Essenciais
Estados Unidos: Quando chegar lá

Saiba como economizar enquanto estuda nos Estados Unidos

Morar nos Estados Unidos: como economizar com alimentação, moradia, emprego, compras e viagens.

Como economizar nos Estados Unidos
2908

Não se desespere com as despesas ao se decidir estudar nos Estados Unidos. Antes de desistir do seu sonho, vamos analisar maneiras de se economizar enquanto estuda na terra do tio Sam. Coisas bem simples são dicas valiosas para guardar um dinheirinho e viver muito bem.

 

Moradia

A moradia mais barata é a de homestay, ficar na casa de uma família local. Não se gasta com casa e nem comida, porque as host families recebem o estudante como parte da família. O dinheiro que levar com você ou conquistar com um emprego por lá será para as suas despesas particulares: compras, estudos, souviner, viagens...

 

Trabalho

Uma das primeiras coisas que você deve fazer ao chegar nos EUA é procurar por um emprego para ajudá-lo a manter-se no país. (Mas lembre-se: é importante checar se a sua universidade permite que os estudantes trabalhem, para não acabar exercendo uma função ilegal.) Os mais procurados e que mais ajudam a economizar são os cargos de babá e de garçom/garçonete. O de babá (nanny ou o intercâmbio de au pair, como o meu) é bom porque você acaba fazendo as refeições na casa da família da criança e tem um tempinho livre pra estudar quando ela estiver na escola. O de garçom permite, quase sempre, que você economize com a sua alimentação. Além de, das duas formas, ganhar um salário fixo mensal.

 

Alguns vistos de estudante permitem o trabalho apenas em funções dentro do campus universitário - seja no refeitório, cafeteria, biblioteca, em algum departamento, etc. - por apenas 20 horas semanais, sem, desta forma, atrapalhar os estudos, que costumam ser em período integral. Cheque esta informação com a sua universidade. 

 

Alimentação

Para não gastar muito com comida, a opção mais em conta – mas não muito saudável – são as redes de fast food. O McDonald’s americano, por exemplo, tem o dollar menu, com várias opções (cheeseburguer, batata e refrigerante pequenos, entre outras) por apenas um dólar. Outra rede com uma linha de alimentação mais saudável, é o Panera Bread, que oferece opções baratas em seu cardápio como: saladas, sanduíches naturais e sopas.

 

No entanto, a melhor maneira de economizar com comida é preparar suas próprias refeições e levar sempre um lanchinho na bolsa. Pesquisar preços de mantimentos e ingredientes nas redes de supermercados locais, encher a sua dispensa com os produtos mais baratos e cozinhar em casa. (Exemplo: um macarrão instantâneo estilo miojo custa menos de um dólar nos Estados Unidos.)

 

Sabe esta coisa no Brasil que você é visto como “farofeiro” se carregar um lanche? Esqueça, no exterior todo mundo farofa bastante e não existe o menor preconceito!

 

Transporte

O preço de uma passagem diária (Day Pass) de ônibus ou metrô varia muito entre as cidades americanas. De Virginia a Washignton D.C., o caminho que eu costumava fazer, ida e volta ficava mais de U$ 10 em dias da semana. Se você depende do transporte público para chegar até o seu campus, vale comprar o passe semanal ou mensal (Metro Card), que tem um preço único e você pode usá-lo sem limites.

 

Compras

Grandes redes como Walmart e Target costumam deixar araras de roupas em promoção logo na entrada, com itens bem baratinhos. É possível achar casacos de U$10 e blusas de U$3, e muito mais.

 

Outra alternativa bastante popular entre os americanos é usar os cupons de descontos. Eles vêm em jornais distribuídos gratuitamente pelos bairros da cidade. É só recortá-los e apresentá-los na hora de passar a compra no caixa. Assim você ganha descontos razoáveis em itens de beleza, alimentícios, de limpeza, etc.

 

Em restaurantes, o refrigerante e o suco costumam ser no esquema refil. Você paga um preço fixo e pode beber o quanto quiser. E a água normalmente é de graça.

 

Ligações

Apesar das grandes operadoras americanas oferecerem planos internacionais bastante acessíveis, existem outras maneiras de manter o contato diário com a sua família e os seus amigos sem pagar nada. Se você tiver um laptop, basta usar programas e redes sociais como o Skype, Facebook e Google+ que, inclusive, permitem o uso da webcam. No seu celular, você pode baixar aplicativos de mensagens e ligações gratuitas como o WhatsApp e o Viber. Tudo o que você precisa é de uma conexão. Vários cafés (como a rede Starbucks), restaurantes e até mesmo a sua universidade americana oferecem redes wi-fi gratuitas para os seus clientes, assim você pode relaxar, comer e ainda conversar com a sua família no Brasil.

 

Viagens

Para achar ótimas promoções de passagens, cadastre-se em sites de companhias aéreas americanas. Elas mandam e-mails avisando de promoções relâmpagos e avisos dos destinos mais baratos.

 

Mais matérias e dicas sobre dinheiro nos Estados Unidos:

Como abrir uma conta bancária nos Estados Unidos

Tip: as gorjetas nos EUA

O que é e como conseguir um Social Security Number nos EUA

 

Leia mais:

Como economizar enquanto e$tuda no exterior

Como viajar nas férias universitárias sem gastar muito

Pesquise por cursos

Estados Unidos
Graduação
SOBRE O AUTOR

Como economizar nos Estados Unidos

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Gratuito

eBook ‘Estudar nos Estados Unidos’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar nos Estados Unidos em um só livro digital.

Dê uma olhada...