Essenciais
Estude no exterior : Quando chegar lá

18 dicas para sobreviver à universidade com um orçamento limitado

18 dicas para economizar com comida, passeios, transporte, compras, etc. durante a universidade com orçamento limitado.

18 dicas para sobreviver à universidade com um orçamento limitado

Universidade é caro, independente do país. Do curso ao transporte, dos materiais de estudos à acomodação, caso você se mude de cidade ou de país para estudar. São variadas as despesas e duram no mínimo quatro anos. Esperamos que, com muita pesquisa, você consiga encontrar a melhor opção para o seu orçamento e objetivos. E há sempre outras formas de economizar, como descontos, aplicativos úteis, carteirinha de estudante, promoções, atividades gratuitas, etc. É exatamente sobre isso que vamos falar neste artigo!

 

Nosso foco é achar maneiras de estudar no exterior mantendo-se no seu orçamento e conseguindo se divertir além das salas de aulas com a melhor economia. Várias delas também são úteis para quem está planejando uma viagem internacional!

 

1. UNiDAYS

 

Pelo aplicativo UNiDAYS, você consegue descontos em mais de 600 marcas famosas de tech, fitness e viagem. Você precisa se cadastrar no site e comprovar a sua matrícula em uma faculdade ou universidade em um dos países participantes do programa, como Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda, Alemanha e Dinamarca.

 

A Apple, por exemplo, dá 50% de desconto na assinatura da Apple Music e, desde 2016, passou a ser válido para universitários matriculados no Brasil.

 

2. Save the Student

 

O Save the Student é um site popular entre estudantes do mundo todo. Ele oferece dicas gratuitas e imparciais sobre como economizar durante os estudos. Nele, você encontra os melhores descontos e promoções, inclusive exclusivas para estudantes, em restaurantes, cinemas, produtos cosméticos, cafés, passagens de transporte, gift cards, etc.

 

Muita coisa anunciada no site é gratuita. As marcas sabem que universitários vivem com orçamentos apertados e topam testar novos produtos de graça.

 

3. Carteirinha do estudante

 

carteirinha do estudante - student ID - student card

 

No Brasil ou no exterior, quando você se matricula em uma universidade, deve receber uma carteirinha (ou, em inglês, student card) que comprova o seu status de estudante e a duração do seu curso. Ela serve para utilizar descontos específicos para universitários em diferentes lugares da cidade e compras online e também acesso a variados serviços.

 

Em diversos países, por exemplo, o pacote de tickets em transportes públicos tem um valor bem vantajoso para quem apresenta uma carteirinha de estudante.

 

4. ISIC

 

A ISIC (International Student Identiry Card), chamada em português de Carteira Mundial do Estudante, dá aos universitários direito a mais de 15.000 descontos e benefícios em mais de 130 países, como, por exemplo estadia em hostels por preços baixíssimos no mundo inteiro. Ela está disponível aos brasileiros.

 

5. TOTUM

 

Com anuidade inicial de £ 14,99, o cartão TOTUM, antigamente chamado de NUS (National Union of Students), foi criado no Reino Unido, mas agora é válido para estudantes do mundo todo graças a uma parceria firmada com a ISIC. Ele está disponível em site e aplicativo e proporciona descontos em diversos produtos e serviços, além de ganhar um cartão ISIC gratuito válido por um ano para ainda mais descontos.

 

Sabemos que qualquer investimento em libras esterlinas não sai barato no Brasil, mas esta é uma ótima opção caso você estude no Reino Unido.

 

6. Serviços e produtos gratuitos no campus

 

descontos para estudantes e universitários

 

As universidades têm costume de convidar ou permitir o acesso de marcas e companhias ao campus para promover seus produtos aos estudantes – e isso significa coisas de graça ou bem baratas, como sorvete, pizza, descontos em livros, óculos de sol ou até mesmo em festas.

 

Você fica por dentro destes eventos seguindo as redes sociais da universidade, da União dos Estudantes ou das sociedades estudantis.

 

7. Melhor negócio

 

Ao optar por estudar no exterior, você pode se sentir sobrecarregado com todos os detalhes e gastos que acompanham essa decisão tão importante na sua vida. O visto de estudante, a acomodação, as passagens aéreas, uma conta bancária, só para mencionar alguns fatores a serem considerados. Por estas e outras, nosso conselho é sempre verificar se você achou o melhor negócio antes de assinar qualquer contrato, lembrando sempre de verificar a segurança e a credibilidade da empresa ou serviço.

 

Ao escolher um banco no exterior para abrir a sua conta, compare taxas de juros e limites de cheque especial. Algumas agências oferecem descontos e incentivos para estudantes. No Reino Unido, é comum o banco dar um cartão chamado 16-25 Railcard, de quatro anos de duração, para viagens com economias de até um 1/3 nas passagens de trem pela Inglaterra, Escócia e País de Gales.

 

Railcard - Estudar no Reino Unido

 

8. Microsoft Office

 

Todos os estudantes podem se registrar para usar o pacote do Microsoft Office de graça, incluindo Word, Excel, PowerPoint e OneNote. Todos eles são programas de computador muito úteis para a vida acadêmica, independende do seu curso e do país. Tudo o que você precisa fazer é usar o seu email da sua escola, faculdade ou universidade para e registrar.

 

9. Olio

 

Estudar no exterior - gastos com alimentação

 

Um dos seus gastos diários no exterior será alimentação, claro, principalmente se o seu curso for integral e você precisar passar a maior parte do dia na universidade. O objetivo do aplicativo Olio é evitar o desperdício de comida promovendo o compartilhamento entre vizinhos e lojas locais.

 

“Quando compartilhar alimentos ficou mais estranho do que desperdiçá-los?”, pergunta o site oficial do Olio. Com ele, você se conecta às pessoas ao seu redor e promove a troca de comida e alimentos, publicando fotos dos produtos e marcando um local para a troca.

 

10. Too good to go

 

O Too good to go é outro aplicativo de prevenção do desperdício que te ajuda a compartilhar alimentos com pessoas da sua região. Os restaurantes se conectam ao app para anunciar comidas com 70% de desconto que acabariam desperdiçadas. Essa é uma excelente maneira de comer o que você quiser por preços bem mais baratos.

 

11. Museus

 

Todas as grandes cidades mais famosas entre os estudantes internacionais têm museus incríveis com dias de visitação gratuita. Essa é um ótimo passatempo de graça para conhecer a cidade, diferentes culturas e se inspirar. Vários têm acesso gratuito integral e outros dão descontos nos ingressos para estudantes. Você encontra todas essas informações nos sites oficiais dos museus e galerias de artes.

 

E isso não acontece só no exterior, não! Em São Paulo, por exemplo, o maravilhoso MASP – Museu de Arte de São Paulo –, na Avenida Paulista, tem entrada gratuita todas as terças-feiras. É só chegar lá das 10h às 20h!

 

12. Free walking tours

 

Free walking tours - Turismo de baixo custo pelo mundo

 

A maioria das cidades turísticas tem tours a pé de graça pelos pontos mais importantes e famosos locais. Nos Free Walking Tours, você se reúne a um guia e pessoas do mundo inteiro em algum ponto central e, a partir dali, caminham juntos por duas ou mais horas ouvindo a história dos prédios, praças, construções, memoriais, etc. pelo caminho. Normalmente, o guia fala em inglês ou em espanhol (você pode escolher o tour de acordo com o idioma) e pede apenas uma gorjeta no final (você decide o valor).

 

Essa é uma maneira incrível de conhecer a fundo a história e a cultura da cidade onde você está estudando e ainda fazer amizades com pessoas do mundo todo ao longo do passeio.

 

Há várias companhias e aplicativos de agendamento de Free Walking Tours (como o SANDEMAN, que eu já usei e recomendo). Eles são úteis para você saber quais passeios estão disponíveis e os horários. No entanto, quase sempre esses tours não precisam de agendamento prévio. Basta saber o ponto de partida e avisar o guia que você tem interesse de se unir ao grupo antes da partida.

 

13. Parques

 

Vida de estudante - Estudar em parques públicos

 

Os parques, além de gratuitos, são um refúgio da movimentação das cidades. E eles estão por toda parte, um mais lindo que o outro, em Berlim, Madri, Nova York, Vancouver, San Francisco, Estocolmo, Londres, Munique, Amsterdã, Viena, Porto, Tóquio... São Inúmeros exemplos!

 

Leve uma toalha ou canga, encontre uma sombra boa e tranquila e pronto, você achou um lugar delicioso para estudar. Ou então pode marcar um piquenique com os seus amigos aos finais de semana. Há, inclusive, parques com academias ao ar livre – você pode caminhar, correr e praticar exercícios de graça, e economizar com a academia.

 

14. Piscinas públicas

 

No Reino Unido, é bastante comum encontrar pelas cidades piscinas públicas chamadas de lidos, abertas durante o verão. Apesar de a maioria cobrar uma pequena taxa de uso diário, esse é um local gostoso de passar o seu tempo nos dias quentes e se encontrar com os amigos.

 

15. Festivais

 

Vida de estudante: festivais gratuitos pelo mundo

 

A grande maioria das cidades no exterior, até mesmo as pequenas (apesar de ser muito mais comum em metrópoles), tem festivais gratuitos ao longo do ano, de música, cultura, moda, gastronomia, etc. Você passeia por feirinhas, assiste a manifestações artísticas e shows ao vivo, participa de atividades, etc. pelas ruas da cidade.

 

Algumas metrópoles têm, inclusive, a versão deles de carnaval, com fantasias, barraquinhas de comidas do mundo inteiro, música, desfiles e diversão. Um exemplo desses eventos é o Carnaval das Culturas anual em Berlim, na Alemanha.

 

16. Feiras e mercados ao ar livre

 

Ir ao shopping pode ser um passeio legal, mas quase tudo tem um preço – além de correr a tentação de gastar o seu orçamento. Se você está interessado em fugir do consumismo desenfreado, que tal apoiar produtores e artesãos locais em feiras agrícolas e/ou artesanais que acontecem diária ou semanalmente em várias cidades do mundo?

 

Você encontra comidas, roupas, acessórios e presentes exclusivos produzidos por locais, ou seja, também é uma forma de conhecer a cultura do país! Alguns exemplos mais famosos: Camden Market, em Londres; Mercado Rialto, em Veneza; e Queen Victoria Market, em Melbourne.

 

17. Bibliotecas

 

Bibliotecas públicas

 

Você é um bookworm? Livrarias e bibliotecas são sua versão do paraíso? Então saiba que a maioria das cidades estudantis tem uma ou mais grandes bibliotecas públicas ou de acesso gratuito. Você pode até mesmo fazer a sua carteirinha de membro para emprestar livros ou usar as instalações para estudar, fazer pesquisas, usar PCs, etc.

 

18. Bicicletas

 

Outra tendência em todas as cidades turísticas do mundo inteiro é o aluguel de bikes seja para uso diário, semanal ou mensal. Você consegue pegar uma bicicleta por um aplicativo e passear aos sábados, praticar exercício ou então fazer um plano mensal com descontos para usar uma bike todos os dias para ir à universidade. O valor do aluguel por algumas horas é tão barato quanto £ 2, bem mais acessível do que ônibus ou metrô, por exemplo.

 

Gostaram?

 

Esperamos que nossas dicas ajudem não só quem escolhe estudar no exterior, mas também quem estiver programando uma viagem internacional.

 

Você tem alguma dica que ficou de fora? Escreve para nós em nossas redes sociais ou pelo nosso email de contato:

 

 

Leia também:

Como economizar no seu intercâmbio

Pagar ou não pagar: as taxas de ensino nas universidades da Europa

 

Texto original de Lizzie Horrocks publicado no site Hotcourses Abroad. Tradução e adaptação de Brenda Bellani.

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação

Leitura recomendada

As vantagens e desvantagens de ter amigos brasileiros no exterior

Pode ter certeza que, quando você estiver prestes a se mudar de país para estudar no exterior , alguém vai lhe dar o seguinte conselho: não conviva com brasileiros, senão você passará toda a experiência falando em português e acabará deixando o inglês de lado. Este é um bom conselho? Você deve segui-lo à risca?   Ter amigos brasileiros enquanto estudo no exterior ou não? Não há ninguém melhor para responder esta pergunta do que alguém que realmente

7.1K

5 dicas para conciliar estudos e o trabalho

Você terá uma reunião de trabalho em dois dias, mas não consegue achar tempo para se preparar porque semana que vem tem três provas na faculdade. O que fazer quando a vida profissional entra em conflito com a universitária? Manter uma rotina atarefada é desafiador e cansativo, por isso gostaríamos de ajudar listando cinco dicas para conciliar os estudos e o trabalho e para fazer as pazes entre estas duas partes da sua vida. E, quem sabe, sobra até um tempo para a

4.1K

Como me envolver na cultura do meu destino de estudo no exterior

Estudar no exterior é uma experiência gratificante e incrível ao mesmo tempo. Isso porque você vai viver em um novo país, desfrutará de novas experiências, e ainda terá a oportunidade única de conhecer pessoas e uma cultura diferentes, o que certamente acrescentará muita coisa boa em sua vida e a tornará uma pessoa com uma bagagem cultural e pessoal bastante rica.   Para que isso aconteça, é imprescindível se envolver na cultura do seu destino de

2.1K