Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

O que é pensamento crítico?

O que é o pensamento crítico, como praticá-lo e por que ele é importante para todos os âmbitos da sua vida?

O que é pensamento crítico?

O pensamento crítico é a habilidade de pensar com clareza e racionalidade, de maneira reflexiva e independente, e compreender a conexão lógica entre ideias. Em essência, requer a nossa capacidade de raciocinar e de aprender ativamente, em contraste a ser apenas receptor passivo de informações.

 

As pessoas que pensam criticamente – podemos chamá-las aqui de pensadores críticos – questionam rigorosamente as ideias, suposições e argumentos, buscando determinar se representam o quadro completo, e estão sempre abertos a descobrir se estão errados ou se há mais a se saber sobre determinado assunto. Eles identificam, analisam e resolvem problemas sistematicamente e não dependem apenas de intuição ou instinto.

 

Características do pensamento crítico

 

O pensador crítico aprende sobre qualquer assunto ou informação buscando chegar à melhor solução possível de acordo com as circunstâncias das quais ele tem conhecimento.

 

Basicamente, o pensamento crítico inclui as habilidades de:

 

  • Compreender as ligações entre as ideias;
  • Determinar a importância e relevância dos argumentos e ideias;
  • Reconhecer, construir e avaliar argumentos;
  • Identificar inconsistências e erros de raciocínio;
  • Abordar os problemas de forma consistente e sistemática;
  • Refletir sobre a justificativa de suas próprias suposições, crenças e valores;
  • Manter-se curioso sobre diferentes assuntos e temas.

 

De maneira mais simplificada, pensar criticamente significa não aceitar qualquer informação como certa sem analisar todas as ideias por trás delas; procurar saber mais sobre o assunto e procurar outros fatos, opiniões e dados antes de chegar à qualquer conclusão ou solução; e estar disposto a mudar de ideia, desde que isso faça sentido.

 

O que é pensamento crítico?

 

Como estimular o seu pensamento crítico?

 

Essa maneira de pensar não significa um acúmulo de fatos e conhecimentos ou então algo que você aprende de uma vez e nunca mais muda, como, por exemplo, a tabuada. Por isso, o pensamento crítico pode e deve ser estimulado:

 

  • Pense sobre qualquer tópico de forma objetiva e crítica;
  • Identifique diferentes argumentos que existem em relação a um determinado assunto;
  • Avalie um ponto de vista para determinar quão forte ou válido ele é;
  • Reconheça quaisquer fraquezas ou pontos negativos de cada evidência ou argumento em relação a um assunto determinado;
  • Observe quais implicações estão por trás de uma declaração ou argumento;
  • Forneça um raciocínio estruturado para apoiar um argumento que deseja apresentar;
  • Identifique preconceitos, inclinações e influências externas;
  • Considere diferentes perspectivas;
  • Encontre padrões;
  • Converse, escute ativamente, dialogue e aprenda com os outros.

 

Pensar criticamente requer observação, análise, interpretação, reflexão, avaliação, pesquisa, solução de problemas, tomada de decisão e mais uma série de habilidades que são altamente transferíveis. Aprender a ser um pensador crítico terá enorme utilidade para a sua vida em todos os âmbitos, do pessoal ao acadêmico e profissional.

 

Como colocar o pensamento crítico em prática?

 

O site Skills You Need sugere um exercício bem simples de questionamentos. Primeiro, pense em algo que lhe disseram recentemente. Depois, pergunte a si mesmo as seguintes questões:

 

1. Quem disse isso?

 

Foi alguém que você conhece? Ou alguém em posição de autoridade ou poder? De que forma lhe importa de quem veio essa informação?

 

2. O que foi dito?

 

A informação recebida é um fato ou opinião?* A pessoa forneceu todos os fator por trás da informação? Alguma coisa ficou faltando?

 

3. Onde foi dito?

 

A informação foi dada em público ou em particular? Outras pessoas tiveram a chance de responder ou fornecer um argumento alternativo?

 

4. Quando foi dito?

 

O timing dessa informação é importante? Por que isso foi dito nesse momento? Foi antes, durante ou depois de um evento importante?

 

5. Por que foi dito?

 

A pessoa explicou o raciocínio por trás de sua opinião? Ela estava tentando convencê-lo de que algo é bom ou ruim? Qual foi a sua motivação para dizer isso?

 

6. Como foi dito?

 

A pessoa estava feliz, triste, com raiva ou indiferente quando deu a informação? Foi falado ou por escrito? Você entendeu exatamente o que foi dito? Qual é o tom da mensagem (por exemplo, há sarcasmo)? A informação foi transmitida diretamente para você ou ela chegou por meio de outras fontes?

 

7. Conclusão

 

Considerando cada uma dessas questões você já pensará criticamente e terá uma visão muito mais ampla da situação antes de aceitar uma informação como certa ou errada.

 

Parece difícil ou trabalhoso, mas uma vez que você adere ao pensamento crítico, ele vira uma habilidade automática e aplicável no seu dia a dia. Você aprende a rapidamente ler o ambiente, entender o tom das pessoas e interpretar textos.

 

Tudo isso resulta nas capacidades de previsão e precaução, importantíssimas para tomar decisões. Se fizermos uma pausa sempre que chegarmos a uma conclusão provisória e considerarmos o seu impacto, seja na nossa vida, nas pessoas ou em atividades do nosso redor, nossas decisões serão melhores e terão mais chances de sucesso.

 

*Definições de fato e opinião

 

Para entender melhor como o raciocínio crítico funciona, é importante compreender a definição de “fato” e “opinião.

 

Segundo o dicionário Michaelis:

 

Fato: 1. Evento de cuja ocorrência se tem conhecimento, ou coisa cuja existência não se põe em dúvida. 2. Tudo aquilo que acontece por ação do homem ou em decorrência de eventos exteriores ou naturais, que independem da vontade humana; acontecido, acontecimento, ocorrência, sucedido, sucesso. 3. Algo cuja existência é inquestionável, realidade, verdade. (...) 6. Algo sobre cuja existência há consenso geral, por ter sido confirmado reiteradamente e por muitos observadores independentes e de competência inquestionável.

 

Opinião: 1. Modo de pensar, de julgar, de ver. 2. Ponto de vista ou posição sobre assunto em particular (social, político, religioso etc.); teoria, tese. 3. Parecer emitido sobre determinado assunto em que muito se refletiu e deliberou; partido, voto. 4. Juízo de valor que se faz sobre alguém ou alguma coisa; conceito. 5. Consenso partilhado por um grupo de pessoas sobre um ou mais assuntos; julgamento coletivo. 6. Ideia ou hipótese sem fundamento; aquilo que se presume sem certeza; presunção.

 

Para se chegar a um fato – uma verdade de existência inquestionável – se considera diferentes opiniões – pontos de vista e modos de pensar, portanto particulares e não verdades absolutas.

 

O que é pensamento crítico?

 

O pensamento crítico para os seus estudos

 

Bom, se você pratica o pensamento crítico, com certeza, já sabe identificar por que ele é tão importante para os seus estudos acadêmicos. Essa habilidade permite que você forme suas próprias opiniões sobre um assunto, ao contrário de absorver tudo como certo, e se envolva com o material estudado além de um nível superficial.

 

Isso é essencial para a elaboração de ótimos trabalhos acadêmicos e para participar de discussões inteligentes em sala de aula com seus professores e colegas.

 

Isso é ainda mais importante se você decide cursar sua graduação ou pós-graduação em destinos como Estados Unidos, Reino Unido e Austrália, onde o estudo independente é exigido dos estudantes. Espera-se que você faça a leitura crítica de textos obrigatórios em casa e vá para a aula preparado para participar ativamente da conversa em sala. O professor estimula o compartilhamento de opiniões, a argumentação e o debate de ideias de uma maneira saudável e construtiva.

 

O pensamento crítico permite que você crie argumentos valiosos e saiba como apoiá-los. Essas são habilidades fundamentais para quem decide fazer um mestrado e/ou doutorado, ao conduzir uma pesquisa e desenvolver uma dissertação ou tese.

 

Leia também:

 

Com informações de Skills You Need.

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

article Img

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

7.8K
article Img

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

4.4K
article Img

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

2.2K