Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

Preparar-se para o aprendizado a distância

Um passo a passo para estudar online em casa

Prepare-se para o aprendizado a distância

Se você foi forçado a estudar de casa, mesmo que esteja acostumado a utilizar as tecnologias ao seu dispor para os estudos, é sempre bom estar atento às maneiras de agilizar o processo e otimizar o seu tempo. Há algumas coisas simples que você pode fazer para se preparar para o aprendizado online.

 

Mantenha contato com os seus colegas de classe

 

Quando você é um aprendiz a distância, é importante manter-se conectado à sua rede de contatos, em especial aos seus colegas de classe. Uma ideia é criar um grupo no Whatsapp ou uma corrente de e-mails para que vocês compartilhem tarefas e leituras interessantes; tirem dúvidas uns dos outros; estudem juntos com chamadas de vídeos; conversem sobre os desafios e dificuldades.

 

Não estar sozinho nesse momento é essencial.

 

Se os professores toparem, inclua-os no grupo e verifiquem sempre sobre o andamento das aulas e formas de não ficar parado em casa.

 

Ajuda também conversar regularmente com a sua família e amigos, especialmente se estiver se sentindo muito sozinho ou desmotivado – o que é completamente normal nas atuais circunstâncias.

 

Tenha um parceiro de estudos online

 

Se você tem amizade com alguém da sala, tornem-se parceiros de estudos online. Marquem um horário fixo para se encontrarem virtualmente todos os dias, duas vezes por semana, uma vez, o que funcionar melhor para vocês. Escolham o aplicativo que preferirem, seja o Whatsapp, o Skype, o Zoom ou qualquer outro, definam em qual matéria, capítulo ou tarefa vocês trabalharão juntos e mãos à obra.

 

Ter com quem dividir a atividade dá um ânimo extra, uma sensação de compromisso e também é bem mais divertido, né, vamos combinar?

 

Organize-se

 

estudar em casa

 

Escolha um cômoda da casa que te ajude a se concentrar. Prefira um lugar longe da televisão e sem muito barulho. Se você morar com outras pessoas, peça que não te interrompam por um tempo determinado – 30 minutos, uma hora ou o quanto for necessário para terminar sua sessão de estudos.

 

Crie um calendário de tarefas, estipulando metas alcançáveis para você se sentir mais motivado. Por exemplo: ler dois capítulos ou escrever duas páginas da dissertação por dia.

 

Verifique a sua conexão

 

Um fator de extrema importância para os estudos online é, claramente, a sua conexão à internet. Verifique a velocidade da sua rede e escolha um local na sua casa em que ela funcione melhor. Fica bem difícil colocar o trabalho em dia se a conexão ficar caindo, o vídeo não carregar e se você não conseguir acessar o portal da sua universidade.

 

Use serviços de armazenamento em nuvem gratuitos, como Google Docs e Microsoft OneNote, que lhe permitem acessar, editar e atualizar o seu trabalho em qualquer aparelho. Aliás, quando as aulas voltarem, você terá todos os seus materiais reunidos em um só lugar.

 

Use um PC ou laptop

 

estudar em casa

 

Mesmo que você se sinta confortável de digitar em uma tela, aconselhamos usar um laptop ou desktop com teclado. E se possível, também use um mouse mesmo no laptop. Isso facilita muito todo tipo de tarefa que você possa ter que fazer em casa.

 

Além disso, mesmo no laptop, opte por uma mesa e cadeira para as suas sessões de estudos. Assim, você se senta com postura ereta e não prejudica sua coluna. Estudar rotineiramente em uma posição inadequada acarretará dores desagradáveis que podem incomodar diferentes partes do seu corpo, como pescoço, punho e costas. (No momento, o ideal é evitar ao máximo visitas a médicos e hospitais por causa da pandemia.)

 

Escolha o horário do dia

 

Escolha o horário do dia que você está mais desperto e disposto. Se você é uma pessoa matutina, faça sua sessão de estudos logo após o café. Se você tiver hábitos noturnos e se sentir mais alerta à noite, tudo bem também. Uma das vantagens de estudar em casa, se você não tiver de assistir a nenhuma transmissão ao vivo, é poder escolher o período do dia mais adequado para você.

 

Só aconselhamos, se possível, a evitar estudar logo após alguma refeição, como almoço e janta, que é quando nos sentimos sonolentos.

 

Faça anotações

 

Enquanto assiste a videoaulas transmitidas ao vido, faça anotações regulares e, se possível, tire print da tela se necessário, para guardar informações importantes.

 

No caso de leituras e PDFs, se preferir, imprima o conteúdo e leia no papel para poder grifar e fazer anotações. Outra opção é fazer suas leituras em um leitor eletrônico, como Kindle, se você tiver o aparelho.

 

Recupere o trabalho perdido

 

A grande maioria de seminários online e sessões de chat com professores são gravadas e ficam disponíveis por tempo determinado – ou às vezes permanentemente. Por isso, não há desculpas para não recuperar aulas perdidas.

 

Agora, se você, de fato, não tiver mais acesso ao conteúdo, converse com seus colegas de classe ou entre em contato direto com o professor para pedir por anotações, qualquer material que tenha sido compartilhado ou orientação de como proceder.

 

Baixe os softwares e programas necessários

 

Há uma grande probabilidade de você precisar de algum ou alguns tipos de softwares e programas específicos para o seu curso. Se você já não os tem no laptop, é a hora adequada para baixá-lo.

 

Quase sempre há versões gratuitas ou de teste que você pode usar sem precisar adquirir o pacote oficial. Se não houver como, entre em contato com a sua universidade para pedir orientação de como usá-los sem precisar gastar. Em alguns casos, o investimento é válido se você tiver de usar o software para a sua carreira.

 

Lembre-se também de atualizar as versões dos programas para ter acesso a todas as ferramentas e recursos disponíveis.

 

A produtividade é cíclica

 

O mais importante de tudo: a produtividade vai e volta. Está tudo bem fazer um monte de coisa em um dia e no outro não conseguir terminar nada. É natural, ainda mais neste momento em que somos bombardeados de notícias preocupantes o tempo todo.

 

Tenha uma rotina, mantenha hábitos saudáveis, faça intervalos regulares e se permita se divertir também. Não seja tão duro consigo mesmo se não estiver conseguindo dar o andamento que gostaria para os seus trabalhos. Faça o possível no momento e amanhã é um novo dia!

 

Leia também:

5 vantagens e desvantagens do curso online

15 dicas para treinar conversação em casa

10 perguntas para fazer à sua universidade sobre a pandemia

6 dicas para estudar em casa durante a pandemia

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

7.4K

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

4.2K

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

2.2K