Nossos cookies

Nós usamos cookies para oferecer uma melhor experiência de busca com conteúdo personalizado, anúncios relevantes e funcionalidades aprimoradas. Ao aceitá-los, você concorda com o uso de cookies de acordo com a política de cookie e pode gerenciar as suas preferências a qualquer momento.
Essenciais
ESTUDE NO EXTERIOR : Perspectivas profissionais - Leitura recomendada

O que é Co-op Program (Co-operative Education)?

Estudar e trabalhar no exterior: o co-op program permite aplicar a teoria na prática em vagas de trabalhos remuneradas.

O que é co op Canadá: experiência profissional na faculdade

 

Você está interessado em trabalhar no exterior durante os seus estudos? Ganhar experiência profissional no mercado de trabalho internacional, de preferência em um emprego remunerado? Aplicar na prática o que você aprende na sua universidade no exterior enquanto ainda estuda? Tudo isso é possível com um programa específico e cheio de vantagens chamado co-op.

 

Estudar no exterior

 

O que é co-op program?

 

Cooperative program ou apenas co-op education ou co-op program é uma forma de aprendizado que alterna a teoria das salas de aulas com períodos de trabalhos práticos remunerados durante o curso acadêmico. A experiência de trabalho é chamada de co-op placement, ou seja, a instituição de ensino superior ajuda o estudante a conseguir uma posição profissional em empresas reais, para trabalhar em ambientes do setor e exercer funções reais relacionadas à área de estudo.

 

Talvez o melhor aspecto do co-op program é que ele é uma parte integral do curso acadêmico – ele é um módulo da grade curricular e vale crédito para concluir os estudos. A maioria dos co-ops são estruturados de forma que cada período ou semestre de aulas normais seja alternado com um período ou semestre de trabalho. O período de experiência profissional fora da escola costuma ser chamado de work term.

 

E o trabalho é remunerado. Os estudantes de universidades ou faculdades que conseguem a colocação profissional em empresas ou outras organizações para os work terms são pagos durante todo a duração da experiência.

 

Como os estudantes conseguem trabalhos pelo co-op program?

 

Os co-op placements são opções oferecidas pela própria universidade, que constrói uma rede de contatos com empresas, seleciona estudantes com base em alguns requisitos e os ajuda a encontrar a vaga ideal promovendo entrevistas de emprego no próprio campus.

 

Portanto, as instituições que oferecem esse tipo de programa co-op têm departamentos ou serviços que procuram por oportunidades profissionais pelos seus estudantes. Não é incomum que os alunos também façam uma pesquisa por conta própria para encontrar um local de trabalho que considerem adequado aos seus objetivos de carreira.

 

Se você, por acaso, achar um lugar que gostaria de trabalhar, o departamento ou serviço da sua universidade responsável pelos co-op programs pode ter de determinar se a empresa e/ou trabalho é adequado para o programa antes de você se candidatar à vaga. Isso é importante, porque, como faz parte do curso e vale crédito, o trabalho deve atender aos requisitos da universidade, até mesmo para você manter o seu visto de estudante. Não basta trabalhar em qualquer vaga que encontrar.

 

Diferença entre internship e co-op education

 

Os cooperatives programs são diferentes de internships, os estágios no exterior. Enquanto os co-ops são um programa conjunto entre a universidade, o empregador e o aluno, os estágios são apenas entre o estudante e o empregador.

 

Os co-ops são projetados dentro da estrutura do curso para que um aluno possa ser um funcionário em tempo integral durante o período definido. Ou seja, durante o work term do programa co-op, você trabalha. Enquanto em um estágio, o aluno costuma estudar e trabalhar ao mesmo tempo ou realizar o internship durante as férias acadêmicas.

 

Mais importante ainda, os co-ops são obrigatoriamente remunerados; já os estágios podem ser, mas nem sempre são. Por isso a importância da participação da universidade nos arranjos do co-op. Como nem todos os empregadores sabem dessa distinção entre cooperative education e internship, a sua instituição deve garantir que a vaga que você assume atende a todos os critérios do programa, em especial para manter o status legal do seu visto de estudante no exterior.

 

Internship: experiência de estágio no exterior.

 

Benefícios do co-op program

 

Com um programa co-op no exterior, você tem vários benefícios, como esses listados a seguir e diversos outros:

 

  • Você aplica na prática tudo o que já estudou em sala de aula e aprende em ambientes profissionais diferentes aspectos de suas disciplinas acadêmicas.
  • A experiência adquirida pelo co-op program proporciona uma grande vantagem profissional, afinal, você poderá acrescentar experiências de peso ao seu currículo antes mesmo de concluir o curso acadêmico.
  • Durante o co-op program, você constrói sua própria network profissional.
  • Você faz um "test-drive" da sua carreira. Com o co-op program, é possível ter uma ideia de como será trabalhar na sua área de formação e você pode decidir se é isso mesmo que quer para a sua vida profissional após a graduação.

 

Co-op Canadá: experiência profissional

 

Requisitos de admissão no co-op program

 

É necessário se inscrever no programa co-op da universidade para se candidatar a alguma vaga. Cada instituição possui regras diferentes, por isso, verifique as opções oferecidas pelas universidades internacionais.

 

Como o semestre de experiência prática será integral, intercalado com um semestre de aulas teóricas, a instituição terá datas certas para que possíveis empregadores façam entrevistas com os estudantes selecionados para o co-op program.

 

A seleção para a cooperative education tem como base o desempenho acadêmico dos estudantes: quanto mais altas as suas médias, melhores as suas chances de ser admitido no programa. Às vezes, o número de estudantes selecionados é determinado pelo número de vagas profissionais disponíveis. E mesmo depois de admitido, o estudante precisa manter um grade point average (GPA) mínimo para garantir o seu desempenho no curso.

 

Por que nem todas as universidades oferecem o co-op program?

 

Embora seja um programa cheio de benefícios para o aluno, a universidade e o empregador, não são todas as instituições de ensino superior que o oferecem.

 

Isso se deve a algumas razões como, por exemplo, não estarem dispostas a mudar o formato do currículo acadêmico tradicional e o valor que isso acarreta. Tanto para as universidades, que precisarão passar a oferecer serviços específicos do programa, quanto para os estudantes, já que os co-op programs costumam ser mais caros do que um curso tradicional.

 

Co-op Canadá: experiência profissional

 

A co-op education, de experiência profissional durante a faculdade, é muito famoso no Canadá.

 

Segundo o site oficial canada.ca, você pode fazer um co-op no Canadá se:

 

  • Tiver um study permit válido;
  • O elemento de trabalho for essencial para a conclusão dos seus estudos no Canadá;
  • Você tiver uma carta da sua instituição de ensino superior canadense confirmando que todos os estudantes do seu curso precisam completar uma experiência profissional para ganhar o diploma acadêmico;
  • O co-op program equivale a no máximo 50% do seu curso.

 

Por isso, se a sua intenção é fazer um co-op no Canadá deve encontrar uma universidade que atenda a todos esses requisitos.

 

3 exemplos de universidades do Canadá com co-op program

 

O Canadá, provavelmente, é o país com maior número de universidades com programas cooperativos. Há várias opções renomadas e de diferentes formatos de oportunidades profissionais. A melhor delas depende da sua área de estudo e objetivos de carreira. A seguir, selecionamos três exemplos famosos:

 

1. University of Alberta

 

A localização da Universidade de Alberta é perfeita para os estudantes que estiverem em busca de oportunidades profissionais após se formarem. A cidade de Edmonton tem uma população de um milhão de habitantes e é um importante centro financeiro da província de Alberta.

 

A universidade desenvolveu parcerias com a indústria de Edmonton e isso beneficia diretamente os estudantes. Vários cursos oferecem experiências co-op como parte do currículo acadêmico, entre eles o Programa Co-op da Faculdade de Engenharia, o Programa Co-op de Negócios e o Programa de Experiência de Trabalho de Artes.

 

2. Wilfrid Laurier University

 

O foco da Wilfrid Laurier University na excelência acadêmica envolve a expansão da educação tradicional para oferecer uma combinação de programas tradicionais e inovadores a fim de unir a teoria da sala de aula e a experiência prática no mundo real.

 

A Laurier tem uma plataforma de cooperative education exclusiva, que oferece aprendizado remunerado e integrado ao trabalho. A universidade possui um escritório cooperativo, que fornece suporte aos estudantes durante todo o processo.

 

Os empregadores avaliam o desempenho dos alunos e oferecem orientação juntamente com os coordenadores da cooperativa, permitindo que os alunos desenvolvam oportunidades de emprego, habilidades profissionais e valiosas redes de contatos.

 

3. University of Ottawa

 

Os alunos da Universidade de Ottawa podem escolher um programa co-op que alterna entre estudos e estágio. Por ele, ganham 16 meses de experiência prática remunerada no setor escolhido para apoiar os estudos

 

Essas colocações profissionais são excelentes oportunidades para desenvolver conjuntos de habilidades, networking e aprender mais sobre o mundo profissional no Canadá.

 

Co-op programs dos Estados Unidos

 

Os co-op programs também são oferecidos por universidades dos Estados Unidos. Os estudantes internacionais com um visto F-1 são obrigados a obter autorização de trabalho, conhecida como Curricular Practical Training (CPT), a fim de participar do desse tipo de programa dentro das leis do país. O CPT permite que os alunos com um visto F-1 trabalhem nos Estados Unidos, desde que seja a experiência parte integrante do currículo do curso.

 

Em 2021, o site Education, do U.S. News, pediu que presidentes, reitores e oficiais acadêmicos de mais de 1.500 faculdades americanas selecionassem dez instituições com os programas de estágio e co-ops exemplares. As faculdades mais mencionadas nas listas foram essas:

 

 

Leia também:

Experiência profissional: como criar um network enquanto estuda no exterior.

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

article Img

40 mudanças no currículo que irão deixá-lo mais profissional

Chega sempre um momento em que o seu currículo precisa de uma revisão. Reservar um tempo para remodelar e enxugar o CV é muito válido, principalmente se você estiver se preparando para procurar um emprego. E mesmo que já esteja empregado, é sempre bom dar uma revisada no currículo, ao menos uma vez ao ano.   Vamos escrever o currículo perfeito juntos? Seguem as dicas!   Como escrever um CV?   O site USA Today College

106.3K
article Img

O que fazer nos 15 minutos antes de uma entrevista de trabalho

O site Business Insider publicou uma matéria com itens sobre o que fazer durante os 15 minutos angustiantes e de ansiedade que antecedem uma entrevista de trabalho. Este pequeno período pode ser a sua oportunidade de colocar-se no humor certo para se sair bem no processo seletivo.   Preparação para entrevista de emprego   O principal, claro, é manter-se calmo e focado – dependendo do seu nível de stress, a sua capacidade de pensar de

28.1K
article Img

Emprego pelo Mundo: o seu sonho de trabalhar no exterior começa aqui

Criado há pouco mais de um ano, com o objetivo de dar resposta a todos que estão à procura de uma oportunidade de emprego fora ou dentro do seu país de residência, o portal Emprego Pelo Mundo pretende fornecer aos seus seguidores um serviço de busca de oportunidades de emprego, empreendedorismo e formação, de forma rápida, fácil e gratuita.   Com um total de mais de 20 milhões de pageviews, mais de 3,5 milhões de visitantes e 213 mil membros no

9.7K
article Img

Cinco países com os maiores salários mínimos do mundo

Salário mínimo é o menor valor que um empregador é legalmente obrigado a pagar por um serviço a seus empregados. Em 2014, entrou em vigor no Brasil um novo salário mínimo de R$724 – em 2013 era de R$678. Em quais países este valor é o maior? O site Emprego pelo Mundo listou os cinco maiores salários mínimos do mundo. Veja a seguir o equivalente em reais.   5º) Reino Unido – R$42.638 anuais (2011)   Além do valor anual, o valor

9.4K