Essenciais
Estude no exterior : Últimas notícias

Ásia lidera ranking QS das melhores universidades mais jovens do mundo

As melhores universidades mais jovens do mundo segundo ranking QS Top 50 Under 50 2021; instituições asiáticas são destaque em 2020-2021

Melhores universidades mais jovens do mundo segundo QS Top 50 Under 50 2021

A Nanyang Technological University (imagem), de Singapura, continua sendo a melhor universidade mais jovem do mundo, de acordo com a mais recente edição do QS Top 50 Under 50 2021, um ranking anual publicado desde 2012 para avaliar exclusivamente as instituições de ensino superior de até 50 anos de idade. Além do topo da lista, as universidades asiáticas também ocupam a segunda, terceira e quarta posição.

 

Como explicamos no artigo sobre rankings das universidades mais jovens do mundo, este tipo de análise é diferente das listas gerais por permitir que instituições mais novas, comparadas a grandes potencias internacionais como Cambridge e Oxford com centenas de anos, tenham a chance de se destacar pela sua reputação e avanço no ensino superior.

 

Além disso, o ranking QS Top 50 Under 50 (ou “50 com menos de 50”) muda amplamente a cada edição por considerar apenas universidades com até 50 anos de idade. Por isso, se uma instituição celebra seu 50º aniversário, ela deixa de ser considerada no ranking das mais jovens e passa a integrar apenas o QS World University Ranking.

 

Ásia: uma potência acadêmica em crescimento acelerado

 

Não é de hoje que a Ásia se destaca neste ranking da QS. Ano passado a Nanyang Technological Univerity (NTU), que inclusive é a 13º melhor do mundo no ranking global da QS, já ocupava a primeira posição. Além do top 4 completo, as universidades da Ásia estão em sete lugares do top 10.

 

Além da Ásia, outra digna de nota é a Austrália, que tem sete instituições entre as 30 melhores. Isso é sempre um indicativo de potências em crescimento, que podem ganhar cada vez mais espaço no mundo da educação internacional.

 

Brasil

 

A única universidade brasileira a aparecer nesta lista é a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), fundada em 1976. Ela ficou na faixa das 71-80 melhores jovens universidades do mundo.

 

As 20 melhores universidades mais jovens do mundo

 

Melhores universidades mais jovens do mundo 2021

 

1. Nanyang Technological University (NTU) - Singapura

2. The Hong Kong University of Science and Technology (HKUST) – Hong Kong

3. Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST) – Coreia do Sul

4. City University of Hong Kong – Hong Kong

5. Université PSL (Paris Sciences & Lettres) - França

6. The Hong Kong Polytechnic University – Hong Kong

7. Pohang University of Science and Technology (POSTECH) – Coreia do Sul

8. Sorbonne University - França

9. Aalto University – Finlândia

10. Universiti Putra Malaysia (UPM) - Malásia

11. University of Technology Sydney (UTS) – Austrália

12. CentraleSupélec – França

13. Univeriti Teknologi Malaysia -  Malásia

14. University of Wollongong – Austrália

15. Khalifa University – Emirados Árabes

16. Queensland University of Technology (QUT) - Austrália

17. Curtin University - Austrália

18. RMIT University – Austrália

19. Maastricht University – Holanda

20. University of Antwerp - Bélgica

 

Veja o QS Top 50 Under 50 2021 na íntegra.

 

Saiba mais: as 3 melhores universidades mais jovens do mundo

 

Aprofunde o seu conhecimento sobre as três universidades asiáticas que conquistaram os melhores lugares no QS Top 50 Under 50 2021:

 

1. Nanyang Technological University (NTU)

 

A Universidade Tecnológica de Nanyang é a maior instituição de pesquisa de Singapura, com missão de formar líderes em criatividade empresarial. Ela tem 33.000 estudantes no total matriculados em suas faculdades de Medicina, Engenharia, Negócios, Ciências, Humanas, Artes e Ciências Sociais e também na Faculdade de Pós-Graduação. Inclusive, a sua Escola de Medicina Lee Kong Chian tem parceria com Inperial College London, no Reino Unido (a nona melhor universidade do mundo segundo a QS), para oferecer diplomas conjuntos.

 

A NUT foi inaugurada em 1991, com a junção do Nanyang Technological Institute e o National Institute of Education, e ao longo dos últimos 30 anos se transformou em uma universidade global de pesquisas científicas intensas.

 

A sua missão é, segundo o seu site oficial, ser “uma grande instituição global baseada em ciências e tecnologia que forma líderes por meio da pesquisa e da ampla educação em diversas disciplinas”.

 

Além da qualidade evidente do ensino e pesquisa na NUT, ela também tem um dos campi listados sempre entre os 15 mais bonitos do mundo. Localizado no oeste de Singapura, ele tem 200 hectares e 57 construções com certificação Green Mark, o que indica também o seu compromisso com a sustentabilidade.

 

No ranking mundial da QS de 2020-2021, a universidade conseguiu a impressionante 13ª posição, entre instituições dos Estados Unidos, Reino Unido e Suíça.

 

2. Hong Kong University of Science and Technology (HKUST)

 

Também fundada em 1991, a Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong, mais conhecida como HKUST, tem foco em pesquisa e uma reputação internacional de excelência. A sua missão é promover o aprendizado e o conhecimento por meio do ensino e da pesquisa, principalmente em programas de pós-graduação.

 

As opções de estudo abrangem áreas de Administração e Negócios, Estudos Interdisciplinares, Engenharia, Humanas, Ciências Sociais e Ciências. Os estudantes podem escolher entre mestrados e doutorados tanto profissionais quanto de pesquisa, porque o inglês é o idioma oficial de instrução da Universidade. Com isso, ela consegue acolher acadêmicos discentes e docentes de todas as partes do mundo – mais de 70% dos seus estudantes de pós-graduação vêm de mais de 60 países e regiões diferentes.

 

A HKUST é o lugar certo para quem quer cultivar habilidades de empreendedorismo. A instituição tem instalações de última geração, mais de 50 institutos de pesquisa, laboratórios, centro de conhecimento para líderes científicos e uma renomada incubadora de empresas.

 

Visite o site oficial da HKUST.

 

3. Korea Advanced Institute of Science and Technology (KAIST)

 

O Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia, popularmente chamado de KAIST, é uma das cinco melhores instituições de ensino superior da Coreia do Sul. Ele é uma universidade pública em Daejeon com foco acadêmico e de pesquisa em Física, Química, Nanociência, Matemática, Engenharia, Ciências Biológicas, Computação e várias outras.

 

Um dos seus principais atrativos para estudantes internacionais é ser uma instituição bilíngue. Quase 80% de todos os seus cursos são ministrados em inglês.

 

Saiba mais sobre a KAIST aqui.

 

Leia também:

10 razões para estudar na Coreia do Sul

Reino Unido: novo ranking revela as melhores universidades de 2020-2021

Como usar os rankings universitários mundiais

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

As 10 melhores cidades universitárias de 2015

O QS Top Universities lançou mais uma lista útil para quem está considerando estudar no exterior: as 10 melhores cidades universitárias do mundo. Para constar no ranking, elas deveriam ter pelo menos duas universidades no ranking da QS World University Rankings e uma população de mais de 250 mil habitantes. As cidades foram avaliadas em cinco fatores: ranking universitário, diversidade de estudantes, empregos, atração de estudantes e acessibilidade financeira.

4.8K

As 20 melhores cidades estudantis do mundo de 2017, segundo ranking QS

Montreal, eleita a melhor cidade estudantil de 2017, desbancou Paris, invicta há cinco anos.   Duas cidades francófonas dominaram o índice QS Best Student Cities, lista das melhores cidades do mundo para estudantes internacionais. Montreal, no Canadá, ultrapassou Paris e conquistou o primeiro lugar da lista. Localizada na província de Quebec, ela tem a segunda maior população nativa na língua francesa do mundo, perdendo apenas para a própria capital

4K

LinkedIn lista as 10 faculdades mais influentes do mundo na rede

O LinKedIn costuma fazer listas das marcas mais influentes na rede social separadas por setores. Um deles é o da educação. A edição mais atual listou as 50 instituições mais influentes do mundo segundo a avaliação de marketing de conteúdo do LinkedIn, que analisa todas as atividades das marcas na plataforma, como updates na página da empresa, compartilhamentos dos seus colaboradores, posts patrocinados, atividades em grupos na rede e textos publicados.  

1.9K