Essenciais
Países Baixos: Visto

Acabei meu curso na Holanda... E agora?

Aprenda opções para estudantes internacionais na Holanda após a graduação: perspectivas profissionais, visto de trabalho e permissão de permanência

Procurar emprego na Holanda
606

Você terminou o seu curso na Holanda e gostaria de permanecer no país para trabalhar? Então é hora de aprender as opções de visto disponíveis para você. Elas vão depender de a) sua nacionalidade; e b) o que você pretende fazer no país depois dos estudos.

 

Você pretende ficar por pouco ou muito tempo?

 

Se você quer ficar no país por mais 90 dias ou menos, pode se inscrever para o visto de curta estadia na embaixada mais próxima. Se os seus planos forem de permanecer por mais de 90 dias, você precisará de um dos seguintes vistos de longa duração:

 

VOCÊ É UM ESTUDANTE EUROPEU/DO ESPAÇO ECONÔMICO EUROPEU/SUÍÇO?

 

SIM, eu sou europeu/suíço...

Então você não precisa se inscrever em nada. A única coisa que você deve fazer é se registrar em um escritório IND (Serviços de Imigração e Naturalização) se pretender permanecer na Holanda por mais de três meses após a graduação.

 

NÃO, eu não sou europeu/suíço...

As suas opções dependerão do que você planeja fazer na Holanda após concluir os seus estudos. Se uma empresa desejar empregar alguém que não seja europeu ou de algum país do Espaço Econômico Europeu (ou da Suíça), ela deve se inscrever para uma permissão de trabalho (Wok Permit, ou, em holandês, tewerkstellingsvergunning, também conhecido como apenas TWV) em nome do futuro empregado. A empresa também deve comprovar não ter encontrado um holandês que pudesse ocupar o cargo (mas o graduado não precisa se preocupar com isso).

 

Você também precisará de uma permissão de residência (Residence Permit ou verblijfsvergunning), que autoriza a moradia no país. Ela deve estar de acordo com a sua permissão de trabalho e o período de duração do seu contrato (o seu país de origem também pode afetar a duração da sua permit). Qualquer permissão de entrada que você tinha antes não valerá mais, afinal, você já estará na Holanda.

 

Há ainda algumas opções diferentes para estudantes não-europeus, algumas, inclusive, não exigem uma permissão de trabalho. Conheça-as a seguir:

 

Ano de procura (Search year ou zoekjaar)

Com o “ano de procura”, você pode ficar um ano adicional no país a partir do dia da sua graduação para encontrar um emprego na sua área de estudo. Para isso, você tem que ter estudado um bacharelado ou mestrado em instituição holandesa acreditada pela NVAO. Há uma taxa de inscrição de € 600 para este processo e você deverá conseguir um emprego com um salário anual de no mínimo € 27.336.

 

Imigrante altamente educado (Highly educated migrant ou regeling hoogopgeleide)

Se você se graduar em um mestrado ou doutorado (PhD) específico, pode ser permitido a permanecer no país como um migrante altamente educado. No entanto, estudantes não-europeus precisarão de uma permissão de trabalho para isso.

 

Imigrante altamente qualificado (Highly skilled migrant ou kennismigrant)

Se você tiver menos de 30 anos e tiver um emprego com um salário anual mínimo de € 38.141, pode se inscrever em um visto de “imigrante altamente qualificado”. Se você tiver mais de 30 anos, precisa ter um salário anual mínimo de € 52.010.

 

Pacote de visto científico

Este visto é para quem planeja realizar uma pesquisa científica em uma instituição de pesquisa na Holanda. Esta é uma iniciativa relativamente nova. Os que conseguirem o visto não precisam de uma permissão de trabalho. Para conseguir a estadia, a instituição tem que se inscrever em nome do pesquisador.

 

Mais um detalhe: seguro de saúde

Você deve ter um seguro de saúde válido quando estiver se inscrevendo para permanecer na Holanda.

 

Leia mais:

Por que estudar na Holanda?

Visto de estudante holandês

Pesquise por cursos

Países Baixos
Graduação
SOBRE O AUTOR

Procurar emprego na Holanda

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...

Leitura recomendada