Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

Como escolher sua área de estudo para um curso no exterior?

Precisa de ajuda para escolher sua área de estudo no exterior? Nosso guia irá orientá-lo durante esta decisão tão importante para que você faça a melhor escolha para o seu futuro!

Como escolher sua área de estudo para um curso no exterior?
635

Você está em dúvida sobre o que estudar no exterior? De fato, esta é uma decisão muito importante. Nós já passamos por isso e sabemos como você se sente! Resolvemos criar este guia com uma série de fatores essenciais que você deve considerar ao escolher a sua área de estudo no exterior. Quem sabe até o final deste texto você já terá se decidido?! É o que esperamos.

 

1. Objetivos de carreira

 

Pode parecer muito cedo para isso, mas para escolher uma graduação é necessário considerar quais são os seus planos de carreira. A sua resposta influenciará não só a área de estudo como também o seu destino.

 

Após a graduação, muitos estudantes internacionais decidem permanecer no exterior por um tempo para conseguir um emprego e ganhar experiência prática na área de formação – e melhor: em uma empresa internacional.

 

Por isso, é importante dedicar um tempo para estipular o que você gostaria de conquistar profissionalmente após a sua graduação no exterior. Dependendo da sua área e dos seus objetivos, alguns países serão mais indicados por terem uma indústria mais desenvolvida e promissora no seu campo de interesse.

 

Por exemplo, se você estiver considerando fazer um curso de teatro ou artes cênicas, talvez o Reino Unido seja o lugar certo para você. Como berço das famosas peças de Shakespeare, o país tem uma longa tradição em artes criativas e uma das culturas de teatro mais ricas do mundo. As chances de encontrar oportunidades profissionais após os estudos serão grandes! Em 2016, a companhia Teatro Nacional identificou a sua maior audiência em sete anos, portanto, o período também é promissor.

 

 

Agora, se você estiver à procura de um diploma em Tecnologia da Informação (TI), pode acabar se interessando por uma curso na Suíça, onde há algumas das universidades mais renomadas na área. Solène Wolff, orientadora de carreira da ETH Zurique, a melhor instituição da Suíça segundo rankings mundiais, nos contou que “os estudantes de TI estão em alta demanda entre os empregadores do país”. Grandes empresas como Facebook, Dell e Microsoft têm filiais na Suíça e estão sempre em busca de novos talentos.

 

No entanto, se você não tiver certeza da área de estudo que quer, talvez seja aconselhável escolher um curso mais abrangente em termos de perspectiva profissional, com uma área de estudo mais genérica, com muitas habilidades transferíveis que podem ser aplicadas em diferentes carreiras. Durante a graduação, muito provavelmente você já terá se interessado por alguma área específica, então seria interessante escolher uma universidade com uma abordagem interdisciplinar e que também possibilite o intercâmbio e transferência de áreas de formação.

 

Um diploma em psicologia, por exemplo, proporciona uma série de conhecimentos e habilidades transferíveis: você terá desenvoltura com as matérias de ciências, trabalhará com estatísticas e compreenderá o funcionamento do cérebro humano, por isso, provavelmente gostará de trabalhar em contato com pessoas. Estes são requisitos para carreiras em diferentes áreas, como trabalho social, RH, saúde, educação e muito mais.

 

Mesmo que no fim do curso você perceba que gostaria de trabalhar em outra área, só o fato de ter se graduado no exterior já contará muito em seu currículo, uma vez que empregadores do mundo inteiro têm priorizado cada vez mais a contratação de profissionais com experiência internacional.

 

2. Considere os seus interesses e hobbies

 

Outra fator importante é escolher algo que você gosta. Claro, sempre haverá matérias na grade curricular que você vai gostar menos do que as outras, mas, no geral, a área de estudo deve ser algo que você sente prazer em estudar. Se você não gostar de nenhuma das suas aulas, tem algum problema aí!

 

A experiência de estudar no exterior já é um grande desafio por si só. Você vai ter aulas em um idioma estrangeiro, em outro país, com costumes e um sistema educacional diferentes. Mas, acima de tudo, a experiência deve ser gratificante e engrandecedora. Se você conseguir encontrar uma área que goste genuinamente, a adaptação será tranquila e os estudos com certeza serão até divertidos.

 

Então vamos pensar: tem algum hobby que você ama e que pode se tornar em um objeto de estudo de alguma forma? Ou então você estudou alguma coisa no passado que acabou se tornando uma paixão sua? Se sim, agora é hora de pesquisar um curso relacionado a estes interesses em uma universidade no exterior. O mundo é seu!

 

Se você ama literatura americana, existem diversos cursos disso nos Estados Unidos (e pelo mundo!) para você escolher. Se você é apaixonado pelo oceano e os animais marinhos, que tal uma graduação de biologia marinha na Austrália?

 

 

Outra opção é avaliar quais áreas são requisitadas em todos os lugares. Por exemplo: você gosta de lidar com números? Talvez uma graduação em economia seja uma boa pedida. É um diploma valorizado internacionalmente e vários dos princípios aprendidos durante o curso podem ser aplicados em diferentes setores pelo mundo todo.

 

Um dos objetivos principais de uma graduação é prepará-lo para um caminho profissional, portanto, cursar uma área que você gosta de verdade pode ajudá-lo a encontrar um emprego que seja de fato agradável e gratificante.

 

3. Considere os seus talentos e habilidades

 

Se nenhum dos seus interesses pode se transformar em uma carreira, o que acha de estudar algo no qual você seja muito bom? Porque, sejamos honestos, é ótimo quando conseguimos fazer alguma coisa com desenvoltura.

 

Ao estudar uma área na qual você já tem facilidade, vai ser mais fácil se integrar ao novo ambiente universitário, participar das aulas e superar os desafios de estudar no exterior. A sensação de “pertencer” vai surgir mais rapidamente. Além disso, as chances de conseguir notas altas serão maiores, o que pode ajudar na sua confiança e também na probabilidade de encontrar uma vaga profissional no final do curso.

 

O papel da universidade é equipá-lo com todas as habilidades necessárias para ser bem-sucedido na área que você escolher. Se antes você já tiver facilidade e desenvoltura, imagina depois de quatro anos ou mais de estudo? Você será um profissional requisitado.

 

Uma fórmula ideal seria combinar algo que você gosta com algo no qual você vai muito bem! Pronto, o resultado é sucesso.

 

 

4. Qualificações e processo seletivo

 

Algumas áreas de estudo acadêmicas são mais flexíveis em relação aos requisitos necessários para cursá-las. No entanto, a maioria exige uma série de fatores para a admissão, como seus estudos prévios e seu desempenho escolar. Por exemplo, se você sempre manteve notas altas nas disciplinas de ciências, talvez você não seja considerado o candidato ideal para uma graduação de artes se não conseguir apresentar um desempenho igualmente promissor nas disciplinas relacionadas à área.

 

Cursos como os de arquitetura e música, por exemplo, costumam exigir um portfólio ou audição dos candidatos para que sejam considerados às vagas.

 

A maioria das universidades no exterior também pedirá qualquer alguma forma de qualificação de ensino médio ou equivalente, como um diploma técnico/vocacional, que comprovará a sua aptidão para os estudos acadêmicos.

 

Rápido passo a passo para encontrar a sua área de estudo no exterior:

 

1. Visite a ferramenta de pesquisa por área de estudo do Hotcourses Brasil.

2. Veja qual dela mais te interessa e clique em “Ver áreas de estudo”.

3. Clique em uma das opções disponíveis para saber quais universidades internacionais oferecem cursos na área.

4. Use a opção “Filtro” para afunilar os seus resultados, inclusive em destino de estudo e requisitos.

5. Clique nos perfis das universidades para saber mais informações sobre os cursos disponíveis.

 

Fonte: Artigo de Raif Howley para o Hotcourses Abroad (traduzido e adaptado por Brenda Bellani).

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Como escolher sua área de estudo para um curso no exterior?

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

Por que estudar Direito?

Por que Direito? Esta é uma pergunta que todo aspirante a estudante da área terá de responder muitas e muitas vezes, seja no processo seletivo universitário, no processo seletivo para bolsas de estudo, em inscrições para vagas de trabalho, durante entrevistas... A lista continua! A questão pode tomar diferentes formas: por que você quer ser um advogado? Por que você a carreira em Direito é a opção certa para você? Mas, basicamente, a pergunta é a mesma.  

23232

Os diferentes tipos de MBA

Ser um profissional qualificado, atualmente, significa ter não só uma graduação como também uma pós-graduação. Independente do tipo de continuação que você pretende dar aos estudos acadêmicos, não estagnar no bacharelado já não é mais opção, é essencial. A maioria dos profissionais inseridos no mundo do business, em qualquer área ou setor, tende a optar por um MBA. Mas a princípio é importante saber: qual é a diferença entre pós-graduação e MBA?   MBA

8910

10 melhores graduações de Moda do mundo

Interessado em estudar Moda no exterior ? O Business of Fashion (BoF), considerada a bíblia da área educacional, listou as dez melhores escolas de moda no mundo para cursos de graduação. A avaliação das instituições teve como base os seguintes fatores:   Influência global: reputação, seleção de alunos e premiações; Experiência estudantil: corpo discente, recursos e ensino; Investimento a longo prazo: serviço de carreira, empregabilidade

2688