Essenciais
ESTUDE NO EXTERIOR : Perspectivas profissionais - Leitura recomendada

22 países com melhores condições de trabalho para as mulheres

A Finlândia é o país do mundo para se trabalhar se você for mulher; índice considerou fatores como diferença salarial entre homens e mulheres e licença maternidade

22 países com melhores condições de trabalho para as mulheres
2318

Pesquisadores do The Economist usaram dados do “Relatório de Diferenças de Gênero” do Fórum Econômico Mundial, Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD) e outras fontes para analisar as maiores economias do mundo e chegaram à conclusão de que, apesar do progresso já conquistado, ainda há um caminho longo a ser percorrido à igualdade de gênero.

 

Os dados consideraram nove fatores, como ensino superior, licença maternidade, piso salarial, participação no mercado de trabalho e custos do cuidado infantil. Os resultados mostraram que os países escandinavos dominam a lista dos melhores lugares do mundo para se trabalhar se você for mulher.

 

A Finlândia é o país com o maior número de mulheres no ensino superior e com a maior participação feminina no contingente de trabalhadores. Nele, 83% das mulheres, mesmo quando se tornam mães, trabalham em período integral, graças ao sistema público de assistência à infância e refeições gratuitas nas escolas.

 

Grandes potências como EUA e Reino Unido não conseguiram um lugar no top 10. A Grã-Bretanha, apesar de 22º melhor no mundo, ainda tem uma diferença salarial de 17,5% entre homens e mulheres. Neste quesito, a Nova Zelândia tem a menor porcentagem (5,6%), além disso, 40% de todas as posições de chefia e gerencia são ocupadas por mulheres no país.

 

Os 22 melhores países do mundo para as mulheres trabalharem

 

1. Finlândia

2. Noruega

3. Suécia

4. Polônia

5. França

6. Hungria

7. Dinamarca

8. Espanha

9. Bélgica

10. Nova Zelândia

11. Canadá

12. Portugal

13. Israel

14. Eslováquia

15. Alemanha

16. Austrália

17. Estados Unidos

18. Itália

19. Grécia

20. Holanda

21. Áustria

22. Grã-Bretanha

 

Fonte: Business Insider UK

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Pós-graduação
SOBRE O AUTOR

22 países com melhores condições de trabalho para as mulheres

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

O que fazer nos 15 minutos antes de uma entrevista de trabalho

O site Business Insider publicou uma matéria com itens sobre o que fazer durante os 15 minutos angustiantes e de ansiedade que antecedem uma entrevista de trabalho. Este pequeno período pode ser a sua oportunidade de colocar-se no humor certo para se sair bem no processo seletivo. O principal, claro, é manter-se calmo e focado – dependendo do seu nível de stress, a sua capacidade de pensar de forma clara pode ser prejudicada.   Veja dez itens listados

12617

Emprego pelo Mundo: o seu sonho de trabalhar no exterior começa aqui

Criado há pouco mais de um ano, com o objetivo de dar resposta a todos que estão à procura de uma oportunidade de emprego fora ou dentro do seu país de residência, o portal Emprego Pelo Mundo pretende fornecer aos seus seguidores um serviço de busca de oportunidades de emprego, empreendedorismo e formação, de forma rápida, fácil e gratuita.   Com um total de mais de 20 milhões de pageviews, mais de 3,5 milhões de visitantes e 213 mil membros no

8033

Cinco países com os maiores salários mínimos do mundo

Salário mínimo é o menor valor que um empregador é legalmente obrigado a pagar por um serviço a seus empregados. Em 2014, entrou em vigor no Brasil um novo salário mínimo de R$724 – em 2013 era de R$678. Em quais países este valor é o maior? O site Emprego pelo Mundo listou os cinco maiores salários mínimos do mundo. Veja a seguir o equivalente em reais.   5º) Reino Unido – R$42.638 anuais (2011)   Além do valor anual, o valor

7847