Essenciais
Estude no exterior : Últimas notícias

Estudar no exterior em 2021 durante a pandemia da Covid-19

Será possível estudar no exterior em 2021? Entenda a situação nos principais destinos de estudo do mundo: Reino Unido, Irlanda, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e EUA.

Estudar no exterior em 2021 durante a pandemia da Covid-19

Com a Covid-19 atrapalhando as viagens e os estudos internacionais pelo mundo inteiro, quem deseja iniciar seu curso no exterior em 2021 está cheio de incertezas. Embora a pandemia signifique que não há uma resposta definitiva, visto que a situação está mudando e evoluindo o tempo todo, reunimos aqui uma pequena atualização sobre as últimas notícias e onde você pode obter mais informações de admissão e suporte para a sua inscrição em alguns dos principais destinos do mundo.

 

Posso me inscrever para estudar no exterior em 2021?

 

A resposta curta para a maioria dos casos é sim. Se você pretende começar seu estudo em 2021 ou no final de 2020, há opções de inscrição e entrada disponíveis para o início de 2021.

 

Se, devido ao Covid-19, você não puder frequentar fisicamente o campus ou viajar para o país devido às restrições de viagens, muitas universidades estão trabalhando em conjunto com governos do mundo todo para criar opções de estudo para futuros e atuais estudantes internacionais.

 

Para os países que têm fronteiras rígidas, as universidades e provedores de treinamento estão oferecendo aos alunos internacionais em potencial a opção de iniciar seus estudos online, com uma transição para opções no campus assim que as fronteiras forem reabertas ou acordos de viagem sancionados entrem em vigor para novas turmas de estudantes internacionais.

 

Abaixo estão algumas das atualizações mais recentes. No entanto, como a situação está evoluindo e mudando rapidamente, recomendamos manter-se atualizado com as últimas notícias dos canais oficiais do governo e das universidades.

 

Visite nossa página de notícias sobre educação global para atualizações regulares!

 

1. Estudar no Reino Unido em 2021

 

Estudar no Reino Unido em 2021

 

O Reino Unido está empenhado em apoiar os estudantes internacionais e está aberto para as admissões do ano letivo de 2020/2021.

 

Se você está se inscrevendo para estudar no Reino Unido, é melhor manter contato com sua universidade e os canais oficiais do governo, pois pode haver mudanças na data de início e nos arranjos do campus, ou pode ser necessário que você comece seus estudos online.

 

O Reino Unido também anunciou um visto de trabalho após os estudos estendido para dois anos, o que oferece uma grande oportunidade para os estudantes internacionais estenderem a sua estadia no país e iniciarem suas carreiras no exterior. As novas regras incluem também todos os alunos que iniciarem os estudos online devido às restrições do coronavírus, desde que cheguem ao Reino Unido até abril de 2021.

 

Sendo o primeiro país no mundo a administrar as vacinas contra a Covid em sua população, talvez tenhamos boas notícias sobre o Reino Unido muito em breve em 2021.

 

Visite o site oficial do governo britânico, o Study UK.

 

2. Estudar na Irlanda em 2021

 

Estudar na Irlanda em 2021

 

A Irlanda atualmente tem restrições ativas de viagens internacionais para lidar com a pandemia da Covid-19, e as restrições de uso dos campi universitários estão em vigor, mas sob revisão constante.

 

Apesar disso, as universidades da Irlanda ainda estão trabalhando com as autoridades governamentais para minimizar as interrupções e receber novos alunos para o ano acadêmico de 2020/21.

 

Dependendo dos desenvolvimentos mais recentes do coronavírus, as datas de início das aulas podem ser adiadas ou talvez ser necessário começar os seus estudos por meio do aprendizado online até que seja declarado seguro para prosseguir com o aprendizado no campus.

 

Visite o site oficial do governo irlandês, o Education in Ireland.

 

3. Estudar no Canadá em 2021

 

Estudar no Canadá em 2021

 

O Canadá atualmente tem proibições de viagens internacionais ativas para enfrentar a pandemia da Covid-19, o que significa que nenhum estudante internacional em potencial ou atual com permissão de estudo concedida após 18 de março de 2020 pode entrar no país.

 

Embora a situação ainda esteja em evolução e haja uma proibição estrita de viagens, você ainda pode se inscrever para estudar no Canadá em 2021. O governo canadense permitiu que os estudantes internacionais comecem seus estudos online até que seu visto possa ser devidamente verificado e avaliado e as fronteiras voltem a abrir.

 

Os alunos internacionais que começarem os estudos online ainda serão elegíveis para se candidatar a uma autorização de trabalho de após os estudos – Post Study Work Permit – ao final de sua graduação, desde que tenham solicitado uma autorização de estudo antes de 15 de setembro de 2020 e possam provar que 50% do curso foi concluído no Canadá.

 

Até o momento, as universidades canadenses têm reclamado do atraso do governo em aprovar os planos de segurança contra Covid-19, que foram obrigadas a providenciar para voltar a receber estudantes presencialmente no campus.

 

Visite o site oficial do governo canadense, o EduCanada.

 

4. Estudar na Austrália em 2021

 

Estudar na Austrália em 2021

 

Se você está se inscrevendo para começar seus estudos no Semestre 1 ou Trimestre 1 de 2021 na Austrália, as inscrições começaram a abrir em agosto de 2020, dependendo das datas de admissão das universidades.

 

A Austrália atualmente tem proibições de viagens internacionais em andamento para lidar com a pandemia da Covid-19. No entanto, as universidades estão trabalhando em estreita colaboração com o governo para planejar a admissão de estudantes internacionais no início de 2021.

 

Isso foi comprovado na prática com o primeiro voo fretado da Charles Darwin University (CDU) que levou o primeiro grupo de estudantes internacionais – da China, Hong Kong, Vietnã e Indonésia – a entrar no país desde o início da pandemia. A CDU está em contato direto com o governo para organizar o segundo voo no início de 2021, que deverá levar estudantes indianos dessa vez.

 

Embora a situação esteja evoluindo ainda, você pode solicitar um visto de estudante para estudar na Austrália. Muitas universidades fizeram a transição para os estudos online para que os estudantes internacionais possam começar seus estudos virtualmente até que as restrições de viagens sejam suspensas.

 

Os estudos online cursados fora da Austrália valerão a partir do momento da concessão do seu visto de estudante. Se você estiver se inscrevendo em um visto de Subclasse 485 de fora do país, precisa ter ou ter tido um visto de estudante nos últimos 12 meses. Entenda melhor aqui!

 

Visite o site oficial do governo australiano, o Study Australia.

 

5. Estudar na Nova Zelândia em 2021

 

Estudar na Nova Zelândia em 2021

 

As inscrições para a admissão no Semestre 1 ou Trimestre 1 de 2021 na Nova Zelândia também começaram em meados de agosto, dependendo dos prazos da universidade.

 

A Nova Zelândia atualmente tem proibições de viagens internacionais muito rígidas para prevenir o alastramento do coronavírus. De faro, a resposta neozelandesa à pandemia foi considerada uma das melhores do mundo, erradicando os casos de Covid-19 duas vezes em 2020.

 

As universidades estão trabalhando em estreita colaboração com o governo para planejar a admissão de estudantes internacionais no início de 2021. Atualmente, não há garantias de abertura das fronteiras, mas você ainda pode se inscrever para estudar um curso de uma universidade neozelandesa em 2021. Muitas universidades fizeram a transição para os estudos online para que os estudantes internacionais possam começar o curso virtualmente até que as restrições de viagem sejam suspensas.

 

Visite o site oficial do governo australiano, o Study in New Zealand.

 

6. Estudar nos Estados Unidos em 2021

 

Estudar nos Estados Unidos em 2021

 

Os EUA têm restrições de viagens limitadas e estão aceitando estudantes internacionais, o que significa que você pode se inscrever para começar seus estudos no ano acadêmico de 2020/21.

 

No entanto, a partir de março de 2020, qualquer estudante internacional com status “novo” ou “iniciante” que estiver estudando fora dos EUA por causa da pandemia não poderá entrar e se inscrever em um curso de estudo em tempo integral em uma universidade do país se ele for 100% ministrado online.

 

Os alunos atuais ainda podem manter seus vistos de estudante se seus cursos tiverem feito a transição para o estudo online devido a Covid-19. Recomendamos que os alunos entrem em contato direto com sua universidade se não tiverem certeza.

 

Visite o site oficial do governo australiano, o USA.gov.

 

Mantenha-se informado com o Hotcourses Brasil

 

Em 2021, nos esforçaremos a reunir aqui, como sempre, conteúdo, notícias e dicas para ajudá-lo a realizar o seu sonho de estudar no exterior. Você pode:

 

 

(Texto original publicado no site do IDP. Tradução e Localização por Brenda Bellani.)

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

As 10 melhores cidades universitárias de 2015

O QS Top Universities lançou mais uma lista útil para quem está considerando estudar no exterior: as 10 melhores cidades universitárias do mundo. Para constar no ranking, elas deveriam ter pelo menos duas universidades no ranking da QS World University Rankings e uma população de mais de 250 mil habitantes. As cidades foram avaliadas em cinco fatores: ranking universitário, diversidade de estudantes, empregos, atração de estudantes e acessibilidade financeira.

4.9K

As 20 melhores cidades estudantis do mundo de 2017, segundo ranking QS

Montreal, eleita a melhor cidade estudantil de 2017, desbancou Paris, invicta há cinco anos.   Duas cidades francófonas dominaram o índice QS Best Student Cities, lista das melhores cidades do mundo para estudantes internacionais. Montreal, no Canadá, ultrapassou Paris e conquistou o primeiro lugar da lista. Localizada na província de Quebec, ela tem a segunda maior população nativa na língua francesa do mundo, perdendo apenas para a própria capital

4.2K

LinkedIn lista as 10 faculdades mais influentes do mundo na rede

O LinKedIn costuma fazer listas das marcas mais influentes na rede social separadas por setores. Um deles é o da educação. A edição mais atual listou as 50 instituições mais influentes do mundo segundo a avaliação de marketing de conteúdo do LinkedIn, que analisa todas as atividades das marcas na plataforma, como updates na página da empresa, compartilhamentos dos seus colaboradores, posts patrocinados, atividades em grupos na rede e textos publicados.  

1.9K