Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

21 técnicas de revisão para estudantes

Conheça 21 técnicas diferentes para revisar o conteúdo do seu curso e reter os conhecimentos e aprendizados com eficiência.

21 técnicas de revisão de conteúdo para estudantes

Como otimizar os seus estudos sem ficar maçante? Há diversas técnicas de revisão que te ajudarão a se preparar melhor para provas, mas não só isso. O principal objetivo de saber fazer uma revisão bem feita é reter o conteúdo e levá-lo para a vida.

 

Reunimos a seguir 21 técnicas diferentes de revisão facilmente aplicáveis.

 

Encontrar sua universidade no exterior

 

1. Que tipo de aluno você é?

 

Cada cérebro funciona de maneira diferente e as técnicas de revisão que funcionam para você podem não servir aos seus amigos. Você pode aprender melhor visualmente, oralmente, verbalmente, por meio de demonstração ou uma combinação dos de vários métodos.

 

Por isso, para uma revisão bem-sucedida, é importante entender: que tipo de aluno você é? Muitos testes online ajudam a descobrir a resposta para essa pergunta. Você pode descobrir também com o nosso artigo sobre estilos de aprendizagem.

 

2. Planeje com antecedência

 

O planejamento é uma das partes mais importantes da revisão. Tudo isso ajudará a estar sob o mínimo estresse possível no dia da prova. Planeje as técnicas de revisão que você usará, reúna todos os recursos e materiais necessários e crie um cronograma de estudo realista antes de iniciar a revisão.

 

3. Programe o seu dia

 

Cronograma de revisão: técnicas de revisão de conteúdo para estudantes

 

Embora você tenha que passar bastante tempo em sala de aula ou assistindo a aulas virtuais, caso estude online, também precisará estudar fora do horário escolar. É o que as universidades internacionais chamam de estudos independentes.

 

Para isso, tenha uma programação diária identificando quais tópicos cobrir, em quais horas trabalhar, quando fazer suas pausas e como dividir tudo o que você precisa revisar. Ao agendar seu tempo de estudo, atente-se para reservar pausas, alimentação, exercícios e sono – tudo muito necessário para uma rotina saudável e, inclusive, para estudar melhor.

 

4. Faça pausas

 

É essencial dividir o seu tempo de estudo com intervalos regulares. Não se sinta culpado, pois as pausas curtas dão ao seu cérebro a chance de consolidar as informações que você está aprendendo. Esta técnica de revisão é facilmente esquecida, mas é importante.

 

Você pode fazer uso de técnicas comprovadamente eficientes, como a Pomodoro, para melhorar a concentração e produtividade.

 

5. Assistir a tutoriais no YouTube

 

Você ficará surpreso com a eficácia do YouTube para revisão. Essa rede social está inundada de conteúdo educacional. Se você já identificou que aprende melhor por meio de vídeos e acha essa estratégia mais envolvente, experimente os tutoriais no YouTube. Mas lembre-se: procure canais confiáveis, de professores, por exemplo.

 

6. Flashcards

 

Como usar flashcards para a revisão de conteúdo

 

De todas as técnicas de revisão disponíveis, você com certeza já deve ter ouvido falar desta. Os flashcards são pequenos cartões de papel resistente usados com palavras-chave ou perguntas para testar os seus conhecimentos.

 

Você pode usá-los para manter cada assunto separado e evitar confusão; usar cores diferentes de flashcards para assuntos diferentes; lembrar e repassar termos ou fórmulas importantes etc.

 

7. Faça apresentações em PowerPoint

 

Criar uma apresentação sobre o que você aprendeu não testa apenas a sua memória, mas também a sua capacidade de recuperar o conteúdo aprendido e verbalizá-lo. Isso solidificará o conhecimento que você precisa reter.

 

Além de saber mexer no Power Point ser uma habilidade muito interessante de ser ter para a sua vida pessoal, educacional e profissional.

 

8. Teste os seus conhecimentos com os seus amigos

 

Por que não testar o conhecimento dos seus colegas de classe e vice-versa? Criem um grupo de estudo, revisem a matéria juntos (mesmo que em alguma plataforma online, se ainda não for possível aglomerar) e tomem perguntas uns dos outros.

 

Assim você terá a chance de ver onde está com o seu estudo independente e, ao mesmo tempo, aprender com os amigos no processo.

 

9. Faça com que seus amigos testem você

 

A técnica acima é uma via de mão dupla. Se você testa seus amigos, eles devem o favor de testá-lo também. Essa técnica de revisão em duplas ou em grupos pode ser divertida, produtiva e uma forma de se socializar mesmo que virtualmente.

 

10. Crie musiquinhas com o conteúdo

 

Essa técnica de revisão é uma ótima maneira de deixar mais envolventes e divertidos os tópicos de estudo mais maçantes para você. Grave-se e reproduza o áudio durante o dia, para inserir o conhecimento na sua memória.

 

11. Revise enquanto corre

 

Técnicas de revisão: repassar o conteúdo durante o treino

 

Se você pratica corrida ou academia, por exemplo, por que não juntar a isso uma revisão produtiva? Você pode gravar as suas aulas ou então a sua voz falando sobre a matéria e ouvir os áudios durante a prática do exercício. Pode também se testar mentalmente, explicar os assuntos em voz alta (se você malhar em casa) ou até mesmo praticar aquelas musiquinhas que criou. Isso pode inclusive ajudar a passar o tempo do treino mais rápido.

 

12. Crie memes perspicazes

 

Se você gosta de deixar as coisas mais divertidas, até mesmo os estudos, tente transformar suas anotações de estudo em memes. É uma chance de ser criativo e, muitas vezes, quando encontramos algo engraçado, isso fica mais firme em nossa memória de longo prazo.

 

13. Use post-its

 

Os post-its podem ser uma alternativa saudável de olhar para uma tela o tempo todo. Embora tenham um uso parecido com o dos flashcard, o diferencial é terem um lado aderente, ou seja, você consegue colá-los no caderno, na sua mesa, no espelho ou em qualquer lugar da casa onde você possa vê-lo com frequência até gravar o que estiver escrito neles.

 

14. Ouça música calmante

 

Música calmante, seja sons da selva, trilha sonora de pássaros ou ondas, músicas instrumentais calmas, ou o que você quiser, pode proporcionar a um estudo mais eficaz e maior concentração.

 

Contanto que não distraiam demais, esses sons de fundo têm a capacidade de incitar o estado de espírito certo para aprender.

 

15. Use a sua memória sensorial a seu favor

 

Tente usar uma determinada blusa para revisar e, depois, use-a para o exame. Isso também funciona com qualquer joia, perfume ou loção pós-barba. Você ficará surpreso com o que as memórias sensoriais (auditiva, olfativa, visuais, táctil) podem desencadear a recuperação de informações importantes quando você mais precisa.

 

16. Use ações

 

Um sinal físico também pode ajudar a guardar um fato. Gestos com as mãos ou movimentos de corpo inteiro podem fazer com que seu cérebro se lembre de algo importante. O aprendizado por meio da associação é usado de mais de uma maneira.

 

17. Experimente diferentes vozes

 

Diferentes associações e “deixas” podem funcionar como bons lembretes sobre diferentes tópicos. Por exemplo, usar uma voz mais baixa para biologia e uma voz mais alta para geografia cria associações em seu cérebro. Isso às avezes ajuda a evitar a confusão de conteúdos na sua cabeça.

 

18. Faça um vídeo

 

Gravar vídeos: técnicas de revisão para estudantes

 

Outra técnica de revisão criativa é criar um vídeo de revisão. Escrever não é a única maneira de revisar, então tente envolver as partes criativas de seu cérebro para consolidar o que você está aprendendo na memória. Filme-se!

 

19. Recompense-se

 

As técnica de revisão estão te esgotando? Ter uma recompensa no final pode fornecer incentivo e motivação para revisar. Pode ser o que você quiser, como uma refeição rápida, uma caminhada ou simplesmente deitar-se. Mas não vale roubar, tá? Só se recompense se conseguir mesmo a sua meta de revisão. Por isso é tão importante se planejar e criar cronogramas atingíveis e realistas.

 

20. Revisar fora de casa

 

Talvez isso ainda não seja possível por causa da pandemia, mas, se possível, tente levar os estudos para fora de casa (com máscara), para absorver vitamina D do sol, estimular o fluxo de ar fresco pelo corpo e mudar os ares. Você sentirá um renovado senso de motivação com a mudança de cenário.

 

21. Sono

 

Nenhuma das técnicas de revisão mencionadas acima são eficazes sem sono suficiente. Dormir não só consolidará na memória o que você está aprendendo, mas também o deixará de bom humor, fará com que se sinta mais motivado e melhorará seu desempenho cognitivo. Planeje de sete a nove horas todas as noites, conforme orientado pelo cientista do sono Matthew Walker.

 

Leia também:

 

(Texto original de Holly Sawyer publicado no WhatUni. Tradução e localização por Brenda Bellani.)

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

7.7K

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

4.3K

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

2.2K