Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

Como usar a Técnica Pomodoro para melhorar concentração e produtividade?

A Técnica Pomodoro é simples, fácil e te ajudará a manter a concentração e produtividade no trabalho, nos estudos ou em qualquer tarefa que precisa terminar.

Como usar a Técnica Pomodoro para melhorar concentração e produtividade?

Colocar as tarefas e compromissos em dia não é fácil, principalmente se você estuda e/ou trabalha sozinho e precisa lidar, inclusive, com aspectos chatos da rotina, como pagar boletos. Há sempre um item a mais para adicionar à lista de afazeres: uma prova chegando, uma redação para entregar, aquele projeto do trabalho, uma vídeo reunião ou simplesmente a ida à academia. Você já ouviu falar da técnica Pomodoro? Ela pode te ajudar.

 

Este método popular de gestão do tempo tem como objetivo diminuir as distrações, potencializar o foco e, como meta final, fazer tudo o que você precisa em pequenos intervalos de tempo, com pausas regulares para respirar e descansar.

 

Estudar no exterior - Hotcourses Brasil

 

O melhor da Pomodoro é que ela é fácil. Se você tem uma rotina corrida, que exige o seu desempenho e produtividade, essa é uma ótima maneira de colocar suas tarefas em prática.

 

O que é a Técnica Pomodoro?

 

A Técnica Pomodoro foi inventada nos anos 90 por um desenvolvedor, empreendedor e autor chamado Francesco Cirillo. Ele nomeou o seu sistema de “pomodoro” em homenagem ao timer em formato de tomate que ele usava para cronometrar o seu trabalho enquanto era um estudante universitário.

 

A metodologia é bem simples: quando você tem uma tarefa longa ou várias tarefas para fazer, divida o seu tempo em intervalos menores cronometrados – chamados de “pomodoros” –, espaçados por pausas curtas.

 

Essa prática treina o seu cérebro a manter o foco por períodos específicos e o ajuda a atender a todos os prazos. Quanto mais você usar esse método, ele também pode melhorar a sua atenção e concentração.

 

O Pomodoro é um sistema cíclico. Você trabalha em “pedaços” definidos de tempo, o que mantêm a consistência da sua produtividade. Além de ter pequenas pausas regulares entre as seções de trabalho/estudos que dão um ânimo na motivação e criatividade.

 

Visite a página oficial The Pomodoro Technique®.

 

Como a Técnica Pomodoro funciona?

 

O que é técnica Pomodoro

 

Essa é, provavelmente, uma das técnicas de produtividade mais simples do mundo. Tudo o que você precisa é de um timer – qualquer coisa para marcar o tempo e que tenha um alarme. (Abaixo vamos falar de aplicativos do método!) Além disso, não há nenhum material ou ferramenta especial necessária, apesar de existir uma série de livros sobre a técnica, caso você queira aprofundar o seu conhecimento.

 

O livro do próprio Francesco Cirillo, o inventor do Pomodoro, por exemplo, chamado The Pomodoro Technique, é uma leitura interessante. No Brasil, ele foi publicado pela Editora Sextante com o título A Técnica Pomodoro. No entanto, o autor é bem aberto em relação ao método para que você possa usá-la sem precisar do livro.

 

Aqui vão as regras básicas para aplicar a Técnica Pomodoro na sua rotina:

 

1. Escolha uma tarefa que você precisa fazer.

2. Ajuste o alarme do timer (Pomodoro) para 25 minutos.

3. Trabalhe na tarefa até o alarme soar.

4. Faça um intervalo de aproximadamente cinco minutos;

5. Repita os quatro passos acima. A cada quatro Pomodoros, faça uma pausa mais longa.

 

Você pode criar uma lista de coisas a fazer e a cada intervalo marcar as que já foram concluídas. A pausa mais longa a cada quatro Pomodoros deve ser de 15 a 30 minutos, desde que você se sinta recarregado e pronto para mais 25 minutos de trabalho/estudos.

 

Repita esse processo algumas vezes ao longo do seu dia e você verá que, no final, terá concluído muita coisa sem sofrer tanto. Sem contar que não vai se sentir exausto física e mentalmente graças às pausas para um café, esticar o corpo, bater um papo rápido ou encher a sua garrafa d’água.

 

Negociar as distrações

 

Um Pomodoro é uma unidade de trabalho indivisível. Isso significa que se você se distrair com alguma coisa nos 25 minutos da sessão, seja por um colega de trabalho, ligação ou um post nas redes sociais, você recomeça o timer ou, se possível, adia a distração até o alarme soar.

 

Cirillo recomenda a estratégia de “informar, negociar e ligar de volta”:

 

  • Informe a pessoa que você está trabalhando em algo no momento e não pode parar.
  • Negocie um horário para retomar o assunto com a pessoa em breve.
  • Anote o horário imediatamente.
  • Retome o assunto quando o Pomodoro terminar e você estiver disponível para a distração.

 

Essa estratégia funciona para distrações não emergenciais. Algumas coisas de fato exigem nossa atenção imediata.

 

Nos tempos atuais, temos dificuldade de manter nossa atenção em um só lugar porque somos bombardeados por distrações – sabe aquela olhadinha rápida no Instagram que acaba virando 40 minutos ininterruptos? Por isso, é importante aprender a manter o foco e distinguir o que é emergência e o que pode esperar um pouco.

 

É perfeitamente aceitável dizer ao amigo, colega de estudos ou de trabalho “Eu estou bem no meio de uma tarefa no momento, posso te procurar em uns 20 minutos?”. Assim, você começa a tomar as rédeas do seu tempo e das suas tarefas.

 

Aplicativos para a Técnica Pomodoro

 

Com certeza, o seu celular terá algum tipo de relógio ou timer que você possa usar para marcar os 25 minutos de Pomodoro e cinco de intervalo. O Cirillo, inclusive, prefere um timer manual e simples para evitar as distrações do celular.

 

Com a popularidade da técnica, há diferentes aplicativos que você pode usar especificamente para trabalhar e estudar com o Pomodoro. Veja alguns exemplos para aparelhos celulares e desktop:

 

 

Estas são apenas algumas das ferramentas práticas e gratuitas disponíveis para começar a usar a Técnica Pomodoro. Você pode testar a que melhor funciona para você, mas lembre-se que o timer é só para o alarme. O seu foco deve ser o trabalho.

 

No site oficial da Francesco Cirillo, você pode fazer o download do Pomodoro® Timer Softwarer oficial de graça.

 

Quem se beneficia mais com a Técnica Pomodoro?

 

Alguns profissionais, especialmente os autônomos, tem longas horas contínuas de trabalho e acabam se esquecendo de descansar ou fazer pausas. Ficar longe da tela do PC, levantar e mexer o corpo não só ajuda na produtividade como é essencial para a saúde mental e física.

 

Desenvolvedores, designers, ilustradores e outras pessoas que precisam entregar trabalhos criativos com prazos e, na maioria dos casos, produzem algo que passará pela avaliação de um cliente ou outra pessoa são os que mais costumam se beneficiar da Técnica Pomodoro.

 

No entanto, o método também é útil para estudantes do ensino médio e superior, em especial nas semanas de provas em que a carga de estudos e de trabalhos a entregar é grande e avassaladora. O invés de se desesperar e mergulhar nas apostilas sem nenhum plano ou estratégia, você pode começar a aplicar o Pomodoro na sua rotina e ver como se sai.

 

Você consegue escolher voltar à matéria que você estudando antes do pequena pausa ou dar início à revisão de outra disciplina no próximo Pomodoro. O que funcionar melhor para você! As pausas frequentes proporcionam a oportunidade de pensar nos próximos passos, ordenar suas tarefas e não se exaurir tão rápido. Porque se você estudar longas horas a fio, sem descanso, as chances são de não se lembrar de nada no dia seguinte.

 

Por fim, vale avisar que a Técnica Pomodoro é um sistema de produtividade. Se você estiver progredindo nos estudos ou trabalho e o alarme soar, nada lhe impede de terminar a tarefa e depois fazer a pausa. A meta é ajudar a se concentrar sem deixar de espairecer entre as sessões. Intervalos regulares são essenciais à produtividade.

 

Além disso, embora seja simples e flexível, talvez a Técnica Pomodoro não funcione para você. Se isso acontecer, basta lembrar de que existem diferentes métodos de produtividade que você ainda pode testar.

 

Leia também:

5 dicas para o sucesso dos seus estudos no exterior

Como ser produtivo em 60 segundos

Cinco aplicativos para estudantes internacionais

 

Fonte: Life Hacker

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

7.3K

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

4.1K

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

2.1K