Essenciais
Estude no exterior : Perspectivas profissionais

Como estudar no exterior ajudará na sua carreira?

Estudar no exterior será vantajoso profissionalmente de inúmeras maneiras. Nós listamos seis delas aqui!

Como estudar no exterior ajudará na sua carreira?

Estudar no exterior vantajoso para o seu desenvolvimento pessoal de muitas maneiras. Você ganha confiança, conhece novas pessoas e experimenta uma cultura totalmente nova. A questão é: estudar no exterior também melhorará suas perspectivas profissionais? Cursar uma universidade significa, obviamente, que você está interessado em uma área de estudo e, por consequência, um setor específico, mas entendemos que você quer ter certeza de que encontrará trabalho assim que se formar.

 

Portanto, analisamos como estudar no exterior pode melhorar suas oportunidades de emprego após a formatura de uma maneira que você não teria de outra forma!

 

Estudar no exterior: encontre a sua universidade internacional

 

1. Networking

 

Uma das maiores vantagens de estudar em um país diferente do seu é que você pode conhecer novas pessoas. Claro, depende de onde você decide estudar para saber quão diferente ele será do que você está acostumado em relação a estilo de vida e as tradições. Mas, no geral, estudar no exterior lhe dá a chance de ampliar seus horizontes e aprender com os outros.

 

Isso também pode ser vantajoso quando se trata de buscar oportunidades relacionadas à carreira. Por exemplo, você estudará e conversará com pessoas que pensam da mesma forma e essas conexões podem ser muito úteis. Ou então que pensam diferente e aprender a ouvir e argumentar (com respeito, sempre), vai ser um aprendizado maior ainda.

 

Você pode ter ouvido a frase "não é o que você conhece, é quem você conhece", o que não quer dizer que você não deve trabalhar duro, mas apenas que as pessoas com quem você cruza podem ser seu um vínculo com um emprego ou uma experiência que lhe serão importantes.

 

Durante os estudos no exterior, não tenha medo de conversar com seus amigos, professores e conhecidos sobre seus planos de carreira e de estudos e perguntar se eles sabem de alguma oportunidade em particular que poderia ser certa para você.

 

2. Uma segunda língua

 

Para ser admitido no exterior, as universidades exigem que os alunos internacionais tenham um certo nível de proficiência na língua oficial de ensino – seja ela a inglesa, espanhola, francesa ou qual for. Como os cursos são ministrados nesse idioma, é imprescindível que você o domine adequadamente para acompanhar o curso com todas as suas exigências – aulas, discussões em sala, tarefas, redações etc.

 

Mudar-se para um novo país é uma ótima maneira de melhorar suas habilidades no idioma, pois você praticará diariamente e em diferentes ambientes. Ter uma segunda língua também é impressionante para os empregadores do mundo todo, principalmente o inglês, que segue sendo um idioma global usado em negócios, finanças, educação e muito mais.

 

No geral, aprender um novo idioma mostra muita determinação e persistência, que são habilidades valiosas no local de trabalho. Certifique-se de destacar isso ao redigir o seu currículo!

 

Além disso, ao fornecer evidências de suas habilidades no idioma inglês, o IELTS e o TOEFL são dois exames comuns reconhecidos pelas universidades internacionais e que também podem ser usados na busca profissional pelo mundo.

 

Ah, e se você escolher um país como o Canadá e a Suíça, por exemplo, pode aprender até um terceiro idioma!

 

3. Maior independência

 

Tomar a decisão de estudar no exterior é uma atitude corajosa. Mudar-se para outro país longe da sua família e amigos é desafiador e gratificante ao mesmo tempo, pois você tomou a iniciativa de sair da sua zona de conforto. E isso não é fácil, nós sabemos!

 

Desenvolver a sua independência é uma habilidade valiosa e essencial. Depois de aprender a ser mais independente e a tomar decisões por conta própria, isso começará a vir mais naturalmente. Isso lhe permitirá pensar e agir em seus próprios termos, desenvolvendo sua criatividade e autoconfiança, e ajudando-o a trabalhar em prol dos seus próprios objetivos.

 

Essas características são altamente valiosas para os empregadores, que procuram contratar pessoas que possam tomar decisões e trabalhar de forma independente.

 

4. Uma qualificação respeitável

 

Um motivo comum para os alunos escolherem estudar no exterior é obter uma qualificação de uma universidade e de um país que são respeitados por empregadores. Se o sistema de ensino superior em seu país de origem não é tão prestigioso, então é compreensível que você queira explorar outras opções, ainda mais quando isso pode significar dar início à sua carreira internacional.

 

Países como Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, Austrália e Irlanda são internacionalmente conhecidos pela qualidade de suas universidades e os empregadores ficarão particularmente impressionados com um diploma de uma instituição líder de qualquer um desses destinos de estudo.

 

Além disso, se você deseja entrar em uma profissão de natureza internacional, ter um diploma estrangeiro será extremamente relevante e desejável para certas instituições, organizações e empresas globais, que operam em vários países.

 

5. Experiência de trabalho

 

Ter experiência de trabalho no seu currículo é sempre muito bem-visto pelos empregadores. Em particular, se ela for em um país diferente, irá melhorar ainda mais suas perspectivas de emprego, pois mostra sua motivação e perspectiva internacional.

 

Sua universidade no exterior com certeza poderá ajudá-lo a encontrar experiências profissionais, oferecendo reuniões orientadores de carreiras dedicados que sabem como e onde encontrar estágios e outras oportunidades de emprego para alunos e ex-alunos.

 

Conversamos com um especialista em recrutamento do Reino Unido, que compartilhou suas ideias sobre o que os empregadores procuram nos candidatos. “Mesmo que os graduados não tenham experiência de trabalho, queremos ver se eles selecionaram as habilidades transferíveis relevantes de seu diploma ou partes do trabalho que fizeram e as colocaram em prática com base na descrição da vaga de trabalho”, explica.

 

Se você deseja permanecer no seu destino de estudo para trabalhar após a formatura, certifique-se de compreender os diferentes direitos trabalhistas para estudantes internacionais por país.

 

6. Comunicação

 

Estudar no exterior o força a falar com desconhecidos, o que é excelente para desenvolver suas habilidades de comunicação. Praticamente qualquer empregador procurará boas habilidades para comunicar-se, não importa a carreira que você queira. Você precisará ser capaz de se expressar para que os outros possam entendê-lo.

 

O especialista em recrutamento do Reino Unido com quem conversamos sublinhou que a comunicação pode ser uma habilidade difícil de provar. “O ideal é se você puder identificar algumas habilidades e experiência que você possa usar porque os empregadores querem contratar pessoas que aparentam saber que podem se comunicar bem com outras pessoas.”, diz. “Também procuramos pessoas que possam demonstrar flexibilidade, pois as empresas mudam muito e os empregadores precisam que novas colaboradores sejam adaptáveis”.

 

Portanto, como você pode ver, estudar no exterior pode ser extremamente interessante para aumentar suas perspectivas de emprego e adquirir habilidades essenciais, desejáveis ​​entre empregadores do mundo inteiro.

 

Está se sentindo preparado para encontrar a sua universidade no exterior? Deixe o nosso Selecionador de Cursos conectá-lo à instituição e curso perfeitos para ajudá-lo a realizar a carreira dos seus sonhos.

 

Leia também:

 

(Texto original publicado no site Hotcourses Abroad. Tradução e localização por Brenda Bellani.)

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

40 mudanças no currículo que irão deixá-lo mais profissional

Chega sempre um momento em que o seu currículo precisa de uma revisão. Reservar um tempo para remodelar e enxugar o CV é muito válido, principalmente se você estiver se preparando para procurar um emprego. E mesmo que já esteja empregado, é sempre bom dar uma revisada no currículo, ao menos uma vez ao ano.   Como escrever um CV?   O site USA Today College listou várias dicas de como modificar o seu CV e fazer com que ele se destaque

99.5K

O que é Co-op Program (Co-operative Education)?

Co-operative ou apenas co-op education é uma forma de aprendizado que combina o aprendizado teórico em salas de aulas com períodos de trabalhos práticos remunerados. Esta experiência de trabalho é chamada de co-op placement , ou seja, a instituição de ensino superior ajuda o estudante a conseguir uma posição profissional em empresas reais, para exercer funções reais relacionadas à área de estudo.   Os co-op placements são opções oferecidas pela

38.7K

O que fazer nos 15 minutos antes de uma entrevista de trabalho

O site Business Insider publicou uma matéria com itens sobre o que fazer durante os 15 minutos angustiantes e de ansiedade que antecedem uma entrevista de trabalho. Este pequeno período pode ser a sua oportunidade de colocar-se no humor certo para se sair bem no processo seletivo. O principal, claro, é manter-se calmo e focado – dependendo do seu nível de stress, a sua capacidade de pensar de forma clara pode ser prejudicada.   Veja dez itens listados

26.9K

Emprego pelo Mundo: o seu sonho de trabalhar no exterior começa aqui

Criado há pouco mais de um ano, com o objetivo de dar resposta a todos que estão à procura de uma oportunidade de emprego fora ou dentro do seu país de residência, o portal Emprego Pelo Mundo pretende fornecer aos seus seguidores um serviço de busca de oportunidades de emprego, empreendedorismo e formação, de forma rápida, fácil e gratuita.   Com um total de mais de 20 milhões de pageviews, mais de 3,5 milhões de visitantes e 213 mil membros no

9.5K