Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

8 dicas para começar bem o ano letivo

8 dicas para se preparar para o novo ano letivo que se aproxima e começar mais um ano de estudos com força total.

8 dicas para começar bem o ano letivo
1063

Férias, descanso, viagens, festas, maratona de séries e muita, muita preguiça. O início do ano letivo pode ser estressante principalmente quando você acha que não teve dias suficientes para descansar o quanto gostaria – o que acontece quase sempre. Mas não tem como evitar, vai chegar a hora de se preparar para o começo da aulas...

 

Quando esse dia chegar, você vai estar preparadíssimo com as nossas dicas! Desde saber quais aulas você vai ter no primeiro semestre até como você pretende fazer o caminho até à universidade, tudo isso ajuda a voltar às aulas sem dor de cabeça. E o melhor é que são dicas de coisas fáceis de fazer e que vão ocupar pouco tempo das suas férias enquanto estuda no exterior – apesar de também funcionar se você estudar no Brasil.

 

1. Planeje as suas refeições e rotina de exercícios

 

atividade física para estudantes

 

Durante a correria dos estudos, é comum que você não cuide muito bem da sua alimentação e não tenha tempo nem vontade de praticar atividades físicas. De fato, os estudantes costumam engordar até sete quilos no primeiro ano da graduação. No entanto, o problema é que a sua alimentação e a saúde do seu corpo influenciam diretamente os seus estudos – por exemplo, a sua disposição e o seu nível de concentração.

 

Seria interessante preparar algum tipo de cardápio mensal ou até mesmo semestral, estipular um dia de fazer compras em um supermercado – lembrando sempre de pesquisar pelo melhor preço – e também de preparar suas refeições. A prática de deixar marmitas prontas para serem consumidas ao longo da semana não só facilita o seu dia a dia como também ajuda a manter uma alimentação mais saudável, caseira e natural. Bem melhor e mais econômico do que comer fora todos os dias!

 

Decida também qual tipo de atividade física você praticará e em qual horário. Você pode usar as instalações esportivas da sua universidade? E a academia? Muitas instituições internacionais têm parcerias com academias da região para que os estudantes consigam frequentá-las com preços promocionais ou até mesmo de graça.

 

Se você não gosta de academia, que tal caminhar ou correr pela cidade? Uma opção incrível que as universidades internacionais oferecem são os clubes esportivos, bem mais divertidos e uma chance de conhecer outros estudantes. Você pode, por exemplo, aprender a praticar um esporte que sempre teve vontade, sem compromisso ou necessidade de participar de competições (a não ser que essa seja a sua vontade), ou então algum tipo de dança, ioga, pilates, esquiar, remo, surfe, etc. Tudo vai depender da sua cidade e da sua universidade!

 

2. Faça as compras de todos os materiais necessários

 

materiais para estudantes de medicina

 

Verifique a lista de materiais que você vai precisar para as disciplinas do novo ano letivo e vá às compras com antecedência para encontrar os melhores preços e não correr o risco de ficar sem itens essenciais. Alguns livros, por exemplo, são muito procurados e costumam esgotar rapidamente. Se você estiver matriculado em cursos de arte, moda, arquitetura, etc., talvez precise de uma lista de materiais extras, como tintas, lápis e caderno específicos. Ou então alguns cursos técnicos exigem o uso de uniformes eu você deverá providenciar.

 

Antes de gastar o seu tão suado dinheirinho, compare preços e visite sites de sebos e de usados. O próprio site oficial da universidade ou suas redes sociais, como o Facebook, costumam ter anúncios de estudantes vendendo materiais sem uso ou então que já foram usados e não vão precisar mais.

 

Fica até a dica para quando você não precisar mais dos seus livros, apostilas ou outros materiais reutilizáveis: vendê-los para novos estudantes e conseguir recuperar um pouco do dinheiro gastado no início do ano letivo.

 

3. Crie um ambiente de estudos agradável e organizado

 

mesa de estudos

 

Sabe como é, né? Nas férias, a preguiça e a procrastinação reinam. O monte de roupa suja aumenta, a louça acumula, a faxina fica para depois, e a cama nem sabe mais o que é estar arrumada. Com a aproximação das aulas, chega a hora de encarar a limpeza da casa (ou do seu quarto se você morar em um dormitório acadêmico), principalmente do seu cantinho de estudos.

 

Mesmo que você prefira estudar na biblioteca ou em qualquer outro lugar do campus, é importante manter o seu quarto limpo e organizado porque isso influencia o seu bem-estar e consequentemente o seu desempenho nos estudos.

 

Nós temos algumas dicas boas neste artigo: A rotina de dez minutos para se preparar para estudar.

 

4. Decida o seu meio de transporte para a faculdade

 

andar de bicicleta

 

Você vai continuar a estudar na mesma sala? No mesmo campus? No exterior, é comum que cada disciplina aconteça em uma sala de aula diferente e você precisa se locomover com frequência pelo campus. Você mora dentro do campus ou fora? Tudo isso vai influenciar no seu caminho diário às aulas – e também no seu tempo e nos seus gastos.

 

Morar dentro do campus significa que dá para caminhar até a aula, o que pode ser uma ótima forma de economizar dinheiro e praticar uma atividade física ao mesmo tempo. Se o campus for muito grande, normalmente, há algum tipo de serviço de ônibus gratuito que você pode utilizar. Verifique o horário desses ônibus para não chegar atrasado às aulas.

 

Ou então, que tal investir em uma bicicleta? É um meio de condução divertido, saudável e que faz bem para o meio ambiente. No exterior, as grandes cidades têm extensas ciclovias e as universidades costumam ter espaço de armazenamento onde manter a sua em segurança durante as aulas. Se você optar pela bike, não se esqueça de comprar também um capacete!

 

Se você mora fora do campus e razoavelmente perto, ainda pode caminhar ou ir de bike. Agora se for razoavelmente longe, terá de fazer a sua commute – viajar diariamente de casa para a aula e de volta para a casa. O mais comum é usar algum tipo de transporte público, como ônibus e metrô.

 

A maioria das cidades tem algum tipo de carteirinha do usuário do transporte público que pode ser solicitada e depois carregada para que você não precise comprar passagens todos os dias. É uma forma prática de agilizar o seu caminho diário e de gastar menos, porque os planos semanais, mensais e anuais são mais baratos; além disso, os estudantes costumam ganhar descontos semanais.

 

Se este for o seu caso, lembre-se de recarregar a sua carteirinha do transporte público antes das aulas começarem.

 

5. Visite o campus previamente

 

sala de aula no exterior

 

Você já sabe como é o prédio onde estudará esse semestre? Como são as salas de aulas? Como são as carteiras? Dá para usar laptop? Tem tomada suficiente para todo mundo? E a biblioteca, será que você conseguiria estudar nela? Fica muito longe da sala de aula? E o refeitório? Quais opções de refeições você terá por perto?

 

Se este for o seu segundo ano letivo na universidade, talvez já saiba a resposta para a maioria destas perguntas. Entretanto, acontece às vezes de o curso trocar de prédio ou até mesmo de campus e muita coisa ser novidade. É interessante familiarizar-se com o local antes dos estudos começarem e já ir preparado para o que você encontrará no primeiro dia de aula, principalmente se você depende de alguns recursos, como acesso com cadeira de rodas ou algum tipo de dieta específica.

 

6. Verifique a sua grade curricular e as leituras sugeridas

 

grade curricular

 

Não é todo mundo que topa começar a estudar durante as férias, mas com certeza facilitaria a sua vida se você conseguisse adiantar as suas leituras antes das aulas voltarem. Se você escolher fazer isso, vai parecer uma opção sua e não uma obrigação.

 

Alguns professores disponibilizam com antecedência a lista de leituras e materiais que serão usados em salas de aulas durante o semestre exatamente para que os alunos possam se organizar e se preparar para as aulas com tempo suficiente.

 

Em países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Austrália, a participação em sala de aula não só é incentivada como pode influenciar a sua nota final e, para isso, o aluno tem que se preparar em casa para o conteúdo que será discutido no dia, com leituras e tarefas prévias.

 

7. Liste todas as coisas que você precisa fazer antes do ano letivo começar

 

to do list

 

Sabe aquela famosa to-do-list? É sobre uma dessas que estamos falando! Pense no tempo que você tem restante antes das aulas voltarem e o que precisa ser feito até essa data.

 

A lista deve ser em tópicos e conter tanto suas obrigações – como os itens que mencionamos acima – quanto lazer e diversão, por exemplo, quais filmes e séries assistir e quais lugares visitar.

 

8. Acalme-se e estipule metas

 

metas para o ano novo

 

Vai adiantar sofrer por antecedência? Não, né. Mesmo que não seja fácil voltar à correria maluca dos estudos – ainda mais se você trabalhar ao mesmo tempo –, não há como evitar. Você precisa desse diploma!

 

Uma coisa que pode ajudar é estipular metas realísticas e alcançáveis de estudos. Aqui vão alguns exemplos:

 

  • Vou caminhar/correr/nadar por 40 minutos antes de ir à aula três dias por semana;
  • Vou ler um capítulo desse livro por dia;
  • Vou reler as anotações que eu fiz durante as aulas antes de dormir todos os dias;
  • Vou melhorar a minha nota em [insira aqui uma matéria que você não gosta];
  • Vou me inscrever em um clube ou associação estudantil este ano;
  • Não vou usar meu celular em sala de aula;
  • Não vou gastar tanto dinheiro na cantina da escola;
  • Vou preparar minhas refeições no domingo à noite.

 

Analise como foi o seu último semestre e pense em tudo que você sabe ser capaz de melhorar. Comece o ano motivado a se superar!

 

Bom retorno às aulas!

 

Leia também:

8 hábitos do colegial que não funcionam na universidade

3 tipos importantes de autoavaliação para estudantes universitários

Clubes e associações: o que são e como enriquecem a vida de quem estuda no exterior?

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

8 dicas para começar bem o ano letivo

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

6698

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

3938

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

1957