Essenciais
Estude no exterior : Perspectivas profissionais

8 serviços de carreira de universidades no exterior

O que significa career service? Por que são tão importantes para a sua escolha de universidade? Como aproveitá-los enquanto estuda no exterior? Saiba aqui!

8 serviços de carreira de universidades no exterior

Com o mercado de trabalho global cada vez mais competitivo – ainda mais nesse cenário pós-pandemia –, encontrar uma carreira após a graduação parece uma perspectiva assustadora. É normal não saber exatamente por onde começar. Por isso que as universidades internacionais oferecem uma ampla variedade do que elas chamam de career services.

 

Os serviços de carreira ajudam os alunos em tudo, desde conselhos sobre currículos e entrevistas de trabalho até testes de personalidade e oportunidades de estágio. Normalmente, esse suporte é totalmente gratuito para todos os estudantes da instituição e permanece disponível até mesmo após a graduação para os ex-alunos.

 

A seguir, listamos alguns dos serviços de carreira mais comuns oferecidos por universidades do mundo todo e como você pode usá-los a seu favor. Com a ajuda deles, quem sabe você não garante o seu emprego no exterior para dar início a uma carreira internacional?

 

Encontre o seu curso no exterior

 

O que são os serviços de carreira?

 

As universidades internacionais valorizam o seu departamento de serviços de carreira por uma razão bem básica: o sucesso de seus graduados reflete a qualidade do ensino da instituição.

 

Elas querem que os seus estudantes, depois de formados, sejam altamente empregáveis, preparados para o mercado de trabalho e que alcancem o sucesso em suas carreiras porque tudo isso é uma indicação direta da experiência que eles tiveram na universidade.

 

Pode notar: quando você for pesquisar sobre instituições de ensino superior no exterior, provavelmente encontrará uma porcentagem de graduados que conseguiram um emprego em até seis meses após a formação ou quantos deles foram admitidos em uma escola de pós-graduação para aprofundar os estudos. As universidades se orgulham desses dados e os usam como uma garantia de qualidade.

 

Por isso, além dos cursos, atividades extracurriculares e todos os demais serviços oferecidos por elas, há uma ênfase nos career services. Eles são o conjunto de oportunidades, eventos e orientações especializados em preparar os estudantes para uma carreira bem-sucedida durante e após a formação.

 

Basicamente, servem como um guia profissional. Segundo um artigo da Forbes, “os alunos que usam os serviços de carreira podem planejar empréstimos estudantis com base na sua renda futura, explorar oportunidades de carreira durante e após a faculdade e aprender como se tornar os melhores candidatos a vagas de empregos”.

 

Com a ajuda desses serviços, você pode:

 

  • Receber orientação sobre as possibilidades de carreira na sua área de estudo;
  • Conhecer profissionais do setor;
  • Participar de feiras de emprego;
  • Ter acesso a listas exclusivas de vagas disponíveis;
  • Preparar o seu currículo da forma mais eficiente de acordo com os seus objetivos profissionais;
  • Se preparar para entrevistas de emprego e processos seletivos;
  • Criar um plano de carreira para após a graduação.

 

Esses são apenas alguns exemplos mais comuns. Se conquistar uma carreira de sucesso ou encontrar um emprego no exterior após a conclusão dos seus estudos for importante para você, aconselhamos a saber mais sobre esses serviços na hora de escolher o seu curso internacional.

 

No site oficial das universidades internacionais, procure por seções ou páginas quase sempre intituladas Careers ou Employability para saber mais.

 

Conheça abaixo alguns dos principais serviços de carreira oferecidos por universidades internacionais. Esperamos que ajude na sua busca!

 

Entre em contato direto com universidades internacionais pelo Hotcourses Brasil.

 

1. Testes psicológicos e de personalidade

 

Certas entrevistas de trabalho exigirão que você passe em um teste psicométrico e/ou de personalidade em algum momento durante o processo de seleção. Esses exames testarão sua lógica, raciocínio verbal, traços de personalidade, entre outras coisas para descobrir se você seria uma boa opção para a empresa, tanto em termos de aptidão quanto de personalidade.

 

O Myers Briggs, por exemplo, é um teste de personalidade popular dividido 16 tipos diferentes de personalidade com base em traços distintos. Isso proporcionará aos futuros empregadores uma indicação de seus pontos fortes e fracos e sua adequação para o cargo desejado.

 

Um serviço de carreiras universitário pode fornecer dicas, tutoriais e testes práticos para você saber o que esperar se o processo de candidatura exigir esse tipo de exame. A maioria das universidades solicitará que você reserve uma sessão, que pode ser por meio de um portal online no site ou presencialmente com um orientador da instituição.

 

Em alguns casos, você até mesmo realiza esse tipo de teste para começar a planejar a sua carreira futura já no primeiro ano da graduação.

 

2. Workshops

 

Outro serviço de carreira mais comum e bastante útil das universidades no exterior são os workshops. Embora variem de acordo com a instituição, esses tipos de eventos costumam ser administrados pela equipe de carreira universitária.

 

As oficinas são de todos os tipos: uma sessão prática sobre currículos; dicas sobre a redação de um formulário de inscrição; a escolha de uma carreira; como se sair bem em uma entrevista; palestras com profissionais de diferentes ramos; seminários e debates sobre diversas assuntos relacionados a carreiras.

 

Essas sessões também podem ser ministradas por terceiros. A Goldsmiths University of London, por exemplo, oferece workshops com empregadores em potencial com o objetivo de desenvolver o tino para negócios e a consciência comercial dos alunos, envolvendo apresentações e simulações de diferentes cenários de trabalho.

 

Os workshops também são uma ótima maneira de fazer contatos e descobrir mais sobre o tipo de trabalho que você gostaria de realizar quando o curso terminar.

 

3. Feiras de carreira

 

As feiras de carreira também são eventos bastante comuns, quase sempre anuais. Elas reúnem na universidade diversos profissionais, empregadores e representantes de empresas de diferentes setores para conversar individualmente com os estudantes – o formato é bem parecido com o das feiras de intercâmbio.

 

Além de tirar todas a suas dúvidas direto na fonte, você aumenta o seu networking, o que pode acabar resultando, inclusive, em uma vaga de estágio ou de emprego posteriormente.

 

4. Simulações de entrevistas

 

As entrevistas são consideradas um dos estágios mais estressantes em qualquer processo de candidatura a um emprego. Ser chamado para uma entrevista presencial já é um bom sinal, pois você terá a oportunidade de falar sobre a sua experiência e preparo para a vaga. No entanto, em muitas pessoas isso gera ansiedade, que, por consequência, pode ocasionar um desempenho inferior do que se gostaria.

 

Como diz o velho ditado, a prática leva à perfeição. Embora você não possa prever quais perguntas exatas serão feitas, a equipe de serviços de carreira da universidade pode realizar simulações de entrevistas de emprego com especialistas, que farão suposições inteligentes e te ajudarão a se preparar previamente.

 

Você praticará suas possíveis respostas, como se comportar, o que esperar do ambiente de seleção etc. Na hora da entrevista real, você se sentirá mais calmo e confiante.

 

Leia também: 30 perguntas mais comuns de entrevistas de trabalho

 

O mesmo acontece com o currículo. O serviço de carreiras costuma ter uma orientação de como construir um CV da maneira mais atraente, de acordo com cada vaga que você pretende se candidatar, sabendo que o currículo e a cover letter quase sempre são a primeira impressão que o recrutador terá de você como um candidato em potencial.

 

5. Mentoria com empregadores

 

Algumas universidades colocam o estudante em contato direto com um ex-aluno que se destacou em sua carreira. Esses esquemas de mentoria são uma forma de conectar os alunos atuais e recém-formados a profissionais bem-sucedidos do mesmo setor.

 

Isso é muito vantajoso se você ainda não ganhou experiência no campo desejado, pois aprende como outros progrediram na profissão. Você também pode descobrir mais sobre oportunidades de emprego enquanto conversa e tira suas dúvidas com esses mentores convidados.

 

Essa também é a sua chance de obter uma visão real sobre o que o trabalho envolve, como equilibrar trabalho e vida pessoal, quais são as responsabilidades do dia a dia no trabalho, entre tantas outras questões que o mentor é capaz de compartilhar a partir da sua experiência pessoal.

 

6. Orientação sobre empreendedorismo

 

As universidades também apoiam os seus estudantes e graduados que desejam iniciar um negócio próprio. O suporte pode ser com pedidos de financiamento, espaços de trabalho, incubadoras de novos negócios, eventos com palestrante experientes, conselhos de ex-alunos que criaram sua própria empresa etc.

 

Se você tem uma ideia de empreendimento e gostaria de explorar o seu potencial, pode falar com alguém do serviço de carreiras da sua universidade e descobrir de quais formas a universidade pode te ajudar.

 

Inclusive, nós temos um artigo sobre como desenvolver habilidades de empreendedorismo durante a faculdade.

 

7. Estágios e outras experiências práticas

 

Ganhar experiência de trabalho na universidade é uma das metas principais dos serviços de carreira: já ter trabalhado em um ambiente profissional é uma vantagem enorme ao procurar por um emprego após a graduação.

 

Mas os estágios podem ser extremamente competitivos, em especial se você mora em uma grande cidade. Então, se você estiver ansioso para ganhar experiência prática enquanto estiver na universidade, vale a pena reservar uma reunião com um conselheiro de carreiras.

 

Esses profissionais podem ajudar de diferentes formas, como ter acesso a bancos de dados de oportunidades disponíveis; saber como entrar em contato com recrutadores do seu setor; a melhor forma de se inscrever; e ajudar em todas as etapas do processo de candidatura.

 

Há vários programas de experiência prática durante o ensino superior no exterior. Conheça alguns exemplos:

 

 

8. Rede de ex-alunos

 

A boa notícia é que você ainda pode acessar vários desses serviços mesmo após se formar na universidade. O período de disponibilidade depende da instituição. Por exemplo, na Universidade de Alberta, no Canadá, os graduados têm acesso aos recursos e vagas de emprego por até cinco anos após se formarem.

 

Isso significa que você pode receber suporte e orientação ao longo do início da sua carreira. Além disso, você automaticamente passa a fazer parte da rede de ex-alunos da universidade, que costuma ser uma comunidade global acolhedora, sempre disposta a ajudar os seus membros.

 

Serviços de carreira internacional

 

Leia também:

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

40 mudanças no currículo que irão deixá-lo mais profissional

Chega sempre um momento em que o seu currículo precisa de uma revisão. Reservar um tempo para remodelar e enxugar o CV é muito válido, principalmente se você estiver se preparando para procurar um emprego. E mesmo que já esteja empregado, é sempre bom dar uma revisada no currículo, ao menos uma vez ao ano.   Como escrever um CV?   O site USA Today College listou várias dicas de como modificar o seu CV e fazer com que ele se destaque

101.9K

O que é Co-op Program (Co-operative Education)?

Co-operative ou apenas co-op education é uma forma de aprendizado que combina o aprendizado teórico em salas de aulas com períodos de trabalhos práticos remunerados. Esta experiência de trabalho é chamada de co-op placement , ou seja, a instituição de ensino superior ajuda o estudante a conseguir uma posição profissional em empresas reais, para exercer funções reais relacionadas à área de estudo.   Os co-op placements são opções oferecidas pela

38.8K

O que fazer nos 15 minutos antes de uma entrevista de trabalho

O site Business Insider publicou uma matéria com itens sobre o que fazer durante os 15 minutos angustiantes e de ansiedade que antecedem uma entrevista de trabalho. Este pequeno período pode ser a sua oportunidade de colocar-se no humor certo para se sair bem no processo seletivo. O principal, claro, é manter-se calmo e focado – dependendo do seu nível de stress, a sua capacidade de pensar de forma clara pode ser prejudicada.   Veja dez itens listados

27.1K

Emprego pelo Mundo: o seu sonho de trabalhar no exterior começa aqui

Criado há pouco mais de um ano, com o objetivo de dar resposta a todos que estão à procura de uma oportunidade de emprego fora ou dentro do seu país de residência, o portal Emprego Pelo Mundo pretende fornecer aos seus seguidores um serviço de busca de oportunidades de emprego, empreendedorismo e formação, de forma rápida, fácil e gratuita.   Com um total de mais de 20 milhões de pageviews, mais de 3,5 milhões de visitantes e 213 mil membros no

9.5K