Essenciais
Canadá: Quando chegar lá

Como sobreviver ao inverno canadense

Dicas de segurança e diversão para o seu inverno no Canadá

Como sobreviver ao inverno canadense durante os seus estudos no país
1232

Vocês já devem ter ouvido falar sobre o terrível inverno rigoroso do Canadá. Já devem ter visto um daqueles vídeos de canadenses jogando água fervendo no ar com a temperatura a -30° C, como este aqui, nos Territórios do Noroeste:

 

 

De fato, tem alguns brasileiros que até desconsideram o país por causa do frio e optam por um lugar como a Austrália, por exemplo, com o clima mais similar ao brasileiro, para não precisar se preocupar também com a adaptação ao tempo.

 

No entanto, o inverno canadense deve ser considerado parte do pacote da aventura de se estudar no Canadá – é diferente, inédito para quem vem do Brasil, e pode ser muito divertido se você souber como aproveitá-lo.

 

O site oficial do governo canadense tem algumas dicas importantes de como sobreviver ao inverno no Canadá:

 

  • Escute a previsões meteorológicas no rádio regularmente ou verifique o canal do tempo na internet para evitar ser pego em uma tempestade de neve;
  • Invista no vestuário ideal para enfrentar o frio, incluindo um daqueles casacos bem grossos e impermeáveis de inverno, luvas, tocas, cachecóis e botas;
  • Vista sempre camadas de roupas para que você possa se ajustar às temperaturas variáveis quando sai de casa, porque fora estará muito frio e dentro de qualquer lugar a calefação estará ligada;
  • Certifique-se de manter uma alimentação nutritiva, principalmente no café da manhã, para se manter aquecido por mais tempo com combustível no seu organismo;
  • Previna-se da desidratação ou do ar seco dos interiores (graças aos aquecedores) bebendo água regularmente, mesmo que não tenha vontade, e usando hidratante na pele e nos lábios;
  • Use protetor solar e óculos de sol em dias ensolarados para se proteger do reflexo da neve, que pode ser bastante intenso;
  • Proteja-se especialmente em dias com muito vento – o vento no inverno canadense pode baixar ainda mais a sensação de frio congelante, um dia com temperatura -20° C com muito vento a 16 km/hr pode aparentar -25° C;
  • Cuidado com as frostbites, ou ulcerações produzidas pelo frio, principalmente nas orelhas, dedos e bochechas expostos ao frio até mesmo durante um curto período – atente-se a qualquer parte do corpo dormente, pálida ou ligeiramente azul.

 

Atividades para o inverno

 

Durante o inverno no Canada, você pode aproveitar atividades como:

 

  • Esquiar na neve;
  • Patinar no gelo;
  • Caminhar com raquetes de neve;
  • Passar um final de semana em um hotel ou resort especializado em atividades de inverno – geralmente, aqueles que possuem suas próprias pistas de esqui;
  • Passar uma noite no Quebec Ice Hotel, um hotel feito de gelo na cidade de Quebec;
  • Participar do Winterlude em Ottawa, um festival com duração de três finais de semana em fevereiro com diversas atividades, incluindo patinar no Rideau Canal, o maior ringue de patinação do gelo do mundo com 7,8 quilômetros de extensão;
  • Participar do Quebec Winter Carnival, o maior carnaval de inverno do mundo, que acontece em fevereiro na cidade de Quebec desde 1894;
  • Tirar fotos incríveis das paisagens cobertas de neve de tirar o fôlego (seguindo todas as dicas de segurança acima antes de sair de casa);
  • Planejar um “jantar internacional” com os amigos estrangeiros, no qual cada um deve fazer um prato típico de inverno de seu país de origem (não deixe de preparar um caldo de mandioquinha e brigadeiro, é claro, que combina com qualquer clima);
  • Assista aos diversos festivais de luzes que acontecem no Canadá durante o inverno – Niagara Falls, Ottawa, Toronto, Vancouver, Airdrie e Montreal, por exemplo.

Pesquise por cursos

Canadá
Graduação
SOBRE O AUTOR

Como sobreviver ao inverno canadense durante os seus estudos no país

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...