Essenciais
Estados Unidos: Quando chegar lá - Leitura recomendada

“Freshman 15”: os quilinhos adquiridos na universidade

Já ouviu falar que os estudantes engordam durante o primeiro ano na universidade? Nos EUA, essa tendência tem até nome: Freshman 15. Saiba como prevenir os quilinhos a mais no exterior!

Freshman 15: Hábitos alimentares na universidade
1147

Nos Estados Unidos, já virou até lenda urbana entre os campi universitários, mas, de fato, é uma realidade. Tanto que tem até nome. “Freshman 15” é o termo usado para as 15 libras (aproximadamente sete quilos) que os estudantes ganham durante o primeiro ano na universidade (freshman significa “estudante calouro” nos EUA).

 

Com certeza, a sua dieta alimentar sofrerá algumas mudanças quando você adentrar a vida universitária. Mas o mais importante é saber que se você não cuidar as sua alimentação, especialmente se optar por estudar em outro país (recheado de novos sabores), vai ganhar uns quilinhos a mais com facilidade.

 

O que é o “Freshman 15”?

 

“Freshman 15” refere-se às teóricas 15 libras (7 kg) que os estudantes americanos ganham durante o primeiro ano de estudos na universidade. No Reino Unido, elas são chamados de “Freshers 15”. É claro, isso nem sempre é real ou exato – é uma brincadeira sobre como os universitários tendem a comer mal e a deixar de lado os exercícios quando começam a estudar longe de casa. Além disso, os estudantes internacionais acabam aderindo aos hábitos alimentares dos EUA – onde as porções são maiores e contém mais açúcar, as opções de fast food são muitas e variadas, e a praticidade é apreciada (apesar de existir várias alternativas saudáveis).

 

O “Freshman 15” também serve para alertar aos estudantes sobre a necessidade de avaliar o que e o quanto eles estão comendo.

 

Não são apenas os restaurantes e as redes de fast food (e seus tão amados drive-thrus) que oferecem pratos e porções anormalmente maiores. Muitas famílias americanas estão acostumadas a pratos super recheados e mesas super fartas. Os mercados americanos e outras grandes lojas de conveniência como Walmart e Target dão descontos em pacotes enormes de produtos e incentivam o consumo de grandes quantidades como forma de economizar. Como estudante, é até aconselhável comprar itens nestes tipos de promoção para manter-se no orçamento, no entanto, é necessário cautela na hora da alimentação.

 

Fast food

 

Você já deve estar familiarizado com as redes norte-anericanas: McDonalds, Burguer King, Subway, Outback, entre tantas outras. Nos Estados Unidos, estes mesmos restaurantes oferecem opções maiores e, em alguns casos, bem mais baratos do que no Brasil. O McDonalds, por exemplo, tem super ofertas por apenas um dólar cada – um McChiken, um cheeseburguer, um refrigerante pequeno, duas tortinhas de maçã, etc.

 

Leia nossa matéria sobre a cultura fast food e outros hábitos alimentares nos Estados Unidos aqui.

 

Três maneiras de evitar o “Freshman 15”

 

Prepare suas próprias refeições

Além de ser mais saudável, este também é um hábito mais econômico. Como já mencionado, você encontrará muitas promoções em supermercados de produtos alimentícios vendidos em grandes pacotes ou em grande quantidade. Aí é só preparar a sua própria refeição em casa. A maioria dos complexos residenciais das universidades americanas tem cozinhas disponíveis para que os estudantes compartilhem e usem quando quiser. Nem sempre sobra tempo de cozinhar, por isso, você pode preparar marmitas aos finais de semana.

 

Outro ponto positivo de cozinhar suas próprias refeições é que você pode transformar o costume em um evento social: preparar pratos diferentes, de culturas diferentes, com os amigos!

 

Experimente de tudo... Mas crie uma rotina saudável

É óbvio que você vai querer provar um monte de coisa nova Não tem como evitar – e nem deve ser evitado, afinal a culinária estrangeira também faz parte da experiência de estudar no exterior. Nos Estados Unidos, isto significa comer hambúrgueres gigantes, panquecas e bacon no café da manhã (ou na rede deliciosa iHop), donuts no Dunkin Donuts, cheesecake no Cheesecake Factory, entre tantas outras coisas de dar água na boca. Até mesmo na universidade, se você optar por um plano de alimentação nos refeitórios universitários, você sofrerá tentação diariamente.

 

Se o seu curso durar entre uma semana e três meses, a preocupação nem é tanta. Entretanto, se você estiver no país para um semestre, um ano ou quatro anos de estudo, é melhor criar ou retomar sua rotina saudável. Exercícios frequentes e alimentação balanceada são essenciais. Utilize as instalações esportivas e academias de sua universidade, corra pela cidade, entre para um time... Opções têm aos montes. Assim como alternativas para uma alimentação saudável, seja nos mercados, restaurantes ou refeitórios universitários.

 

“To go”

Como as porções são maiores nos EUA, não seria de se espantar se sobrasse comida no seu prato quando você for comer em restaurantes. Não tenha vergonha de pedir para embrulhar o que ficou para levar embora (o famoso “to go”). Vergonhoso seria desperdiçá-la! A comida que você trouxe do restaurante pode ser o seu almoço do dia seguinte.

 

Leia mais:

Saúde: a alimentação de estudantes no exterior

Cultura fast food

Pesquise por cursos

Estados Unidos
Graduação
SOBRE O AUTOR

Freshman 15: Hábitos alimentares na universidade

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Gratuito

eBook ‘Estudar nos Estados Unidos’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar nos Estados Unidos em um só livro digital.

Dê uma olhada...