Essenciais
Estude no exterior : Últimas notícias

Prazo para bolsas de Doutorado Pleno no Exterior do Capes é prorrogado

Inscrições para o Programa Doutorado Pleno no Exterior totalmente financiado pelo Capes é prorrogado para o dia 14 de outubro de 2016. Saiba como se inscrever!

 Prazo para bolsas de Doutorado Pleno no Exterior do Capes é prorrogado
1320

O Programa de Doutorado Pleno no Exterior do Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) do governo brasileiro prorrogou o prazo de inscrição para as bolsas de estudo integrais para doutorados (PhD) em universidades internacionais para o dia 14 de outubro de 2016. O resultado final da seleção será feito no dia 15 de maio de 2017 e a complementação de documentos até o dia 30 de junho de 2017. Os estudos no exterior para os selecionados deste edital terão início entre julho e novembro do ano que vem.

 

Valor e duração

 

As bolsas individuais deste programa são totalmente financiadas pelo Capes e são direcionadas a estudantes com alto desempenho acadêmico de diversas áreas do conhecimento. Com duração de 12 meses, o programa cobre o valor da mensalidade, viagem, acomodação e seguro saúde. A bolsa pode ser renovada por até 48 meses, até a defesa da tese, de acordo com o desempenho do bolsista durante os estudos.

 

Inscrição e seleção

 

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site do Capes (primeiramente, será necessário criar o seu cadastro). A seleção é feita com base na verificação dos documentos do candidato, análise de mérito, entrevista, entre outras fases com caráter eliminatório e classificatório.

 

Os candidatos são permitidos a indicar até duas instituições para cursar o doutorado no exterior. A decisão sobre qual será realmente selecionada é feita exclusivamente pelo Capes.

 

Leia na íntegra o regulamento para a inscrição no Programa de Doutorado Pleno no Exterior do Capes.

 

Instituições

 

Uma das instituições estrangeiras participantes do programa é a Mary Immaculate College, na Irlanda. As bolsas também são válidas para quem tem interesse de estudar em universidades canadenses como a Western University, Universidade de Alberta, Universidade de Calgary, Universidade Laval, uOttawa, entre outras.

 

Leia mais:

Alteração no Ciência sem Fronteiras beneficiarão bolsas para pós-graduação

A melhor forma de pedir por uma bolsa de estudo no exterior

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Pós-graduação
SOBRE O AUTOR

 Prazo para bolsas de Doutorado Pleno no Exterior do Capes é prorrogado

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

As 10 melhores cidades universitárias de 2015

O QS Top Universities lançou mais uma lista útil para quem está considerando estudar no exterior: as 10 melhores cidades universitárias do mundo. Para constar no ranking, elas deveriam ter pelo menos duas universidades no ranking da QS World University Rankings e uma população de mais de 250 mil habitantes. As cidades foram avaliadas em cinco fatores: ranking universitário, diversidade de estudantes, empregos, atração de estudantes e acessibilidade financeira.

3205

As 20 melhores cidades estudantis do mundo de 2017, segundo ranking QS

Montreal, eleita a melhor cidade estudantil de 2017, desbancou Paris, invicta há cinco anos.   Duas cidades francófonas dominaram o índice QS Best Student Cities, lista das melhores cidades do mundo para estudantes internacionais. Montreal, no Canadá, ultrapassou Paris e conquistou o primeiro lugar da lista. Localizada na província de Quebec, ela tem a segunda maior população nativa na língua francesa do mundo, perdendo apenas para a própria capital

2944

LinkedIn lista as 10 faculdades mais influentes do mundo na rede

O LinKedIn costuma fazer listas das marcas mais influentes na rede social separadas por setores. Um deles é o da educação. A edição mais atual listou as 50 instituições mais influentes do mundo segundo a avaliação de marketing de conteúdo do LinkedIn, que analisa todas as atividades das marcas na plataforma, como updates na página da empresa, compartilhamentos dos seus colaboradores, posts patrocinados, atividades em grupos na rede e textos publicados.  

1361