Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

Como funcionam as férias e folgas acadêmicas nos EUA?

Quando são as férias acadêmicas em universidades do Hemisfério Norte. Saiba como os americanos aproveitam o summer vacation, winter break e spring break.

30218

O trabalho de um estudante acadêmico, em qualquer lugar do mundo, pode ser árduo. Muita matéria para aprender, muito conteúdo para estudar, muitas provas, muitos trabalhos... Sabemos que é preciso bastante dedicação. É um grande alívio quando chegam aquelas abençoadas férias universitárias para poder respirar aliviado, viajar, descansar, ou o que for melhor para se preparar para o próximo semestre.

 

 

Nos Estados Unidos e em outros grandes destinos de estudos no Hemisfério do Norte, há dois períodos principais de férias: no verão, que dura quase três meses inteiros, e no inverno, com druação de duas a três semanas. Há também um período de folga na Páscoa, chamado de "Férias de Primavera".

 

Summer vacation

Férias escolares

A maioria dos países do Hemisfério Norte também começa o seu ano letivo no verão, com um único diferencial: esta estação, na parte de cima do planeta, ocorre de junho a agosto – durante o inverno no Brasil.

 

E como as estações do outono e do inverno podem ser bastante rigorosas no Hemisfério Norte, as pessoas gostam de aproveitar o tempo bom. É por isso que as férias escolares e acadêmicas duram todo o verão, no meio do ano. É a Summer vacation! O início dela serve para marcar o término do ano letivo, em junho (diferente do nosso que acaba em dezembro). Ou seja, quando você voltar para a universidade, dará início a um novo ano de estudos. É aquele momento para comemorar o final das provas e mais um semestre vencido e  também descansar.

 

Summer vacation começa entre o final de maio e a metade de junho e vai até o começo de agosto. Neste período, os estudantes têm algumas opções: voltar para a casa dos pais para aproveitar a estação (uma vez que a grande maioria dos americanos muda de estado para cursar a universidade), programar uma viagem, arrumar um emprego de verão ou continuar os estudos. No caso dos estudantes internacionais, as quatro opções também são válidas, dependendo de cada caso, como explicaremos melhor abaixo.

 

Apesar de estarem em período de férias, diversas universidades oferecem cursos de verão com dferentes propósitos: atividade extracurricular, adiantar os estudos para se formar mais cedo, aulas de recuperação, etc. 

 

Já aqueles que resolvem viajar normalmente procuram por destinos com praias, rios ou lagos pelos Estados Unidos e pelo mundo. Alguns destinos norte-americanos famosos entre os universitários são Martha's Vineyard (Massachusetts), Lake George (Nova York), San Diego  e Ilha de Catalina (Califórnia), Keys West, Palm Beach e Miami (Flórida), Newport (Rhode Island), Jersey Shore (Nova Jersey), e vários outros.

 

3 dicas para manter o seu status legal de estudante internacional durante a Summer vacation:

 

O site oficial do governo americano Study in the States dá algumas dicas para aproveitar as suas férias anuais sem colocar em risco o seu visto de estudante F-1.

 

1) Se você pretende viajar para fora dos Estados Unidos, procure o oficial da sua instituição responsável pelas estudantes internacionais, chamado de designated school official (DSO). Ele irá verificar sua elegibilidade para viajar ao exterior e assinará o seu Formulário I-20 para garantir que você está matriculado em uma escola americana. Leve este documento com você durante a viagem e apresente-o na imigração se necessário.

 

2) Se o seu status não permitir férias anuais, você deve se matricular em estudos integrais durante o verão. Verifique com o seu DSO qual seria a carga de estudos mais adequada para atender aos requisitos do seu status.

 

3) Se você já concluiu os seus estudos, deve deixar os Estados Unidos em até 60 dias após a data de término do seu curso informada no seu Formulário I-20. Você só pode permanecer no país com uma das três seguintes condições:

 

-Começar um novo curso no próximo termo ou em até cinco meses na mesma escola ou em outra instituição com transferência aprovada pelo DSO; 

-Dar início a um Treinamento Prático Opicional;

-Um possível empregador nos Estados Unidos solicitar a mudança do seu visto de estudante para o de trabalho.

 

Em relação aos empregos de verão, antes de procurar e aceitar qualquer vaga, é importante entrar em contato com o seu DSO para saber se você tem permissão para trabalhar durante as férias e em quais locais pode se candidatar. Normalmente, estudantes internacionais recebem autorização para trabalhar em três ocasiões:

 

-Dentro do campus em vagas integrais ou de meio período;

-Em organizações internacionais com autorização do DSO para valer como estágio;

-Vagas fora do campus caso estejam apresentando necessidade financeira - também é necessário ter a autorização do DSO.

 

Winter break

Winter break: Férias de inverno

Como as estações do ano são bem demarcadas no Hemisfério Norte, elas norteiam quase tudo que acontece nos países. Por isso, os outros dois tipos de folgas acadêmicas das instituições possuem nome de estações.

 

A primeira delas é o Winter break. As férias de inverno duram de duas a três semanas durante dezembro e terminam logo após a comemoração do Natal e do Ano Novo, ou seja, no comecinho de janeiro. Marcam o término e o início de um novo term (que pode ser um bimestre, trimestre ou semestre, dependendo de como sua universidade internacional divide os períodos acadêmicos).

 

Esta é uma folga mais caseira, um momento para rever a todos e passar as comemorações de final de ano junto à família. Além disso, devido ao tempo rigorosamente frio, com nevascas em várias partes do país, este não é o período mais ideal para viajar a não ser que você queira aprender a esquiar - e há diversos lugares bons nos Estados Unidos para isso durante o Winter break.

 

Muitas famílias aproveitam estas semanas de folga para viajar para outros destinos com climas quentes principalmente no Hemisfério Sul, que tem as estações do ano contrárias. Alguns estudantes usam o tempo livre para colocar os estudos em ordem e voltar à Universidade preparados para um novo termo, com todas as tarefas feitas e nergia recarregada.

 

Spring break

Spring break: Férias de primavera

Lá para o meio do ano letivo, os universitários têm a Spring break, uma folga de uma semana para marcar o início da primavera e o início de um novo term, geralmente entre março e abril. Algumas famílias têm tradição de viajar para a praia ou então de fazer piqueniques.

 

As árvores mantêm-se carregadas de folhas e flores por apenas duas semanas, portanto, as pessoas tentam aproveitar ao máximo o visual da estação praticando atividades ao ar livre. Exatamente por causa disso, esta é também a época conhecida como a estação da hay fever, ou, ao pé da letra, febre do feno, reação alérgica ao pólen e pó com sintomas como irritação nos olhos, espirros, nariz entupido, coceira nos olhos e nariz, etc.

 

Spring break são férias de farra. Os estudantes procuram destinos badalados e populares entre os jovens, como Miami, Las Vegas e Cancún, aproveitam a praia ou a piscina e vão a muitas festas. (Vale lembrar que a idade legal para o consumo de bebida alcoólica nos EUA é 21 anos.)

 

Qual a diferença entre vacation break?

 

Matriculado em um curso integral em uma instituição norte-americana acreditada para receber estudantes internacionais, você tem direito a um período anual de férias com o término do ano letivo, no caso a Summer vacation, que pode durar até três meses.

 

Já os school breaks, como o nome já diz, são "pausas", quando as escolas fecham por um curto período, e não contam como férias anuais.

 

E aí? Onde você vai estudar?

 

E já que você está estudando nos EUA, nada melhor que explorar o país! Que tal conhecer um pouco sobre cidades americanas? Destinos não faltam, tem BostonMiamiChicago, Nova York... E só começar a planejar suas próximas férias universitárias!

 

Leia mais:

Como economizar nas viagens universitárias

Beijar ou não beijar nos EUA?

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

5272

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

3376

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

1660