Essenciais
Estude no exterior : Perspectivas profissionais

Como desenvolver habilidades de empreendedorismo durante a faculdade?

Como ganhar as habilidades, conhecimentos e contatos que você precisa na faculdade para criar o seu próprio negócio – e quatro exemplos de universidades com programas de empreendedorismo.

Como desenvolver habilidades de empreendedorismo durante a faculdade?

Se a sua intenção é ter um negócio próprio, ser autônomo, criar uma startup ou qualquer outro empreendimento, pode aproveitar o período universitário para desenvolver todas as habilidades, conhecimentos e contatos necessários para ser bem-sucedido. E é nisso que vamos focar nesse artigo! Mesmo que você não pretenda ainda iniciar o seu próprio negócio, o espírito empreendedor é uma habilidade aplicável em diferentes carreiras e contextos, procurada por empregadores do mundo todo e que te ajudará a chegar longe.

 

Vamos ser realistas, são poucos aqueles que concluem o ensino médio com uma ideia revolucionária para um novo negócio e que estejam preparados com a experiência e os contatos para lançá-la sozinhos. Portanto, embora um diploma não seja totalmente necessário para se tornar um empreendedor, ele proporciona diversos benefícios, como os listados a seguir!

 

1. Networking

 

Uma das principais vantagens para o empreendedorismo de se obter um diploma acadêmico é chance de conhecer pessoas de uma área específica, como outros estudantes, professores, pesquisadores, especialistas, empregadores e profissionais. Esse contato permitirá que você obtenha o conhecimento relevante e a formação necessária em determinados setores.

 

Seja nas salas de aulas, em estágios e experiência práticas, em atividades extracurriculares ou clubes estudantis, ou então durante o seu TCC, nos seus anos de graduação você conhecerá pessoas que serão essenciais para o lançamento do seu negócio.

 

Além disso, você pode aprender observando – como colocar a teoria em prática, como as coisas funcionam no mundo real, como recrutar outros profissionais para trabalhar com você, como administrar, como se relacionar com clientes, etc.

 

Leia também: Netorking é tudo – Como os seus contatos são o seu melhor trunfo

 

2. Feiras de carreiras

 

As feiras de carreiras são uma das melhores oportunidades de networking durante a faculdade, e elas são bastante populares em instituições no exterior, como Canadá, Estados Unidos e Reino Unido.

 

As Careers Fairs são eventos em que a universidade recebe no campus representantes de empresas, setores, organizações e indústrias diversas para conversar com os estudantes. É uma experiência de primeira mão para fazer contatos, tirar suas dúvidas e, quem sabe, conseguir um estágio ou vaga de trabalho.

 

Se a sua intenção é criar um negócio ao se formar, essa é sua chance de conversar com quem já passou pela mesma experiência e tem muito conhecimento, dicas e insights para compartilhar.

 

3. Clubes e sociedades

 

Como você já deve saber, as universidades do Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Irlanda e outros grandes destinos de estudo do mundo mantêm diversos clubes e sociedades para atender aos interesses dos estudantes e ajudá-los a desenvolver habilidades extracurriculares. Eles podem ser esportivos, culturais, artísticos, políticos, internacionais e muito, muito mais, inclusive sobre empreendedorismo!

 

A University College London (UCL), em Londres, por exemplo, tem uma sociedade de empreendedores, pessoas com objetivos semelhantes se reúnem, compartilham ideias, criam projetos, assistem a palestras de CEOs e fundadores de empresas de sucesso, etc.

 

Essa não é só uma excelente oportunidade de networking, mas também de conhecer líderes e descobrir como eles deram início a suas carreiras como empreendedores. Afinal, todo mundo tem de começar de algum lugar!

 

4. Áreas de estudo relevantes

 

Se você deseja começar um negócio próprio, seria interessante escolher uma área de estudo de graduação ou uma especialização em pós-graduação com uma grade curricular relevante ao seu propósito, que proporcionará os conhecimentos e habilidades necessárias para o empreendedorismo.

 

Veja alguns exemplos:

 

  • Administração de Empresas;
  • MBA;
  • Marketing;
  • Finanças;
  • Comunicações;
  • Economia;
  • Psicologia;
  • Engenharia;
  • Empreendedorismo.

 

Leia também: Boatos sobre o curso de Administração de Empresas

 

Administração de Empresas é um curso mais óbvio em que você adquirirá as habilidades necessárias para abrir sua própria empresas ou gerenciar uma já existente. No entanto, existem ainda outras áreas de estudo que fornecem o conhecimento de que você precisa. O Marketing, por exemplo, é um pilar para qualquer negócio a fim de atingir o público-alvo adequado e informar o mercado sobre o seu produto ou serviço.

 

Da mesma forma, ter aptidão matemática ou um senso financeiro seria extremamente útil, em especial para começar o seu negócio. Manter o controle das suas finanças é um aspecto vital para administrar com sucesso uma empresa e também para encontrar maneiras de obter novas receitas.

 

Indo ainda mais longe, você se surpreenderia como Psicologia é um curso de graduação útil para empresários iniciantes. Entender as pessoas é uma habilidade única em qualquer setor, seja para conhecer o seu mercado, responder a clientes ou gerenciar relacionamentos profissionais.

 

Analise quais habilidades você precisa adquirir ou aperfeiçoar para criar o seu negócio e, a partir do que identificar, encontre um curso de graduação e pós-graduação que atenda às suas necessidades e objetivos.

 

Esquemas de empreendedorismo em universidades

 

Universidades no exterior com cursos de empreendedorismo

 

Para quem está à procura de um curso no exterior que o ajude a se transformar em um empresário, vale à pena ficar atento às diferentes universidades que apoiam os negócios dos estudantes e/ou ofereçam esquemas de empreendedorismo, como os quatro exemplos a seguir.

 

1. REINO UNIDO: London South Bank University

 

A London South Bank University (LSBU), localizada em Londres, tem um esquema chamado Graduate Entrepreneur Scheme criado para ajudar estudantes que se formaram pela universidade nos últimos cinco anos e que têm uma ideia de negócio.

 

A LSBU já auxiliou 27 novos empreendimentos administrados por ex-alunos nos últimos quatro anos. O esquema envolve acesso a mentores, aconselhamento jurídico e empréstimos iniciais para que os graduados consigam lançar suas ideias.

 

2. CANADÁ: University of Toronto

 

Os estudantes e professores da Universidade de Toronto, no Canadá, têm acesso a uma variedade de programas de empreendedorismo. Alguns esquemas são específicos para a área de saúde e de ciência da computação, outros são mais gerais para jovens empreendedores no desenvolvimento de negócios em estágio inicial, começando com apenas uma ideia.

 

3. AUSTRÁLIA: University of Sydney

 

A Universidade de Sydney, na Austrália, oferece a seus alunos Programas Aceleradores para ajudá-los a lançar suas ideias de negócios, um deles apoia empresas que já foram fundadas por pelo menos um graduado da instituição. O negócio de sucesso recebe um investimento de A$ 25.000, além de orientações e exposição na mídia.

 

Entre em contato direto com a Universidade de Sydney.

 

4. ESTADOS UNIDOS: University of Bridgeport

 

A Universidade de Bridgeport, nos Estados Unidos, tem um Centro de Empreendedorismo Estudantil que ajuda os alunos a abrir seus próprios negócios, fornecendo recursos e serviços gratuitos. O aconselhamento especializado é proporcionado por profissionais de negócios em uma variedade de disciplinas, como produtos, ONGs, vendas e muito mais.

 

Entre em contato direto com a Universidade de Bridgeport.

 

E aí? Interessado? Esperamos que com nossas dicas você consiga começar a sua busca pelo próximo passo para o seu negócio próprio, como uma graduação ou pós-graduação no exterior!

 

Leia também:

 

(Texto original de Lizzie Horrocks publicado no site Hotcourses Abroad. Tradução e localização por Brenda Bellani.)

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

40 mudanças no currículo que irão deixá-lo mais profissional

Chega sempre um momento em que o seu currículo precisa de uma revisão. Reservar um tempo para remodelar e enxugar o CV é muito válido, principalmente se você estiver se preparando para procurar um emprego. E mesmo que já esteja empregado, é sempre bom dar uma revisada no currículo, ao menos uma vez ao ano.   Como escrever um CV?   O site USA Today College listou várias dicas de como modificar o seu CV e fazer com que ele se destaque

99.3K

O que é Co-op Program (Co-operative Education)?

Co-operative ou apenas co-op education é uma forma de aprendizado que combina o aprendizado teórico em salas de aulas com períodos de trabalhos práticos remunerados. Esta experiência de trabalho é chamada de co-op placement , ou seja, a instituição de ensino superior ajuda o estudante a conseguir uma posição profissional em empresas reais, para exercer funções reais relacionadas à área de estudo.   Os co-op placements são opções oferecidas pela

38.7K

O que fazer nos 15 minutos antes de uma entrevista de trabalho

O site Business Insider publicou uma matéria com itens sobre o que fazer durante os 15 minutos angustiantes e de ansiedade que antecedem uma entrevista de trabalho. Este pequeno período pode ser a sua oportunidade de colocar-se no humor certo para se sair bem no processo seletivo. O principal, claro, é manter-se calmo e focado – dependendo do seu nível de stress, a sua capacidade de pensar de forma clara pode ser prejudicada.   Veja dez itens listados

26.9K

Emprego pelo Mundo: o seu sonho de trabalhar no exterior começa aqui

Criado há pouco mais de um ano, com o objetivo de dar resposta a todos que estão à procura de uma oportunidade de emprego fora ou dentro do seu país de residência, o portal Emprego Pelo Mundo pretende fornecer aos seus seguidores um serviço de busca de oportunidades de emprego, empreendedorismo e formação, de forma rápida, fácil e gratuita.   Com um total de mais de 20 milhões de pageviews, mais de 3,5 milhões de visitantes e 213 mil membros no

9.5K