Essenciais
Estados Unidos: Antes de partir

Meu trabalho voluntário nos Estados Unidos

Trabalho voluntário nos Estados Unidos: minha experiência como voluntária em uma biblioteca americana.

Trabalho voluntário nos Estados Unidos
10105

Apesar de ter aproveitado o meu tempo de estudos nos Estados Unidos durante meu intercâmbio, a minha Community College não tinha programa de estágios nos cursos que optei frequentar. Achei que seria legal procurar ocupar o meu tempo livre, depois que os meus estudos acabaram, unindo o útil ao agradável. Por isso, resolvi ser voluntária na biblioteca local.

 

Há apenas cinco minutos da minha homestay (a casa da família americana com quem eu morava) na Virginia, havia uma biblioteca municipal a qual eu costumava visitar com certa frequência; buscava livros em inglês para treinar, imprimia materiais para as minhas aulas, passeava com as crianças que eu cuidava como au pair... Ou simplesmente para estar neste ambiente que tanto amo, em meio aos livros. E em uma destas visitas, vi um aviso de que a biblioteca precisava de voluntários para ajudar a manter as prateleiras organizadas. Preenchi uma ficha e marquei um horário para começar naquela mesma semana.

 

Passei por uma breve introdução ao processo do trabalho com uma funcionária da biblioteca bastante simpática, e no mesmo dia comecei a voluntariar. Eu pude escolher qual sessão gostaria de organizar, fiquei com as prateleiras de “Línguas” e “Inglês”. Achei apropriado para treinar o idioma, enquanto trabalhava. Passava quase uma hora e meia por semana na library. O serviço tratava-se basicamente de checar os títulos e colocá-los em ordem de acordo com o método da biblioteca, certificar-se de que nenhum livro estivesse precisando de reparo, reposicionar livros da minha prateleira que tivessem sido devolvidos durante a semana, avisar da falta de títulos, e coisas do tipo.

 

Tinha um crachá de voluntária que me dava acesso às áreas reservadas apenas a funcionários e, na saída, precisava preencher uma ficha com o meu horário de permanência e informar os números das prateleiras que havia organizado no dia. Vez ou outra, eu me distraia com um livro em particular e começava a folhear durante o trabalho; e por muitas vezes voltei com dois ou três livros achados em minhas prateleiras pra casa, para estudar inglês. Foi uma experiência breve de três meses, mas bastante agradável e gratificante. Primeiro, por estar em um lugar que proporciona tanto aprendizado; segundo, por poder ajudar, enquanto aprendia.

 

O trabalho voluntário é muito valorizado na cultura americana. As universidades e faculdades, inclusive, levam bastante em consideração as experiências voluntárias dos estudantes na hora da admissão, servindo como um diferencial no seu currículo escolar.

 

Leia mais...

Estudar nos Estados Unidos pelo programa de au pair

O potencial acadêmico de cidades americanas

Pesquise por cursos

Estados Unidos
Vocacional
SOBRE O AUTOR

Trabalho voluntário nos Estados Unidos

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Gratuito

eBook ‘Estudar nos Estados Unidos’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar nos Estados Unidos em um só livro digital.