Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

Entrevista: estudante internacional na Espanha

Estudante chinesa conta sobre o mestrado de economia da saúde da Barcelona Graduate School of Economics.

1604

Conheça a experiência de Lian Zhang, estudante chinesa que concluiu o Mestrado de Economia e Política da Saúde pela Barcelona Graduate School of Economics, na Espanha, em 2012. Hoje, Zhang trabalha como especialista em economia da saúde para a Shanghai Centennial Scientific Co. Ltd., em Xangai. Na entrevista para o Hotcourses, ela conta sobre os estudos na Espanha e como o mestrado internacional a ajudou a se preparar para a sua carreira em economia.

Quais foras as suas inspirações para escolher a área de economia?

Quando eu estava na universidade, tive várias disciplinas seletivas de economia, como comércio internacional, finanças, e questões atuais da economia, que eu achei muito interessantes e úteis, e quis estender o meu conhecimento. Graças ao meu intercâmbio e meus estudos de trabalho social médico, a opção de estudar o mestrado em Economia com concentração em saúde me pareceu ideal.

Por que qualquer pessoa deveria saber sobre economia?

Eu acho que a economia é um tema fundamental e todos deveriam se importar sobre ele. Ou em outras palavras, a economia influencia a vida de todos consciente e inconscientemente. Ela nos ajuda a compreender a causa de recessões, as reformas na área da saúde, onde haverá bolhas no mercado imobiliário, etc. Algumas pessoas têm um interesse puro pelos mecanismos por trás destas histórias e acabam desenvolvendo uma carreira em pesquisa. Eu acho que, para a maioria, o objetivo de aprender economia é ter a habilidade de analisar e ter seus próprios insights sobre questões econômicas ou políticas; é também fazer planos financeiros pessoais, para ter uma vida melhor, com liberdade financeira; ou possivelmente apenas para ampliar as oportunidades profissionais.

De que forma o seu mestrado lhe preparou para conquistar o seu emprego atual? Quais aspectos dele foram importantes e que não eram disponíveis durante o seu bacharelado?

O meu treinamento durante o meu mestrado me ajudou a fazer importantes progressos no desenvolvimento de habilidades críticas necessárias para atender aos requisitos do mercado de trabalho na área de economistas da saúde. Como a economia da saúde tem sido um mercado bastante promissor atualmente, eu não tive problemas em encontrar o meu trabalho atual.

A experiência internacional durante o mestrado foi algo que eu não havia vivenciado com o meu bacharelado. Por exemplo, na minha sala de aula da Barcelona GSE, eu era a única estudante chinesa, e, devido à minha experiência internacional prévia limitada, eu precisei me esforçar bastante para superar os obstáculos da língua e da cultura para fazer novos amigos. Felizmente, meus colegas de classe foram muito simpáticos e me ajudaram. Após um ano em Barcelona, eu senti que o meu esforço havia sido extremamente recompensador para a minha vida e o meu trabalho.

Você sempre teve vontade de trabalhar em outro país?

Eu acho que eu sempre sonhei trabalhar em países no exterior. No entanto, eu apenas me senti verdadeiramente preparada para realizar este sonho após terminar os meus estudos em Barcelona. Mesmo assim, ainda existem desafios para dar início a uma carreira no exterior. Para mim, particularmente, foram as restrições europeias para cidadãos não europeus. Eu optei retornar à China para adquirir experiências locais primeiro, antes de partir para uma carreira internacional. Mas eu acredito que as melhores formas de solucionar os problemas são se familiarizar com políticas relevantes; consultar profissionais experientes, como conselheiros de carreiras ou outros profissionais da sua área com experiências semelhantes às suas; e se destacar em relação aos demais candidatos da área.

Você teve ajuda de algum financiamento durante os estudos?

Sim, porque a China, meu país, pertence à categoria de países em desenvolvimento, eu pude concorrer a uma bolsa de estudo da BGSE. Devido ao mérito acadêmico do meu bacharelado, eu também tive metade do valor do curso eliminado na admissão à BGSE, o que reduziu substancialmente o fator econômico de estudar em Barcelona. Eu ainda sou muito grata pela ajuda.

Se você pudesse voltar no tempo e aconselhar o seu eu mais novo, quando estivesse iniciando os estudos no mestrado, o que você diria?

Eu diria a mim mesma: "Não seja tímida. Não tenha medo de se socializar com outros estudantes".

Conte-nos sobre o seu emprego atual.

Eu trabalho para a Shanghai Centennial Scientific, uma das principais empresas da área de saúde econômica, acesso ao mercado e consultoria de saúde da China e região asiática. Eu comecei com uma especialista e recentemente fui promovida a gerente associada. Minhas principais responsabilidades são coordenar e liderar projetos de avaliação de economias da saúde, conduzir pesquisas originais e escrever artigos para publicações, e também envolver atividades de desenvolvimento de negócios.

De que forma o seu mestrado na Barcelona Graduate School of Economics lhe preparou para o seu trabalho atual?

Eu acho que o curso me preparou para o meu emprego atual de todas as formas, das teorias às habilidades críticas, porque combinam perfeitamente. Por exemplo, meu primeiro projeto no emprego foi medir a esperança de vida corrigida pela incapacidade (EVCI), que é um conceito elementar da economia da saúde bastante familiar para os estudantes do Mestrado de Economia e Política da Saúde da Barcelona GSE. E as habilidades de análise estatísticas que a Barcelona GSE nos ensinou claramente servem como ferramentas importantes no meu trabalho.

Ficou inspirado com a experiência de Lian? Você também pode estudar um mestrado de economia no exterior. Pesquise aqui.

Saiba mais sobre a Barcelona GSE

Pesquise por cursos

Selecione país
Pós-graduação
SOBRE O AUTOR

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...