Essenciais
Nova Zelândia: informações de assunto

Le Cordon Bleu New Zealand: escola internacional de culinária

Como é uma escola internacional de culinária? Professores de gastronomia falam sobre estudar e trabalhar com culinária.

5225

Preparamos um especial para aqueles que gostariam de estudar as artes da culinária e têm curiosidade em entender como funcionam as escolas internacionais de gastronomia. O Hotcourses conversou com profissionais da Le Cordon Bleu New Zeland (LCBNZ), a filial neozelandesa da famosa rede mundial de instituições líderes em gastronomia, hospitalidade e gestão.

 

A Le Cordon Bleu (“fita azul” em francês) oferece uma variedade de qualificações em diferentes níveis acadêmicos – certificados, diplomas, associates, educação continuada, bacharelados e mestrados. Os cursos proporcionam treinamentos inovadores e relevantes para a realidade do mercado de trabalho, incorporando as mais atuais tecnologias e técnicas nas aulas e estimulando o trabalho em equipe entre os estudantes – aspectos importantíssimos nas maiores cozinhas do mundo. “Os estudantes que demonstrarem talento e paixão pelos estudos e pela área concluirão seus cursos prontos para embarcar em uma carreira internacional na indústria alimentícia e de hospitalidade, e para alcançar o topo de suas profissões”, diz Geneviève Rousseau Cung, gerente de marketing da LCBNZ.

 

Paixão pela gastronomia

 

A escola é reconhecida internacionalmente e possui campi em cidades de vários países – Paris, Londres, Madri, Sydney, Tóquio, Seul, Cidade do México, Lima, entre outras, além de 16 campi norte-americanos. Os chefs e professores que lecionam na Le Cordon Bleu são profissionais apaixonados pela área, com ampla vivência na culinária e cultura internacional.

 

“Cozinhar é a minha vida”, conta Adam Newell, professor de Cozinha Francesa (básica, intermediária e avançada) na LCB New Zealand, que já abriu restaurantes em Nova York, Tóquio e Auckland, antes de se instalar em Wellington, Nova Zelândia. Em suas aulas, os estudantes aprendem as técnicas clássicas da cozinha francesa, desde os mais básicos caldos e molhos até artes com o açúcar.

 

David Burton é o responsável pelo Bacharelado em Artes e Negócios Culinários na LCBNZ, além de trabalhar como chef, crítico e autor culinário. Bebidas e alimentos de restaurantes, estética da comida, e vinho são disciplinas do currículo acadêmico do curso. No entanto, o profissional gosta de focar os primeiros módulos de suas aulas na importância da comunicação para os negócios da área. “Os meus estudantes aprenderão a se tornar comunicadores eficazes, e irão adquirir competências na redação empresarial e em se falar em público” explica Burton.

 

Trabalhar com culinária, gastronomia e hospitalidade

 

“A maioria dos estudantes em um curso de três anos da Le Cordon Bleu tem intenção de comprar ou criar o seu próprio negócio culinário, apesar de alguns também terem a ambição de se tornar escritores ou trabalhar em relações públicas da indústria alimentícia”, diz David Burton.

 

A Le Cordon Bleu é reconhecida internacionalmente como uma das principais instituições de treinamento nas áreas de gastronomia, gestão e hospitalidade; os seus graduandos são contratados pelos melhores restaurantes e hotéis do mundo ao concluírem seus cursos. Para se ter uma ideia, a famosa e excêntrica autora e apresentadora de TV americana, Julia Child - interpretada nas telonas por Meryl Streep no filme “Julie & Julia” – deu início aos seus dotes culinários na Le Cordon Bleu de Paris.

 

É claro que muitos estudantes de gastronomia sonham em ser chefs e comandar cozinhas em restaurantes famosos; no entanto, o que nem todos compreendem é que, ao concluir um curso como os oferecidos pela LCBNZ, os profissionais podem optar por uma enorme variedade de carreiras culinárias: chefe de cozinha ou de confeitaria, gestão de alimentos e bebidas, restauranteur, maître, gestão de eventos internacionais, promoção de alimentos, marketing, turismo culinário, escritor, crítico, entre tantas outras.

 

Estudantes internacionais na Le Cordon Bleu

 

Com os seus campi espalhados pelo mundo todo, a Le Cordon Bleu está acostumada em receber estudantes internacionais. O gerente de marketing Geneviève Rousseau Cung aconselha que, ao preencher sua inscrição online, você leia todo o Enrolment Guide (guia de inscrição) e não deixe de submeter todos os documentos necessários juntamente com a sua inscrição.

 

“A Nova Zelândia é reconhecida internacionalmente pela inovação e adaptação, o que a transforma em um ambiente perfeito para a abordagem culinária da Le Cordon Bleu. Os estudantes internacionais devem vir com a mente aberta e preparados para viver uma experiência única na Le Cordon Bleu New Zealand!”, conclui Cung.

 

Leia mais:

Saúde: a alimentação de estudantes no exterior

Cursos de Culinária e Gastronomia no exterior

Pesquise por cursos

Nova Zelândia
Graduação
SOBRE O AUTOR

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...