Essenciais
Estude no exterior : Últimas notícias

Conheça as 10 melhores universidades do mundo segundo Ranking QS 2021

As dez melhores instituições de ensino superior do mundo de acordo com a mais recente edição do QS World University Ranking.

Conheça as 10 melhores universidades do mundo segundo Ranking QS 2021

A nova edição do famoso QS World University Ranking foi divulgada reafirmando o reinado do Massachusetts Institute of Technology (MIT), dos Estados Unidos, como a melhor universidade do mundo pelo nono ano consecutivo. Embora as instituições americanas continuem a dominar a lista, a Ásia teve o melhor desempenho desde a criação do ranking, com 26 universidades no top 100.

 

A avaliação conduzida pela empresa Quacquarelli Symonds analisa aproximadamente 5.500 instituições do mundo inteiro e lista as 1.000 melhores classificadas no ranking tradicional publicado anualmente.

 

A QS usa seis medidas de qualidade e cada uma delas vale uma porcentagem na pontuação final da universidade: reputação acadêmica (40%), reputação entre empregadores (10%), proporção entre estudantes e professores (20%); citações por acadêmico (20%); proporção de professores internacionais (5%) e proporção de estudantes internacionais (5%).

 

Os principais destaques do QS World University Ranking 2021 foram:

 

  • As quatro melhores universidades do mundo são americanas;
  • As instituições dos Estados Unidos ocupam dez posições no top 20;
  • A Oxford University, a melhor do Reino Unido, caiu uma posição e perdeu o quinto lugar para a California Institute of Technology (Caltech);
  • A Cambridge University conseguiu manter o sétimo lugar do ano passado, depois de cair uma posição por ano desde 2015, quando conquistou o segundo lugar;
  • 47 novas universidades conseguiram entrar para a lista das 1.000 classificadas nesta edição;
  • Pela primeira vez, 26 universidades asiáticas conquistaram uma vaga entre as 100 melhores do mundo;
  • As três melhores classificadas da Ásia ficaram no top 20: National University of Singapore (11ª), Nanyang Technological University (13ª) e Tsinghua University (15ª);
  • A Universidade de São Paulo (USP) atingiu o seu melhor desempenho no ranking até agora, na 115ª;
  • A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) caiu 19 posições para 233ª;
  • A Universidade de Buenos Aires é a melhor classificada da América Latina de novo; depois dela e antes da USP, está a Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM);
  • Pouco mais de 15% de todas as 1.000 instituições do QS World University Ranking 2021 são dos Estados Unidos;
  • Já o Reino Unido está representado por 84 universidades;
  • O Brasil conseguiu 14 lugares.

 

As 10 melhores universidades do mundo

 

A lista é anual e o resultado costuma diferir dos demais rankings mundiais como o Times Higher Education’s World University Rankings e o Academic Raking of World Universities (ARWU), embora as universidades consideradas as dez melhores do mundo quase sempre têm bons desempenhos nessas três listas mais famosas, mesmo que as posições variem de acordo com a métrica de avaliação de cada empresa.

 

Conheça a seguir um pouco sobre cada uma das dez universidades consideradas as melhores do mundo no QS World University Ranking 2021:

 

1) Massachusetts Institute of Technology (MIT), Estados Unidos

 

 

Pontuação: 100%

 

Desde 2012, o MIT ocupa a primeira posição do QS World University Ranking. Ela tem nota máxima nas métricas de reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção entre estudantes e professores e proporção de professores internacionais. Em citações por acadêmicos, ela tirou 99,1%.

 

Fundada em 1861, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts é formado por um corpo discente de aproximadamente 1.000 membros e recebe mais de 11.000 estudantes de graduação e pós-graduação todos os anos. A instituição é um ícone mundial nas áreas de tecnologia e ciências, desenvolvendo pesquisas revolucionárias em campos como inteligência artificial e cura do câncer.

 

Entretanto, mesmo que o seu forte seja a tecnologia, ela tem um dos maiores programas de equipes universitárias do mundo e 12 museus e galerias dentro do campus, localizado na cidade de Cambridge, Massachusetts, na costa leste dos Estados Unidos.

 

2) Stanford University, Estados Unidos

 

 

Pontuação: 98,4%

 

A Stanford, uma universidade particular dos Estados Unidos fundada em 1885, é a número dois do mundo desde a edição de 2017 do QS World University Ranking. Esse desempenho é impressionante para uma universidade que em 2012, na primeira versão do ranking, estava no 12º lugar.

 

Ela conseguiu 100% nas métricas de reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção entre estudantes; e também uma pontuação quase perfeita em proporção de professores internacionais.

 

Localizada no norte do estado da Califórnia, nos Estados Unidos, os acadêmicos, estudantes e ex-alunos trabalham em peso no Vale do Silício, bem próximo ao campus, que é um dos maiores do país.

 

Atualmente, ela recebe mais de 16.000 discentes; mantém um corpo docente de mais de 4.400 integrantes; e é formada por sete escolas acadêmicas e 18 centros de pesquisas interdisciplinares.

 

3) Harvard University, Estados Unidos

 

 

Pontuação: 97,9%

 

A famosíssima Harvard também mantém a mesma posição desde 2017. Antes disso, ela conseguiu o segundo lugar no ranking da QS em 2015 e 2016. Nesta edição, os 100% vieram apenas nos quesitos reputação acadêmica e reputação entre empregadores.

 

A Harvard acolhe 23.373 estudantes, dos quais 5.039 são estrangeiros (85% estão matriculados em pós-graduações).

 

Também localizada em Cambridge, em Massachusetts, ela é uma das instituições de ensino superior mais conhecidas pelo mundo e faz parte da Ivy League, o grupo das melhores instituições da costa leste dos Estados Unidos.

 

4) California Institute of Technology (Caltech), Estados Unidos

 

 

Pontuação: 97

 

Responsável por desbancar a Oxford esse ano, o Caltech atingiu 100% em proporção entre estudantes e professores e proporção de estudantes internacionais. De fato, dos seus 1.022 membros do corpo docente, 650 são estrangeiros.

 

O Instituto de Tecnologia da Califórnia, na costa oeste dos Estados Unidos, foi fundado em 1891 e atualmente é um dos núcleos mais importantes de pesquisas científicas do país. Embora se destaque em tecnologia e engenharia, ela também oferece programas de música, teatro, artes visuais e outras áreas criativas.

 

5) University of Oxford, Reino Unido

 

 

Pontuação: 96,7%

 

O melhor resultado da Oxford University no QS World University Ranking foi na edição passada, quando alcançou o quarto lugar. Neste ano, ela conseguiu 100% em reputação acadêmica, reputação entre empregadores e proporção entre estudantes e professores. A pior métrica foi a de citações por acadêmico – 81,4%.

 

Ela tem o melhor desempenho do Reino Unido e é, com certeza, uma das universidades mais famosas do mundo. Oxford é a instituição mais antiga do mundo anglófono e a mais antiga do país.

 

Localizada na cidade medieval de Oxford, a universidade acolhe 20.735 estudantes, dos quais 8.115 são internacionais. Ela já formou 250.000 ex-alunos, entre eles 120 medalhistas olímpicos, 26 vencedores do Prêmio Nobel e 30 líderes do mundo moderno.

 

6) ETH Zurique, Suíça

 

 

Pontuação: 95

 

O Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, foi crescendo no QS World University Ranking desde a primeira edição, quando ficou na 13ª posição. Ele conseguiu 100% em proporção de professores internacionais e 98,7% em reputação acadêmica.

 

A única instituição de ensino superior da Europa no top 10, além das universidades britânicas, ela é formada por 2.621 professores e 18.000 estudantes. O seu corpo docente tem 1.903 integrantes internacionais.

 

Localizado na capital da Suíça e fundado em 1855, o ETH é uma das universidades mais importantes do mundo nas áreas de ciência e tecnologia, formado por 16 departamentos acadêmicos. As suas graduações são ministradas em alemão, enquanto a grande maioria das pós-graduações tem o inglês como idioma oficial de instrução.

 

7) University of Cambridge, Reino Unido

 

 

Pontuação: 94,3%

 

A Cambridge começou em segundo lugar na primeira edição do QS World University Ranking 2012; e em 2015 conseguiu chegar na mesma colocação. Depois disso, ela caiu uma posição por ano, até o sétimo lugar ano passado, desempenho que ela repetiu nesta última edição.

 

Ela conseguiu 100% em quatro métricas: reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção entre estudantes e professores e proporção de professores internacionais. O que faz a sua pontuação cair são os 69,2% em citações por acadêmico, que mede a produção de pesquisas científicas da universidade.

 

Localizada no centro de Cambridge, na Inglaterra, a instituição foi fundada em 1209 e é formada por 31 faculdades autônomas. Ela recebe quase 20.000 estudantes no total; 7.307 estrangeiros. O seu corpo docente é predominantemente internacional: 2.954 de 5.755 professores.

 

8) Imperial College London, Reino Unido

 

 

Pontuação: 93,6%

 

O melhor desempenho da Imperial College London (ICL) no QS World University Ranking foi em 2015, quando conseguiu empatar em segundo lugar. Desde 2017, ela fica sempre em oitava ou nona.

 

Nesta última edição, ela tem 100% em proporção de professores internacionais e proporção de estudantes internacionais. Da fato, dos seus 17.413 alunos, 10.013 são estrangeiros de mais de 140 países diferentes. E o seu corpo docente de 3.825 professores é formado por 2.107 membros internacionais.

 

Uma das razões para o seu multiculturalismo é a sua localização em Londres, uma das principais metrópoles do mundo, que também proporciona à Imperial a proximidade com algumas das mais importantes organizações e empresas multinacionais, museus, galerias e outros pontos icônicos.

 

9) University of Chicago, Estados Unidos

 

 

Pontuação: 93,1%

 

A University of Chicago, dos Estados Unidos, tem um desempenho estável no QS World University Ranking, sempre em nona ou décima desde 2016. Nesta edição, ela não atingiu a nota máxima em nenhuma métrica. A sua pontuação melhor é a de 99,4% em reputação acadêmica.

 

Fundada em 1856 na área urbana de Chicago, Illinois, ela tem uma excelente reputação nos Estados Unidos, com fortes acadêmicos em sociologia, economia, direito e crítica literária. Um quarto dos seus 16.000 estudantes é estrangeiro. Entre os seus ex-alunos, encontram-se 29 indicados ao Prêmio Nobel e o presidente Barack Obama.

 

10) University College London (UCL), Reino Unido

 

 

Pontuação: 92, 9%

 

A UCL tem 100% em proporção de estudantes internacionais - 51% de todos os seus estudantes são estrangeiros de mais de 150 países. Ela começou o ranking em 2012 na quarta posição; repetiu o desempenho na edição seguinte e a partir daí oscilou bastante até o décimo lugar neste ano.

 

Localizada em Londres, o seu foco principal é a pesquisa científica, com mais de 670 cursos de pós-graduação em diversas áreas de estudo.

 

Leia mais:

Por que as universidades de Boston são as mais desejadas pelos estudantes?

Os rankings das universidades mais jovens do mundo

EUA têm melhor sistema de ensino superior do mundo, segundo U21

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

As 10 melhores cidades universitárias de 2015

O QS Top Universities lançou mais uma lista útil para quem está considerando estudar no exterior: as 10 melhores cidades universitárias do mundo. Para constar no ranking, elas deveriam ter pelo menos duas universidades no ranking da QS World University Rankings e uma população de mais de 250 mil habitantes. As cidades foram avaliadas em cinco fatores: ranking universitário, diversidade de estudantes, empregos, atração de estudantes e acessibilidade financeira.

4.8K

As 20 melhores cidades estudantis do mundo de 2017, segundo ranking QS

Montreal, eleita a melhor cidade estudantil de 2017, desbancou Paris, invicta há cinco anos.   Duas cidades francófonas dominaram o índice QS Best Student Cities, lista das melhores cidades do mundo para estudantes internacionais. Montreal, no Canadá, ultrapassou Paris e conquistou o primeiro lugar da lista. Localizada na província de Quebec, ela tem a segunda maior população nativa na língua francesa do mundo, perdendo apenas para a própria capital

4K

LinkedIn lista as 10 faculdades mais influentes do mundo na rede

O LinKedIn costuma fazer listas das marcas mais influentes na rede social separadas por setores. Um deles é o da educação. A edição mais atual listou as 50 instituições mais influentes do mundo segundo a avaliação de marketing de conteúdo do LinkedIn, que analisa todas as atividades das marcas na plataforma, como updates na página da empresa, compartilhamentos dos seus colaboradores, posts patrocinados, atividades em grupos na rede e textos publicados.  

1.9K