Switch to low bandwidth version Close

Visão geral

Estabelecida em 1899, A Escola de Higiene & Medicina Tropical de Londres é um centro de liderança mundial em pesquisa e educação a nível de pós-graduação em saúde pública e global. A escola é parte da Universidade de Londres e é uma das mais bem qualificadas instituições do Reino Unido.

A comunidade da escola inclui 4.000 estudantes de mestrado (Londres e à distância) e pesquisa de mais de 120 países e o corpo docente de cerca de 45. A fusão entre docentes e experiência estudantil cria uma excelente atmosfera para que os estudantes aprendam, não apenas com os professores, mas também entre si. Nossos graduados trabalham em mais de 180 países e muitos ocupam importantes posições em ministérios da saúde, universidades, hospitais e organizações internacionais ao redor do mundo.

A escola oferece um ensino e uma pesquisa com o foco nacional e internacional em áreas da saúde global. Ambos são validados e avaliados regularmente.

A escola presenciou significantes expansões nos últimos anos em seus programas de cursos didáticos, pesquisa e ensino à distância. Algumas das excelentes instalações disponíveis na Escola são a biblioteca, laboratórios e instalações de computação.

A Escola é altamente classificada em várias listas das melhores universidades. Ela foi nomeada como a principal escola de pós-graduação com foco em pesquisa no Times Higher Education World Rankings. Em 2014, ela ficou entre as dez melhores universidades do mundo em média de citações pelo banco de dados U-Multirank da Europa, e em terceiro lugar mundial nas áreas de ciência social e saúde pública no US News Best Global Universities Ranking. De acordo com os resultados do Research Excellence Framework (Padrão de Excelência em Pesquisa) do governo britânico, publicado em 2014, a escola ficou em segundo lugar geral (após o Instituto de Pesquisa do Câncer) no fator essencial de impacto. Em 2015, a Escola ficou entre as melhores da Europa no quesito impacto no Leiden Ranking. Além disso, a LSHTM faz parte da M8 Alliance of Academic Health Centers, um grupo de organizações comprometidas com a melhora da saúde global.

A escola ganhou o Gates Award for Global Health em 2009. O prêmio foi criado pela Fundação Bill & Melinda Gates com o objetivo de reconhecer organizações que tenham feito contribuições extraordinárias para melhorar a saúde global. A escola foi a primeira instituição acadêmica a receber este prêmio e também o primeiro vencedor britânico.