Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

5 dicas para o sucesso dos seus estudos no exterior

5 dicas para arrasar nos estudos no exterior e aproveitar essa experiência maravilhosa de aprender em outro sistema de ensino

5 dicas para o sucesso dos seus estudos no exterior

Parabéns, você conseguiu! Já foi admitido na sua universidade no exterior e acaba de receber o seu visto de estudante. Agora é hora de se preparar para a viagem e a parte que realmente importa: os estudos. Apesar de ser uma experiência incrível que vai muito além das salas de aulas, você não pode esquecer que o seu objetivo principal é estudar, conseguir um diploma acadêmico estrangeiro e, quem sabe, dar início a uma carreira internacional.

 

Toda universidade, independente do país, tem exigências como leituras, participação em sala, provas e trabalhos diversos. No exterior, é claro, há vários desafios extras, como estudar em um idioma estrangeiro e aprender um novo sistema de ensino distinto do brasileiro. Por isso, estar preparado à altura do desafio faz toda a diferença para o seu sucesso.

 

Mas verdade mesmo? As nossas dicas a seguir valem para os estudos em qualquer país do mundo!

 

1. O processo de estudos na sala de aula

 

Apesar da imagem mais comum que temos é a de um estudante na sua mesa em casa, cheio de livros e apostilas, um caderno aberto e uma grande caneca de café…

 

Os estudos, na verdade, começam em sala de aula. Vários cursos preparatórios no exterior têm uma disciplina de taking notes que nada mais é aprender a tomar notas durante as aulas. Parece bobagem, mas ao ouvir o professor falar e falar em inglês (ou outro idioma) e precisar anotar o que você escuta ao mesmo tempo, sem perceber, você está treinando as suas habilidades de compreensão oral e de escrita e isso pode, sim, ser complicado, mas vai melhorando com a prática.

 

Quanto mais você presta atenção durante as aulas, mais retém informações. E quanto mais certeiras forem as suas anotações, menos pesquisa você precisa fazer na hora de estudar.

 

E se precisar de outras dicas de estudos, visite nossos artigos:

A rotina de 10 minutos para se preparar para os estudos

25 dicas para a semana de provas

 

2. A adaptação

 

Em alguns países, como Brasil e Estados Unidos, é mais comum que os estudantes sejam avaliados ao longo do semestre pelas provas e trabalhos. No entanto, este não é o caso no mundo inteiro. Em alguns lugares, você encontrará professores que lecionam de maneira completamente diferente da que você está acostumado e que priorizem outros aspectos do aprendizado.

 

Na Itália e em Portugal, por exemplo, a maioria das provas acontece em duas partes: escrita e oral. Além de prestar um exame escrito ou entrar um trabalho, eles também têm um horário marcado para conversar pessoalmente com o professor e responder sobre o conteúdo para comprovar que aprenderam de verdade a disciplina.

 

Outros países, como Reino Unido e Austrália, valorizam a participação do estudante em sala de aula e os estudos independentes. Assim, você precisará fazer as leituras obrigatórias em casa e se preparar previamente para a aula e, em sala, participar ativamente, fazendo perguntas, tirando dúvidas ou simplesmente compartilhando a sua opinião sobre o tema debatido.

 

Mas só porque o estilo de aula é diferente não significa que você não pode se adaptar rapidamente. Se precisar, peça para estudar com colega de classe nativo ou converse com um professor para que ele lhe dê algumas dicas de estudo específicos para o sistema de ensino do país.

 

3. Colega de estudo

 

 

Estudar pode ser uma atividade solitária, mas não precisa ser. Apesar de muita gente preferir um lugar silencioso para se concentrar, estudar em grupo ou com um colega de estudos tem suas vantagens, mesmo que na maioria parte do tempo vocês permaneçam em silêncio.

 

Vocês podem revisar a matéria juntos, tirar suas dúvidas, fazer perguntas um para o outro, tomar o conteúdo em voz alta, etc. Além disso, ter um colega nativo também significa fazer amizade com alguém do país e compreender melhor como funciona o sistema de ensino local. Isso vai, inclusive, ajudar na sua adaptação!

 

4. Organização

 

Não importa o país, ser organizado nos estudos é sempre importante. O tomar notas, tenha uma pasta de arquivos ou um caderno diferente para cada matéria. Mesmo que você prefira escrever a mão, tente manter uma letra legível par entender as suas anotações depois.

 

Você ama itens de papelaria? Nós também! No entanto, use o seu grifa textos apenas para marcar trechos e palavras importantes, não a página toda. Destacar coisas que o professor enfatiza em sala de aula também é sempre uma boa ideia.

 

Saiba gerenciar o seu tempo - reserve um período a mais para as matérias que você tem tido mais dificuldade, por exemplo, e faça intervalos entre as sessões de estudo para descansar a mente.

 

E isso você deve estar cansado de saber: não deixe para estudar na véspera da prova. Tente pelo menos revisar o conteúdo todos dias um pouco para quando chegar o período de exames você não esteja sobrecarregado.

 

5. Descansar e se divertir também é essencial

 

Uma graduação ou pós-graduação é estressante mesmo. Passar várias horas em sala de aula e também em casa com a cara no computador e nos livros, a ansiedade para as provas, o nó na cabeça de passar muito tempo falando em um língua estrangeira… É desafiador SIM! Por isso, reservar o seu momento de descansar e se divertir não só é bom como essencial para o sucesso dos seus estudos.

 

Aproveite o seu tempo livre para conhecer a cidade e região; participe de clubes esportivos ou sociedades estudantis; marque cinema ou uma janta com os seus colegas de classe; pratique uma atividade física, e muito mais.

 

Se você fica muito nervoso antes da semana de provas, tente praticar meditação ou corrida, que são duas atividades que acalmam e espairecem a mente (ou qualquer outra que você preferir). Também tente deixar os estudos mais agradáveis e divertidos, como estudar em duplas, criar quiz, participar de grupos semanais de revisão, etc.

 

Leia também:

5 técnicas de preparação para provas

5 coisas que você aprenderá fora das salas de aula ao estudar no exterior

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

5 dicas para o sucesso dos seus estudos no exterior

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

6813

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

3995

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

1996