Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

Como se preparar para uma pós-graduação no exterior

Uma pós-graduação é a escolha certa para você? Cursá-la no Brasil ou no exterior? Como se preparar? Encontre a resposta para estas e outras perguntas neste artigo!

Como se preparar para uma pós-graduação no exterior
83

Você concluiu o seu bacharelado e tem vontade de continuar os estudos em uma pós-graduação? Ou então ainda está cursando a sua graduação e já está considerando um mestrado? As motivações para um mestrado são inúmeras e nós vamos lhe ajudar não só a entender quais são as suas razões como também aprender o passo a passo para começar a sua pós-graduação no exterior.

 

Afinal, a pós-graduação é a escolha certa para você? Ao final deste texto, queremos que você tenha decidido a resposta para esta pergunta.

 

pós-graduação no exterior

 

Por que fazer uma pós-graduação?

 

Os estudantes escolhem continuar no ensino superior por diferentes razões, mas algumas são mais comuns. A primeira delas é querer seguir uma carreira bem específica, como professor universitário, consultor empresarial ou terapeuta ocupacional. Algumas especializações exigem uma qualificação de pós-graduação para exercer a profissão.

 

Para outras carreiras, talvez você não precise obrigatoriamente de um mestrado ou especialização, no entanto, um diploma lhe destacará no mercado de trabalho competitivo. Por isso, o seu passo inicial é considerar qual é o seu objetivo específico e se uma pós-graduação o ajudará a alcançá-lo.

 

Pergunte-se se você gostaria de permanecer na universidade por um ou dois anos adicionais para desenvolver o seu conhecimento em uma área específica antes de começar a trabalhar. Independentemente das suas motivações para fazer uma pós, o ideal é se questionar sobre o futuro e o que um diploma superior significará para a sua vida pessoal e profissional.

 

Estudar um mestrado, no Brasil ou no exterior, não será barato e demandará mais dedicação aos estudos. Portanto, você precisa garantir que essa decisão seja certeira para o seu futuro.

 

Qual é a diferença entre uma graduação e uma pós-graduação?

 

estudar no exterior

 

A graduação é o primeiro programa oferecido no ensino superior que resulta em um diploma acadêmico (no exterior, chamado de degree, ao invés de diploma). Com três a cinco anos de duração, dependendo do país, o curso costuma resultar em diversas habilidades transferíveis, além das específicas na área de estudo escolhida, que podem ser aplicadas no mestrado.

 

Leia mais sobre graduação no exterior.

 

Uma pós-graduação é resultado do interesse em uma área mais específica ou especializada e também da vontade de expandir o seu conhecimento para contribuir ao setor. No exterior, as graduações já preparam os universitários para estudar de maneira independente, e isso se fortificará ainda mais na pós.

 

A maioria dos mestrados inclui um trabalho de pesquisa que resulta em uma dissertação, com início logo nos primeiros meses do curso. Portanto, você deve estar apto a trabalhar sozinho na maior parte do tempo e isso requer dedicação, atenção, interesse, gestão do tempo, entre outras habilidades.

 

Na graduação, é comum faltar de algumas aulas ou deixar de terminar algumas leituras obrigatórias. Embora isso possa parecer comum, em uma pós-graduação você deve levar suas aulas, leituras e trabalhos a sério, sem exceção, e se preparar com antecedência para as aulas ou reuniões com seu orientador.

 

Em um mestrado, você terá ainda mais independência. Se estiver acumulando trabalhos e leituras, terá de trabalhar dobrado para entregar tudo dentro do prazo.

 

Uma pós-graduação também é mais acelerada comparada ao bacharelado. Na maioria dos casos, você pode escolher cursar o período integral ou meio período no exterior, respectivamente de um e dois anos de duração. Se você decidir pelo programa integral, os estudos serão ainda mais exigentes e acelerados. Leva um tempo para se adaptar à nova rotina e espera-se que você se dedique exclusivamente aos estudos durante esses 12 meses.

 

Lato sensu X stricto sensu

 

Estas expressões em latim servem para diferenciar os dois tipos de pós-graduações disponíveis no Brasil. Elas significam “em sentido amplo” e “em sentido específico”. No âmbito acadêmico, se referem às especializações/MBA e aos mestrados/doutorados, respectivamente. Para ambos, é necessário ter concluído uma graduação primeiro.

 

O lato sensu é mais comum entre profissionais com uma carreira já iniciada ou consolidada que pretendem avançar na carreira ou conseguir novas oportunidades. Já o stricto sensu, por exigir pesquisa científica em dissertação ou tese, é voltado para quem procura uma carreira acadêmica, seja como professor, pesquisador, cientista, entre outras funções.

 

Há, no entanto, cursos como o mestrado profissional que, apesar de ser stricto sensu, prepara o estudante para o mercado de trabalho. O MBA – Master of Business Administration –, por exemplo, tem uma concepção diferente dependendo de onde você escolha cursá-lo. No Brasil, ele é considerado lato sensu; enquanto no exterior, ele tem o peso de um mestrado.

 

Leia também: Como encontrar o seu MBA no exterior

 

Taught X Research

 

No exterior, em países como os Estados Unidos, há dois tipos de mestrados:

 

  • O taught master’s degree, ou algo como um mestrado profissional, é um curso com grade curricular. O estudante, além de dedicar-se a uma dissertação, também precisa assistir às aulas obrigatórias de diferentes disciplinas antes de se focar na pesquisa.
  • O research master’s degree, apesar de em alguns casos também envolver uma grade curricular bem mais enxuta, é o mestrado focado integralmente na pesquisa acadêmica, concluída com uma dissertação.

 

Lei mais sobre a diferença entre taught e research master.

 

Prós e contras de uma pós-graduação - Hotcourses Brasil

 

Você quer permanecer na mesma universidade?

 

Uma reformulação pertinente desta pergunta seria: você gostaria de vivenciar algo diferente? Se você fez a sua graduação no Brasil, seria interessante cursar a pós-graduação em outro país. Isso significa uma nova perspectiva não só de vida, como também acadêmica e profissional.

 

Cada país tem um sistema de ensino superior diferente, mesmo com todas as semelhanças que possam apresentar, além do contato com o setor local e nacional. A sua escolha de destino de estudo influenciará diretamente no seu aprendizado dentro e fora da sala de aula, oportunidades de pesquisa, networking, etc.

 

Mesmo que você não tenha intenção de deixar o Brasil, vale a pena considerar uma pós-graduação em outra universidade, desde que atenda aos seus objetivos. O melhor conselho que podemos dar para escolher a instituição e curso mais adequados é identificar primeiro em qual área você quer se especializar. Depois, procure a universidade ou até mesmo o país que seja referência nessa área. Não adianta nada permanecer na sua universidade se ela não tem o curso de seu interesse ou não puder lhe oferecer um orientador na sua área de especialização.

 

Por outro lado, uma vantagem de permanecer na mesma universidade é conseguir um desconto para ex-alunos, comum no Brasil e no exterior. Sem contar que você pode, inclusive, já ter tido contato com orientadores durante a graduação e, além de já se sentir à vontade com eles, pode ser um facilitador para a sua admissão.

 

Como me preparar para a pós-graduação?

 

Inicie a sua pesquisa por universidades e cursos com no mínimo seis meses de antecedência, em especial se você pretende se candidatar a vagas no exterior, para preparar toda a documentação necessária com bastante tempo.

 

Você precisará de:

 

  • Histórico acadêmico;
  • Declaração pessoal;
  • Duas cartas de referência;
  • Um projeto de pesquisa;
  • Cópia do diploma de graduação;
  • Prova de proficiência na língua inglesa ou no idioma estrangeiro usado para instrução na universidade;
  • Cópia do passaporte.

 

Mesmo que você ainda não tenha recebido o seu diploma de bacharelado ou histórico acadêmico da sua universidade, você pode se candidatar e providenciá-los posteriormente, desde que possa comprovar o seu bom desempenho durante a graduação.

 

Prazos de inscrição

 

No Brasil, as inscrições quase sempre acontecem no início e na metade do ano, como as graduações. No exterior, as universidades tendem a receber inscrições ao longo do anos, em um processo chamado de rolling admission (admissão contínua).

 

Estas informações constam nos sites oficiais de cada instituição. Aconselhamos que você verifique-as pois cada uma possui prazos e processos distintos.

 

Preparo emocional

 

É comum ouvirmos falar apenas do preparo acadêmico necessário para cursar uma pós-graduação no exterior. O lado emocional tende a ser ignorado, mas é tão importante (ou mais) do que ter as qualidades técnicas certas.

 

Os primeiros dias – ou semanas – são de adaptação. É comum sentir saudades de casa e até mesmo questionar a sua decisão de mudar de país. Há o choque cultural inicial, além da transição para um sistema de ensino diferente, lecionado em outro idioma. Não é pouca coisa, então não tente minimizar o que você sentirá.

 

A melhor forma de acelerar a adaptação é tentar se preparar antes mesmo de viajar. Primeiro, entenda que a homesickness pode acontecer, mesmo que você se sinta pronto para a experiência. Segundo, procure se manter ocupado nas primeiras semanas: participe das orientações e eventos sociais da sua universidade. Assim, você já conhecerá outros estudantes, se familiarizará com as instalações do campus, etc.

 

Outro fator essencial é entender que cursar uma pós-graduação no exterior não é moleza. Na verdade, cursar uma pós em qualquer lugar do mundo exige muita dedicação e interesse da sua parte. No exterior, no entanto, você estudará e desenvolverá uma dissertação ou tese em outro idioma, longe da sua família e amigos, em um lugar com costumes diferentes do seu.

 

E as universidades internacionais são exigentes. Haverá muitas leituras, trabalhos, aulas em laboratórios, artigos, reuniões com seu orientador. É uma aventura maravilhosa? Sim, mas deve ser levada a sério para que seja bem-sucedida.

 

Leia também:

Psicóloga explica como se preparar emocionalmente para experiência intercultural

O que é inteligência emocional e como estudar no exterior ajuda a desenvolvê-la?

 

Taxas de ensino de pós-graduações no exterior

 

Outra forma de se preparar para uma pós-graduação no exterior é planejando o seu orçamento com antecedência. Para ser admitido em outro país, você deverá apresentar evidências de que conseguirá se manter financeiramente no país, bancando não só pelos estudos, mas também pelo custo de vida durante toda a sua estadia.

 

Como isso será possível? Você usará as suas economias? Ou escolherá um país onde seja permitido trabalhar durante os estudos? Tem a quem recorrer, caso precise de ajuda?

 

Outro ponto positivo de uma pós-graduação é que você pode cursá-la a qualquer idade. Portanto, se não estiver preparado agora, seja acadêmica, emocional ou financeiramente, talvez seja melhor esperar por uma época mais propícia.

 

Além disso, o maior número das bolsas de estudo oferecidas no exterior é direcionado a pós-graduações, como a Chevening, no Reino Unido, e a GKS, na Coreia do Sul.

 

Leia também:

O que é postgraduate education?

Doutorados no exterior: O que é PhD?

 

(Texto original de Lizzie Horrocks publicado no site Hotcourses Abroad. Tradução e localização por Brenda Bellani.)

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Pós-graduação
SOBRE O AUTOR

Como se preparar para uma pós-graduação no exterior

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

Por que estudar Direito?

Por que Direito? Esta é uma pergunta que todo aspirante a estudante da área terá de responder muitas e muitas vezes, seja no processo seletivo universitário, no processo seletivo para bolsas de estudo, em inscrições para vagas de trabalho, durante entrevistas... A lista continua! A questão pode tomar diferentes formas: por que você quer ser um advogado? Por que você a carreira em Direito é a opção certa para você? Mas, basicamente, a pergunta é a mesma.  

24964

Os diferentes tipos de MBA

Ser um profissional qualificado, atualmente, significa ter não só uma graduação como também uma pós-graduação. Independente do tipo de continuação que você pretende dar aos estudos acadêmicos, não estagnar no bacharelado já não é mais opção, é essencial. A maioria dos profissionais inseridos no mundo do business, em qualquer área ou setor, tende a optar por um MBA. Mas a princípio é importante saber: qual é a diferença entre pós-graduação e MBA?   MBA

12910

O que são e por que fazer os cursos preparatórios no exterior?

Foundation, accesss, pathway, bridge courses ... Os  cursos preparatórios podem mudar de nome e ter algumas variações, mas sempre representam a mesma coisa: à sua introdução ao ensino superior no exterior. Isto significa que você os cursa após a conclusão do ensino médio com a intenção de se preparar para uma graduação.   Trata-se de uma qualificação vocacional ou acadêmica, dependendo do país e do objetivo do programa, oferecida em diferentes

8001

10 melhores graduações de Moda do mundo

Interessado em estudar Moda no exterior ? O Business of Fashion (BoF), considerada a bíblia da área educacional, listou as dez melhores escolas de moda no mundo para cursos de graduação. A avaliação das instituições teve como base os seguintes fatores:   Influência global: reputação, seleção de alunos e premiações; Experiência estudantil: corpo discente, recursos e ensino; Investimento a longo prazo: serviço de carreira, empregabilidade

6050