Essenciais
Estude no exterior : Destino de Estudo

Estudar na República Tcheca

Aprenda vários aspectos sobre estudar na República Tcheca, como custo de vida, visto de estudante, graduações gratuitas e opções de universidades.

Estudar na República Tcheca
142

Já considerou a República Tcheca como um destino de estudo em potencial na Europa? Se não, talvez você passe a considerar esta opção após este texto. Localizado na Europa Central, ela é um país desenvolvido de apenas 78.800 km² e aproximadamente 10 milhões de habitantes. A República Tcheca tem algumas das universidades mais antigas do continente e do mundo, como a Universidade Carolina de Praga (Charles University), fundada em 1348.

 

estudar na Europa

 

Custo de vida na República Tcheca

 

A vida em Praga, a capital e também a maior cidade do país, é significativamente mais barata do que diversas metrópoles mais populares da Europa, como Londres, Berlim, Paris, Amsterdam, Roma, Barcelona e até mesmo Lisboa, uma cidade com custo de vida reconhecidamente acessível.

 

O site Numbeo estipula que uma pessoa gasta em média R$ 2.426,72 mensalmente em Praga, sem contar o aluguel de algum imóvel. Em Londres, esta estimativa sobre para R$ 4.169,10.

 

Além disso, a sua moeda oficial é a coroa tcheca (CZK), desvalorizada em relação ao real, diferentemente da libra esterlina e o euro. Uma coroa equivale a aproximadamente R$ 0,17, dependendo da cotação.

 

A vida de um estudante universitário também é mais barata o país do que em outros grandes destinos de estudo. Segundo o site Study in Czech Republic, um dormitório estudantil sai por apenas US$ 150 por mês e as passagens de ônibus custam apenas US$ 1.

 

Localização e cultura na República Tcheca

 

Graças à sua localização central na Europa, a República Tcheca encontra-se na interseção de diferentes culturas, principalmente graças aos seus vizinhos Alemanha, Áustria, Polônia e Eslováquia, com influências históricas eslavas, alemãs e judaicas. O resultado é um país com um patrimônio e estilo de vida culturalmente ricos. Além disso, a República Tcheca faz parte da União Europeia e do Espaço Schengen, uma área de “liberdade, segurança e justiça” para políticas de imigração e asilo dos países integrantes.

 

A lista de figuras tchecas importantes no mundo inteiro é impressionante: Freud, o criador da psicanálise; Gregor Mendel, fundador da ciência de genéticas moderna; John Amoz Comenius, pai da didática moderna; os escritores Franz Kafka e Milan Kundera; e muitos, muitos outros.

 

A cereja do bolo são os seus 12 locais históricos protegidos pela Unesco, entre eles, o Castelo de Kromeriz e o centro Histórico de Praga.

 

República Tcheca

 

Curiosidades: A República Tcheca foi berço de inúmeras invenções revolucionárias, como as lentes de contato, impressões digitais, teoria celular, classificação do tipo sanguíneo, a palavra “robô”, polarografia, para-raios, hélice de navio, entre outras.

 

Acomodações estudantis

 

A maioria das universidades tchecas oferece alguma forma de dormitório acadêmico aos seus estudantes, desde quartos compartilhados até individuais, apesar de esses serem bem mais escassos. As opções costumam ser parecidas com apartamentos, com dois ou mais quartos e um banheiro e cozinha compartilhados. Os ambientes comunais geralmente já são mobiliados e possuem itens básicos como fogão, geladeira e utensílios de cozinha. Utensílios adicionais são de responsabilidade do estudante, por exemplo, travesseiros e roupa de cama, equipamento de limpeza, pratos, entre outros.

 

Como de costume, também há a possibilidade de alugar uma acomodação particular, seja um apartamento, uma casa, um studio, etc. Ao morar fora do campus universitário, você tem mais liberdade de escolher a região e os seus roommates, além de poder adotar um estilo de vida mais independente.

 

Devido ao valor de € 500 a € 800 por mês para alugar um flat com dois ou três quartos, o mais comum é compartilhar um imóvel com outros estudantes. Um quarto em um flat compartilhado custa aproximadamente € 250 mensais.

 

O site Study in Czech Republic recomenda estes sites para a sua pesquisa de opções de acomodações privadas:

 

 

Leia também: Dicas para alugar um imóvel no exterior com segurança

 

Opções de estudo na República Tcheca

 

A república Tcheca tem uma longa história de ensino e pesquisa de alta qualidade, especialmente nas áreas de Ciências, Engenharia e Medicina. O seu ensino superior faz parte dos 20 melhores sistemas educacionais do mundo, formado por mais de 70 instituições de ensino superior em mais de 20 cidades.

 

Atualmente, há mais de 44.000 estudantes internacionais matriculados no país em cursos de todos os tipos, desde graduações e pós-graduações até programas de intercâmbio, de verão, cursos de tcheco e educação continuada.

 

As instituições tchecas são divididas entre 26 universidades públicas, 35 universidades particulares e duas instituições estaduais. As mais famosas entre elas são:

 

  • Universidade Carolina em Praga;
  • Universidade Masaryk;
  • Palacký University Olomouc;
  • Universidade de Tecnologia de Brno;
  • Universidade de Química e Tecnologia, Praga.

 

Pesquise as opções de cursos na República Tcheca aqui.

 

Estrutura do ensino superior na República Tcheca

 

O ano acadêmico na República Tcheca é dividido em dois semestres (ou termos, como costumam ser chamados no exterior): o de outono, de setembro a fevereiro; e o de primavera, de fevereiro a junho. Assim as aulas começam sempre na metade do ano.

 

Os tradicionais cursos acadêmicos têm as seguintes durações:

 

  • Bacharelados: de três a quatro anos;
  • Mestrados: de um a três anos;
  • Doutorados: normalmente três anos.

 

Nas universidades tchecas, o estudante pode emendar uma graduação a um mestrado e terminar os dois níveis entre quatro e seis anos, como é o caso da área de Medicina. Os MBAs também são populares no país e podem ser cursados em diferentes áreas de especialização, como Contabilidade, Finanças, Marketing, Recursos Humanos e Estatísticas.

 

Tcheco ou inglês?

 

O ensino superior da República Tcheca tem mais de 1.000 programas acadêmicos acreditados ministrados na língua inglesa. Isso significa que, dependendo do seu curso de interesse, você consegue estudar em uma universidade tcheca sem precisar aprender o dificílimo idioma nacional.

 

Língua tcheca

 

Assim como na Alemanha, as graduações em instituições públicas e estaduais são totalmente gratuitas para todos os cidadãos de qualquer nacionalidade! O aluno estrangeiro arca apenas com algumas taxas padrões para a matrícula ou quando excede o limite da duração da estadia para estudos em uma língua estrangeira. O único probleminha é que para ser gratuito o curso deve ser estudado em tcheco.

 

Se você quiser fazer um curso acadêmico em inglês na República Tcheca, a experiência será paga; ainda assim, os valores são bem mais acessíveis do que em outros destinos. As taxas de ensino variam amplamente entre as instituições, desde opções gratuitas até U$ 22.000 por ano, dependendo da sua área de estudo.

 

Segundo a Embaixada da República Tcheca em Brasília, todas as universidades a seguir têm algum tipo de programas de bacharelado lecionados em inglês:

 

 

Trabalhar durante os estudos

 

Na República Tcheca, os estudantes internacionais matriculados em cursos acadêmicos têm direito a trabalhar por meio período durante os estudos. No entanto, a oferta de vagas é limitada devido a exigência de fluência no tcheco, apesar de haverem vagas para quem tem fluência no inglês. Mesmo que consiga uma oportunidade, é sempre aconselhável saber pelo menos o básico do idioma nacional.

 

O salário mínimo para trabalhos integrais (40 horas por semana) é de CZK 11.000 por mês ou CZK 66 por hora. Já as vagas de meio período costumam pagar uma média de CZK 100 por hora.

 

Visto de estudante para a República Tcheca

 

Você precisará de um visto de estudante para estudar na República Tcheca. A solicitação deve ser feita em uma embaixada ou consulado da República Tcheca, com a apresentação dos seguintes documentos:

 

  • Formulário de inscrição;
  • Carta de admissão;
  • Passaporte válido e fotos;
  • Prova de recursos financeiros para a sua estadia;
  • Confirmação de acomodação na República Tcheca;
  • Seguro de saúde internacional;
  • Atestado de Antecedentes Criminais.

 

Há dois tipos de visto: de curta duração para 90 dias e longa duração, para estadias de mais de 90 dias. Quem pretende permanecer por mais de um ano deve solicitar uma autorização de residência de longa duração com propósitos de estudos (long-term residence permit for study purposes).

 

Saiba também como solicitar a revalidação do seu diploma tcheco no Brasil.

 

Embaixada e Consulados Tchecos no Brasil

 

Além da Embaixada em Brasília, há consulados oficiais em São Paulo, Fortaleza, Recife, Salvador, Vitória, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Blumenau e Batayporã.

 

Visite o site oficial Study in Czech Republic para mais informações oficiais.

 

Leia também:

A Alemanha pode se tornar o destino de estudo mais popular da Europa?

As diferenças entre o sistema de ensino superior na América do Norte e na Europa

6 hábitos curiosos de europeus

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Estudar na República Tcheca

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.