Essenciais
Reino Unido: Perspectivas profissionais

Acabei meu curso no Reino Unido... E agora?

Aprenda as opções para estudantes internacionais no Reino Unido após a graduação: perspectiva profissional, vistos de trabalho e permissão de permanência

Procurar emprego na Inglaterra
1210

Com uma qualificação acadêmica recém-conquistada, finalmente você está pronto para deixar a vida de estudante e fazer parte do "mundo real". Mas, apesar de a vida no Reino Unido ser emocionante e divertida, encontrar um emprego é no mínimo intimidante. Os estudantes europeus não precisam de um visto para estudar ou trabalhar no país, mas quem vem de países além da Europa tem de encontrar uma forma de estender a estadia legalmente para dar início a uma carreira no país. Existem, sim, algumas opções pós-estudos para estudantes internacionais no UK. Conheça-as a seguir.

 

O MERCADO DE TRABALHO NO REINO UNIDO PARA QUEM ACABA DE SE GRADUAR

 

Tendo a economia que mais cresce na Europa Ocidental, as perspectivas profissionais no Reino Unido são, possivelmente, as melhores do continente. O mercado de trabalho para recém-graduados no país é o mais forte desde 2007.

 

No final de 2013, os estudantes formados em medicina (95%) e outras áreas médicas (93%) tiveram a maior proporção de empregabilidade no país, seguidos pelas áreas de mídia e estudos da informação (93), tecnologia (92%), ciências agrícolas (91%), arquitetura e negócios e finanças (90%). Curiosamente, um relatório da BBC também de 2013 considera que os estudantes de ciências sociais tiveram as melhores chances de encontrar oportunidades profissionais, principalmente em funções de gerência ou sênior. Na realidade, 84,5% dos estudantes de ciências sociais encontraram um emprego dentro de três anos após a graduação.

 

As tendências do mercado profissional mostraram um aumento de 94,4% na vagas no setor público, seguido por 77,1% em computação e 58,4% em varejo. Os estudantes nas áreas de tecnologia da informação, ciência da computação e engenharia de software também encontram boas perspectivas: a indústria da computação é uma das principais empregadoras nacionais, com os serviços de TI na liderança da produção de exportações.

 

Já o setor em maior crescimento no Reino Unido é o das indústrias criativas, que também tem demonstrado avanços substanciais nos últimos anos, tornando-se 5,6% da mão de obra geral no país. Os setores de cinema, televisão e música são as principais forças dessa área, ao oferecer novas oportunidades para estudantes formados em mídia, cinema, escrita criativa e engenharia do som.

 

EU POSSO PERMANECER NO REINO UNIDO APÓS A MINHA GRADUAÇÃO?

 

Como já mencionado, estudantes europeus NÃO precisam de um visto para estudar e trabalhar no Reino Unido. Já o estudante vindo de qualquer país fora da Europa DEVE se inscrever para conseguir um visto de trabalho para permanecer no Reino Unido após os estudos.

 

Só é possível requerer o visto de trabalho de duas formas: se você já tiver recebido uma oferta de emprego durante a validade do seu visto de estudante, ou se você se enquadrar nos requisitos de investimento ou de habilidades específicas. Existem duas categorias gerais de vistos de trabalho: Tier 1 e Tier 2.

 

Cada um destes vistos tem inúmeras subcategorias, dependendo de suas circunstâncias específicas, mas, no geral, a maioria dos estudantes que tiver recebido uma oferta de trabalho antes da data de vencimento do visto de estudante precisa se inscrever para o Tier 2 (General). Já para o requerimento do Tier 1, os estudantes precisam:

 

-demonstrar qualidades excepcionais como empreendedores, ou;

-ter intenção substancial de investir no Reino Unido, ou;

-ser aprovado pelo seu talento excepcional em uma área específica por um órgão reconhecido. Saiba mais sobre os vistos Tier 1 e Tier 2 aqui.

 

Os requisitos de qualificação para os dois vistos são muito específicos, cada um com uma série de taxas, documentos, processos de análise das inscrições e permissão de permanência diferentes. Verifique estas informações com cuidado na seção sobre visto de trabalho do site GOV.UK.

 

O tempo permitido de estadia no Reino Unido após o vencimento do visto de estudante irá depender do tipo do seu curso e será estipulado assim que você receber seu visto pela primeira vez. Os cursos de um ano ou mais, por exemplo, normalmente permitem que os estudantes fiquem no país por mais quatro meses após a conclusão dos estudos, para poder estender o visto de estudante ou então trocar de categoria. No geral, para permanecer no Reino Unido para trabalhar após os estudos, você terá de ter recebido uma oferta profissional com um salário de no mínimo £ 20.500 anuais antes do vencimento do seu visto de estudante.

 

COMO ENCONTRAR VAGAS PROFISSIONAIS NO REINO UNIDO?

 

O Reino Unido tem milhares e milhares de vagas profissionais em todas as áreas imagináveis. No entanto, a procura por um emprego pode ser competitiva e frustrante como em qualquer outro país. Independente de sua nacionalidade, você tem fazer uso das mesmas ferramentas de procura dos nativos e deve começar o processo pesquisando informações confiáveis sobre a situação atual no país em relação à sua área de estudo. Esta também é uma ótima maneira de descobrir quais são as qualificações necessárias para se destacar e quais são os possíveis caminhos que você deve seguir até o seu emprego ideal. No site RBA, você encontra vários relatórios e estatísticas sobre diferentes mercados e indústrias do Reino Unido; e no UK National Statistics, há uma visão geral sobre o mercado de trabalho no país.

 

Uma procura online é, provavelmente, a forma mais fácil de encontrar um emprego. Há uma enorme variedade de sites e serviços de recrutamento disponíveis, e a maioria é gratuita. Proceda com cautela se o serviço exigir qualquer pagamento: a não ser que você tenha alguma intenção muito específica ou se já tiver esgotado suas opções, você pode encontrar um emprego por conta própria. Procure em sites como Jobsite.co.uk, Monster e TotalJobs que oferecem bancos de dados em várias áreas. Há também vários bancos de dados específicos por setores, como o Mediargh, de mídia e comunicação, e o Just Engineers, para engenheiros.

 

Algumas grandes empresas anunciam vagas diretamente em seus sites oficiais, por isso, visite-os regularmente à procura de novas oportunidades. Uma forma de manter-se atualizado é pelo Twitter, uma vez que várias organizações utilizam a rede social com muita frequência, inclusive para anunciar processos de seleção. Outras companhias permitem também que você cadastre-se no site para receber newsletter ou aviso de novas vagas em seu email.

 

Há ainda opções mais tradicionais, como procurar anúncios em jornais. Graças à internet, agora você pode pesquisar de forma online no The Guardian e The Times; ou então consultar o Job Centre Plus, o departamento nacional do trabalho e pensões. O próprio site de imigração do Reino Unido, GOV.UK, tem uma lista completa de links para guiar a sua procura por emprego.

 

Lembre-se: um currículo bem escrito em inglês ajuda bastante na hora de se candidatar a uma vaga.

 

COMO A MINHA UNIVERSIDADE BRITÂNICA PODE ME AJUDAR?

 

As universidades do Reino Unido costumam ter centros de carreira e serviços estudantis que, no mínimo, poderão direcionar a sua procura para o caminho certo. A University of Leeds, por exemplo, mantém um centro de suporte a carreira com uma série de serviços específicos para estudantes internacionais, como workshops para a criação de currículos e uma rede de contatos com possíveis empregadores. Pos este centro, você também tem acesso a informações sobre o mercado de trabalho e aprende a se preparar para entrevistas, entre outros serviços.

 

A sua universidade deve ser sempre a sua primeira fonte de orientação e informação. Milhares de estudantes internacionais procuram por empregos no Reino Unido todos os anos; a sua instituição lhe ajudará a explorar o seu potencial para se destacar no mercado de trabalho – afinal, o seu sucesso profissional também leva o nome dela ao mundo.

Pesquise por cursos

Reino Unido
Graduação
SOBRE O AUTOR

Procurar emprego na Inglaterra

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

GRATUITO

eBook 'Estudar no Reino Unido'

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar no Reino Unido em um só livro digital.

Dê uma olhada...