel University. No entanto, o resultado mais surpreendente no ranking foi o da Austrália, representada por 14 universidades, entre elas a Macquarie University, a Queensland University of Technology e a University of South Australia. “Esta lista das 100 melhores universidades com idade inferior a 50 anos é uma incrível notícia para a Austrália”, diz Phil Baty, editor da Times Higher Education Rankings. “Apenas o Reino Unido tem mais representantes no top 100 do que a Austrália, superando Estados Unidos, França, Alemanha e Canadá, entre outros países. As universidades mais antigas australianas já aparecem em boas posições em tradicionais rankings mundiais, portanto esta nova lista é um sinal real da força do sistema educacional da Austrália.”

 

A Ásia também conquistou um bom desempenho no ranking, refletindo o comprometimento dos últimos anos em investir e apoiar o ensino superior. Entre as universidades asiáticas no top 100, aparecem a Universiti Kebangsaan Malaysia, da Malásia, e Nanyang Technological University, da Singapura.

 

Rápido crescimento em pouco tempo

 

Segundo o editor da THE Rankings, Phil Baty, “esta inovadora lista mundial de instituições “under 50” serve como um aviso claro às tradicionais elites americanas e britânicas de ensino superior e pesquisa acadêmica de que novas potências educacionais estão crescendo rapidamente. [...] Com investimentos, inovações, visão estratégica e muito talento, algumas instituições conseguiram conquistar, em poucos anos, o que as tradicionais potências universitárias desenvolveram por muitas gerações”.

 

A THE 100 Under 50 é parte do portfólio do sistema de rankings universitários estabelecido pela Times Higher Education, reconhecido como o mais respeitado e influente provedor de informações comparativas do desempenho acadêmico mundial. A lista 100 Under 50 tem como base os mesmos critérios rigorosos e abrangentes usados para avaliar as universidades presentes no THE World University Ranking: 13 fatores que analisam todos os pontos essenciais no desempenho de uma instituição acadêmica – nas áreas de ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e internacionalização. No entanto, para melhor refletir o perfil destas jovens universidades, estes 13 fatores foram cuidadosamente avaliados por especialistas.

 

Fonte: Times Higher Education 2012

 

 

 

Pesquise por cursos

Selecione país
Por Nível de Ensino*
SOBRE O AUTOR

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.