Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

A área de Relações Internacionais no exterior

Estudar Relações Internacionais no exterior pode ser a opção certa para os interessados em carreiras em política e diplomacia

A área de Relações Internacionais no exterior
5239

Relações Internacionais é a área dedicada a estudar as nações e as suas relações; ela analisa e contribui com a comunicação efetiva e construtiva entre países em diversos âmbitos – econômico, político, social, cultural, comercial, ambiental, educacional, militar, jurídico, etc.

 

As Relações Internacionais estão fortemente ligadas à política e à diplomacia. O profissional da área lida com diferentes instituições, como governos, empresas, ONGs internacionais, embaixadas, prefeituras, organizações, entre inúmeras outras. Como o nome já indica, é necessário ser fluente em no mínimo um segundo idioma estrangeiro. O inglês é fundamental.

 

A área está em alta no momento devido à crise migratória enfrentada pela Europa, com a guerra na Síria.

 

Estrutura típica do curso

 

No exterior, o curso é chamado de International Relations (IR) ou International Affairs, dependendo da universidade. A graduação normalmente dura quatro anos e inclui um módulo de estágio obrigatório. No geral, um bacharelado de Relações Internacionais é um curso fortemente interdisciplinar. Elo envolve diretamente as ciências políticas e os estudos globais. A sua grade curricular contém disciplinas de ciências sociais e humanas. Os estudantes aprenderão amplamente sobre história, política, economia, geografia e cultura durante a graduação.

 

Dentre as possíveis disciplinas que comporão a grade curricular de uma graduação de Relações Internacionais estão direito internacional, demografia, filosofia, trabalho social, antropologia, criminologia, psicologia, estudos dos gêneros, estudos culturais, segurança internacional, sustentabilidade ecológica, economia e desenvolvimento econômico, direitos humanos, terrorismo e crime organizado, intervencionismo internacional, finanças globais, proliferação nuclear, globalização, nacionalismo, entre várias outras. Como você pode perceber, o profissional de Relações Internacionais trata de assuntos de extrema importância para o mundo inteiro e, mesmo durante a graduação no exterior, é provável que o estudante escolha uma dessas áreas de concentração para se especializar.

 

Aulas de idiomas estrangeiros também fazem parte do currículo obrigatória da maioria das instituições. O estudante deverá aperfeiçoar suas habilidades de comunicação e de oralidade, para conseguir se pronunciar com clareza e para grandes públicos.

 

Alguns exemplos de cursos de Relações Internacionais no exterior

 

No curso de Relações Internacionais da University of Calgary, no Canadá, o estudante aprenderá sobre as interações transfronteiriças entre vários grupos para compreender como elas afetam as pessoas, estados, regiões e a comunidade global. A grade curricular da Calgary proporcionará uma forte base sobre as interações econômicas, políticas e sócio-históricas entre as nações, além de habilidades em análise estatística, pesquisa, comunicação escrita e verbal e proficiência em um segundo idioma (além do inglês). O estudante poderá optar por disciplinas eletivas de pesquisa multidisciplinar de relações internacionais, princípios da microeconomia, o mundo contemporâneo, entre outras.

 

O curso oferecido pela University of Bristol, no Reino Unido, está intrinsecamente ligado à política. Com três anos integrais de duração no campus Clifton, o Bacharelado de Ciências de Política e Relações Internacionais abrange o estudo da política e do governo de países individualmente, e a relação entre países, comunidades e indivíduos, com disciplinas de teoria política, relações internacionais, política do Reino Unido, política dos EUA, gênero, segurança e conflitos. O curso termina com a produção de uma dissertação. A Bristol tem também um Bacharelado de Política e Relações Internacional com Estudos no Exterior que, ao invés de exigir uma dissertação no terceiro ano, o estudante cursar unidades previamente selecionadas em uma instituição parceria em outro país.

 

Segundo a Transylvania University, que oferece uma graduação de Relações Internacionais nos Estados Unidos, um importante aspecto desta área de estudo é aprender a pensar sobre desafios modernos de uma variedade de perspectivas. O curso da Transylvania é flexível; os estudantes podem conversar diretamente com o diretor da graduação para escolher quais disciplinas eletivas querem cursar que melhor atendam a seus interesses e planos profissionais. Além disso, eles podem optar por um módulo de estudos no exterior durante o termo de outono ou de inverno. A graduação da Transylvania University dura quatro anos e costuma receber novas turmas de estudantes em junho e em setembro.

 

Carreiras em Relações Internacionais

 

Uma vez formado, você pode seguir diferentes carreiras interessantes, importantes e gratificantes:

 

  • Política ou governo;
  • Análise política;
  • Diplomacia;
  • Jornalismo;
  • Ativismo;
  • Pesquisa científica;
  • Gestão de filantropia;
  • Consultoria.

 

Geralmente, para cursar esta área, o estudante deve ter interesse em questões como a distribuição do poder e os seus efeitos, em como a sociedade é organizada e como suas comunidades interagem entre si; ele deve ter interesse em aprender como a política e os governam funcionam e ser capaz de pensar criticamente.

 

Leia mais:

A área de Relações Públicas no exterior

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

A área de Relações Internacionais no exterior

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...