Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

5 estratégias para lidar com estresse e ansiedade

5 maneiras de manter o pensamento no presente, identificar suas emoções e evitar fake news para combater o estresse e a ansiedade

5 estratégias para lidar com estresse e ansiedade

A grande maioria de nós nunca passou por algo com a magnitude de uma pandemia e muito menos imaginaríamos que passaríamos por isso em pleno século 21. Em isolamento social pela contenção do coronavírus, fica difícil evitar as redes sociais e as notícias constantes e isso tudo, com certeza, funciona como gatilho para o estresse e a ansiedade.

 

Sabemos que não tem sido fácil para ninguém e que, com todas as medidas de precaução, o seu sonho de estudar no exterior foi cancelado ou adiado. O seu sonho é importante, mas a sua saúde é mais ainda. Enquanto ajudamos a desacelerar do Covid-19, é essencial priorizarmos nossa saúde física e mental.

 

Para isso, reunimos a seguir algumas estratégias para lidar com os sentimentos de estresse e ansiedade. São exercícios simples e práticos que auxiliarão a manter o seu bem-estar emocional em meio à pandemia.

 

Lembre-se: isso é temporário. Adie os estudos no exterior, mas não desista do seu sonho. Logo venceremos esse vírus!

 

5 formas de diminuir ou evitar o estresse e a ansiedade

 

Nós já mencionamos algumas dessas estratégias em dois artigos recentes. Não deixe de visita-los também:

 

 

1. Limite o seu acesso às notícias e tenha cuidado com fake news 

 

Coronavírus: limite seu acesso às notícias para diminuir ansiedade

 

Com a multiplicação diárias de notícias e boatos, quase sempre alarmantes, é muito fácil desenvolver sintomas de estresse e ansiedade. Se você acha que não lidará bem com enxurrada de informações negativas e com os comentários de amigos e familiares, reduza o seu acesso às notícias e redes sociais, principalmente aos grupos de Whatsapp.

 

Ao abrir seu celular, acalme a sua mente enquanto lê as informações e não permita que as impressões e o medo das pessoas influenciem o seu humor. Sugerimos que escolha um período do dia para ver suas mensagens, as notícias no seu site de confiança e as redes sociais. Limite o acesso a uma ou duas horas por dia e prefira fazer isso após o almoço. Quando você lê coisas negativas logo de manhã, corre o risco de prejudicar o seu dia inteiro.

 

2. Escolha fontes confiáveis

 

Não pretendemos sugerir que você se desligue do mundo. O que recomendamos seriamente é acompanhar as notícias apenas de fontes autênticas, por exemplo, a versão online de grandes jornais e revistas regionais e nacionais mais confiáveis. Vários meios de comunicação estão liberando o acesso gratuitamente até para não assinantes durante a pandemia para aumentar o acesso à informação.

 

Sugerimos três fontes oficiais:

 

 

ATENÇÃO: Não se desespere nem compartilhe rumores! Nunca compartilhe uma notícia recebida pelo Whatsapp sem antes verificar a veracidade dos fatos. Hoje em dia, existem diferentes sites que desmitificam as correntes e fake news enviadas via mensagens de Whastapp e SMS, como boatos.org e e-farsas.com. Não seja um disseminador de boatos. Ao espalhar notícias duvidosas, você aumenta o estresse e a ansiedade dos outros.

 

3. Evite os Trending Topics do Twitter

 

Os Trending Topics reúnem uma porcentagem muito pequena de informações autênticas. Todo o resto é opinião pessoal. Todo mundo está disputando por atenção e usa a hashtag para chegar até você por meio das trends. A melhor coisa a se fazer é ignorar esse recurso do Twitter por enquanto e se ater às suas fontes de confiança, como aconselhamos no item anterior.

 

Ignore os grupos do WhatsApp e oculte as postagens no Facebook que lhe causam preocupação. Use recursos de filtros para prevenir que a sua timeline fique lotada de gatilhos. Também evite entrar em discussões nas redes sociais. Por mais que você goste de desmitificar boatos e ajudar a evitar o compartilhamento de informações errôneas, a hora é de priorizar a sua paz emocional.

 

O que nos leva ao próximo tópico...

 

4. Evite a fadiga mental

 

Você já deve ter tido aquela sensação de canseira e fastio ao passar tempo demais olhando para a tela do seu celular. Quando você o desliga, parece até que sai de um transe. É esse tipo de coisa que você deve evitar.

 

A fadiga, o medo e a ansiedade afetam demais a sua saúde mental e também a sua imunidade física. Portanto, cuidado com o cansaço prolongado:

 

  • Faça pausas regulares no trabalho e estudos;
  • Tente tomar um pouco de sol e respirar o ar da manhã;
  • Pratique exercícios (mesmo dentro de casa);
  • Qualquer atividade que estimule o seu sistema imunológico e descanse a mente.

 

5. Como controlar os pensamentos negativos 

 

Coronavírus: como controlar seus pensamentos negativos

 

Não há como escapar do estresse e ansiedade em meio à pandemia. Mesmo que você siga todos os passos anteriores, as notícias são tristes e preocupantes. O isolamento social por si só pode instigar a ansiedade.

 

Embora seja a melhor decisão ficar em casa, isso não significa que você não deva cuidar de si. Há diferentes maneiras de acalmar a mente e lidar com essas sensações ruins para que a ansiedade não se desenvolva em um transtorno obsessivo-compulsivo ou pânico.

 

Aqui vão algumas sugestões:

 

  • Reconhecimento: Reconheça os seus sentimentos e emoções assim que eles começarem a surgir. Admita que você está em estado de ansiedade antes que ele se armazene no seu subconsciente.
  • Pausa: Depois de admitir o sentimento, pause para examinar quais são as causas. O que você leu, viu ou ouviu que te deixou assim? A sensação é baseada em fatos ou dados científicos? Caso contrário, não há motivo real para preocupação.
  • Respiração: Uma respiração adequada é uma ferramenta importantíssima no controle do estresse e ansiedade. Pratique puxar o ar com calma por vários segundos, segurar um pouco e depois exalar também contando os segundos. Foque toda a sua atenção no ar entrando e saindo do seu corpo.
  • Análise: Analise as causas do seu sentimento e converse consigo mesmo: por que estou me sentindo assim? Esse sentimento tem lógica? Posso fazer algo sobre esse assunto neste momento? Estou fazendo tudo o que há a meu alcance? Ao responder estar perguntas racionalmente, você perceberá que muitas sensações e pensamentos negativos nascem de coisas das quais você não tem controle ou de informações de fontes não oficiais.
  • Abandono: Depois de reconhecer e analisar a ideia ou sentimento e perceber que ele não tem lógica, abandone-o. Preste atenção em algo mais saudável e toda vez que a sua mente quiser divagar para o assunto que te cause preocupação, traga-a para o presente novamente, respire fundo e abandone o sentimento ruim. Se te ajudar, mentalize-o dentro de uma bolha ou nuvem se afastando para bem longe.
  • Estar no presente: Sinta o momento presente e imediato, porque agora, nesse exato momento, tudo está bem. Observe sua respiração e as sensações do seu corpo. Sinta o chão nos seus pés, olhe ao seu redor, observe o que você vê. Escute os sons do ambiente. Tudo isso vai te trazer ao momento presente e acalmar sua mente para não se preocupar com o futuro.

 

Ansiedade: excesso de passado e futuro

 

Essas técnicas são comuns na prática da mindfulness. Existem diferentes cursos online para aprender a meditar e manter a mente no presente. Se você tiver o privilégio de manter-se isolamento social, pode aproveitar o momento para fazer um curso online gratuito, como este oferecido pela Monash University, da Austrália, pela plataforma Future Learn.

 

No final, a sua capacidade de resistir e mudar de hábitos de acordo com as exigências desta crise global serão habilidades úteis para o resto da sua vida e lhe ajudarão a ajustar os seus sentimentos ao presente.

 

Leia também:

Cinco sites de cursos internacionais online

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

7.4K

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

4.2K

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

2.2K