Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

Complementando o enriquecimento cultural no exterior

Viajar pelo mundo: estudar no exterior lhe permite conhecer as mais famosas cidades, atrações e cultura dos Estados Unidos, Inglaterra, Austrália e Nova Zelândia.

Viajar e conhecer outras culturas
1337

Todo estudante que se aventura a complementar os estudos no exterior deve aproveitar para enriquecer seus conhecimentos culturais; e uma maneira simples e prazerosa é conhecer as principais cidades, os pontos turísticos e lugares históricos do país que o abrigou nesta temporada. 

Nos Estados Unidos, por exemplo, a vida do turista é mais fácil – seja pela quantia de aeroportos e de destinos ou pelos preços bem mais acessíveis - e as opções de lazer e atividades são muito amplas, por isto que a maioria dos americanos passa anos viajando dentro de seu próprio território, e apenas um número razoável de americanos possui passaporte internacional. Aproveite para conhecê-lo por completo. Comece por Nova York, a capital do mundo, que abriga os melhores restaurantes e hotéis do mundo segundo pesquisas, mas com relação aos valores de hospedagem é uma das cidades com custos mais altos. 
 
Abuse das linhas do metrô, sempre práticas e perto das melhores atrações, evitando os táxis para não correr o risco de ficar preso no famoso trânsito local. Opções de compras são inúmeras, desde brinquedos, roupas, eletrônicos e principalmente livros raros. 
 
Na Costa Oeste, não deixe de conhecer San Francisco, a capital dos geeks, gays e hippies, também conhecida como cidade do cinema e do glamour. Em Los Angeles, está o ponto de partida para conhecer alguns dos mais espetaculares parques nacionais  do mundo com  Sequóias gigantescas, visitar os abismos dos Grand Canyon (apenas algumas horas da cidade) e o sonho de todo montanhista, a Yosemite. 
                                               
Se você curte jogos e aprecia um espetáculo musical deve aproveitar ao máximo Las Vegas, a cidade dos excessos, dos jogos e de shows com produções impecáveis. Voltando para a Costa Leste, em Miami, você não pode deixar de se aventurar nos delirantes parques da cidade visinha Orlando e apreciar uma partida de basquete do time que tem o tão merecido título de ‘Magic’. Outra apreciada atração turística em Miami é a praia de South Beach, onde você pode encontrar badalação e gente bonita (menos a cervejinha, porque bebidas alcoólicas são expressamente proibidas nas praias americanas). Estas são as principais cidades, mas ainda há muito pra se conhecer nos states, sem deixar de lado a imponente capital Washington D.C., onde se encontram alguns dos melhores museus do planeta, entre eles o Smithsonian e o museu da National Geographic Society.  As maiores cidades dos EUA são beneficiadas por modernos aeroportos e por transportes públicos com linhas e conexões aos centros de suas cidades. As auto-estradas são muito bem mantidas (e muitas vezes cênicas), isto é uma boa alternativa para passeios, seja em ônibus, carro alugado ou motocicletas.
 
Já o Reino Unido, em função de seu rico passado e do bom desenvolvimento sócio-econômico, se destaca por inúmeras opções turísticas voltadas, principalmente, para a arte, história e cultura. Seu território possui locais que atendem ao gosto de diversos tipos de turistas. As opções incluem teatros, parques, monumentos históricos, museus, galerias de arte, torres, paisagens naturais e grandiosos prédios de arquitetura antiga - dentre estes os mais procurados são o Castelo de Caerphilly  e o Castelo Dunluce. Você não pode deixar a Catedral de Glasgow e o Palácio de Buckingham fora do seu roteiro turístico na Inglaterra. Outras pontos históricos são os sítios arqueológicos, o desfiladeiro Creswell Crags, o Museu de Londres, a abadia de Westminster, a National Gallery, o Hyde Park, o  Museu de Cera Madame Tussaud, entre outros.
 
No Reino Unido há também excelentes parques para passar um dia de verão tranquilo e ainda chegar bem perto de animais selvagens; destes os mais procurados são o Parque Rural do Vale do Avon em Bristol; o Parque Rural Wellington em Berkshire,  no sudeste da Inglaterra, cidade que abriga uma das residências oficiais da  rainha do Reino Unido, o “ Castelo de Windsor, o maior e mais antigo castelo habitado do mundo. Já no lado escocês do Reino Unido, uma vez ao ano ocorre exposição anual de conjuntos militares de todo o mundo no castelo de Edimburgo; durante a ocasião, é comum encontrar pessoas fantasiadas, entre eles reis e rainhas, carcereiros e carrascos andando nas instalações do castelo. 
 
Quem optou pela Austrália precisa saber que as cidades australianas situam-se entre as melhores em termos de habitação, oferta cultural e qualidade de vida; além de ser considerado o segundo país com o maior índice de desenvolvimento humano do mundo. 
 
Com diversos parques para visitação, teatros, museus, galerias, construções históricas entre muitas atividades. Em Sidney há lugares muito interessantes de se visitar, como a Opera House, o Darling Harbour com aquários marinhos, shoppings e museus, e uma visita ao outro lado da baía incluindo o zoológico e a praia de Mainly; já em Cairns são imperdíveis a subida de teleférico até Kuranda, o passeio de trem pelo vale que é repleto de cachoeiras e a visita ao Daintree National Park, considerada a floresta com maior diversidade de plantas por metro quadrado no planeta. Não deixe de se deliciar com a beleza paradisíaca de Whitsundays, verdadeiro paraíso para os amantes de esportes náuticos, com ótima vida noturna e restaurantes. Bem no coração da Grande Barreira de Corais estão as 74 ilhas tropicais, nas águas quentes do Mar de Coral da Austrália. Em Whitsundays há restaurantes e hotéis em abundância para todos os bolsos dependendo da localização; se for na alta temporada, pode-se ter alguma dificuldade de encontrar as hospedagens mais baratas, problema facilmente evitado se você fizer reservas com antecedência.
 
turismo nova zelandia
 
Outro lugar promissor é a Nova Zelândia, país que figura em quinto lugar na lista dos países com maior índice de desenvolvimento humano. Auckland é a quinta melhor cidade para se viver em todo o planeta. 
 
É na Nova Zelândia que está uma das cidades mais eleitas entre estudantes estrangeiros, tanto para aprender inglês quanto para cursar faculdade: Christchurch é considerada a cidade mais inglesa além dos territórios da Inglaterra e foi eleita pelo Lonely Planet entre os dez melhores destinos em 2013.  O setor turístico da Nova Zelândia funciona de maneira fluída, normalmente sem transtornos ou contratempos; as opções são infinitas: parques, vulcões desativados, vinhedos, safáris, etc.
 
Viajar de carro pela Nova Zelândia é ótima opção, visto que as estradas estão em perfeitas condições - ou para quem preferir, pode optar por utilizar o Naked Bus (nakedbus.com), uma companhia de transporte econômico (em vans e ônibus) que interliga o país e vende passagens só pela internet. Os apreciadores da natureza podem optar por viajar de trem, os comboios panorâmicos atravessam regiões lindíssimas - não é a toa que Transalpine Express é considerado a viagem de trem mais bonita do mundo. E para os amantes dos esportes radicais, a Nova Zelândia figura como o melhor lugar do mundo para suas práticas.
 
Por Jucelaine Rodrigues Viegas - Editora em Viajar pelo Mundo

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Viajar e conhecer outras culturas

Senior Digital Marketing Executive

Dê uma olhada...