Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

Por que estudar Serviço Social no exterior?

Um guia completo: o que é Serviço Social, onde estudar a área no exterior e quais caminhos profissionais você pode seguir

Por que estudar Serviço Social no exterior?
834

A Federação Internacional de Assistentes Sociais (IFSW) define oficialmente o Serviço Social como uma profissão prática e uma área acadêmica que promovem a mudança e desenvolvimento social, a coesão social e o empoderamento e libertação das pessoas. Os princípios da justiça social, direitos humanos, responsabilidade coletiva e respeito pela diversidade são essenciais ao trabalho social. Sustentado pelas teorias de serviço social, ciências sociais e humanas, o trabalho social envolve pessoas e estruturas para enfrentar os desafios da vida e melhorar o bem-estar.

 

Esta é uma definição bastante sucinta e completa do belo e necessário trabalho da assistência social. Chamado também de trabalho e serviço social, dependendo do país, esta área é inteiramente dedicada às pessoas, seus direitos e bem-estar. O assistente social dá voz às minorias e ajuda os mais necessitados em diversos momentos, principalmente nos mais críticos. De forma geral, eles estão preocupados com questões globais que, solucionadas, melhorarão a vida no mundo inteiro.

 

Em nosso contexto social, político e econômico atual, os assistentes sociais têm um papel vital na sociedade.

 

Visão geral da área

 

O Serviço Social é uma profissão preocupada em ajudar indivíduos, famílias, grupos e comunidades a melhorar o bem-estar tanto pessoal quanto coletivo. O objetivo é possibilitar a melhoria de suas habilidades e capacitação para o uso de seus próprios recursos ou os disponíveis na comunidade para a solução de problemas. Apesar do foco local e regional, muitas vezes trabalhando com questões individuais, a área tem uma visão muito mais ampla, tratando de problemas como a pobreza, desemprego, abandono e violência doméstica.

 

Segundo o site conceitos.com, denomina-se trabalho social “qualquer atividade que pretende melhorar as condições materiais, salubres, culturais e educativas da população”. Ainda de acordo o mesmo site, devido à dificuldade de arrecadar renda para este tipo de trabalho, o trabalho social está diretamente ligado às organizações sem fins lucrativos, principalmente as ONGs – organizações não governamentais.

 

As ONGs e os profissionais da área podem se especializar e trabalhar em diferentes causas da educação, saúde, gênero, família, trabalho, reabilitação, sistemas penitenciários, previdência social, etc.

 

Estrutura típica do curso de Serviço Social

 

A duração das graduações em Serviço Social no exterior depende do país e da universidade, mas costumam levar entre dois e quatro anos para serem concluídas. A grade curricular envolve disciplinas de ciências sociais e humanas e também um módulo de estágio profissional.

 

Exemplos de cursos de Serviços Sociais no exterior

 

A University of Pittsburgh, nos Estados Unidos, tem uma Escola de Serviço Social empenhada em oferecer os conhecimentos, habilidades e valores necessários aos seus estudantes para que possam se engajar na prática culturalmente competente da profissão com populações e comunidades diversas. O Bacharelado de Artes em Serviço Social (BASW) dura apenas dois anos e é um dos melhores do país. Além disso, a escola também tem opções de mestrados e doutorados (PhD) na área.

 

A Middlesex University, no Reino Unido, também tem um Bacharelado de Artes em Serviço Social. O curso é oferecido em Londres e tem três anos de duração. O Complete University Guide classificou a Universidade como uma das 15 melhores do país na área de Serviço Social. Devido aos seus laços com uma variedade de autoridades e organizações locais do setor de trabalho voluntário e independente, os estudantes têm a oportunidade de fazer estágios profissionais e também de aprender em sala de aula as mais recentes políticas e práticas da área.

 

A Middlesex também tem Mestrados com diferentes especializações em Trabalho Social, como Adultos, Crianças e Famílias, Saúde Mental, Estudos Comparativos do Álcool e Drogas, entre outras.

 

O Bacharelado de Serviço Social da James Cook University, na Austrália, dura quatro anos e tem foco tanto em questões aborígenes da Austrália quanto em contextos internacionais para a prática do serviço social. A graduação lida com tópicos diversos, incluindo bem-estar social de famílias e crianças, prática intercultural de serviço social ecológico, prática rural e remota, e saúde mental e psicologia. No terceiro e último ano do curso, os estudantes realizam 500 horas de treinamento prático com supervisão, totalizando 1.000 horas de experiência em dois anos.

 

Caminhos profissionais para um assistente social

 

 Os assistentes sociais são necessários em uma diversidade de seguimentos, como:

 

  • Agências de serviços para famílias;
  • Hospitais gerais e psiquiátricos;
  • Conselhos escolares;
  • Instituições correcionais;
  • Agências de administração de bem-estar;
  • Departamentos federais, estaduais e municipais;
  • Asilos;
  • Orfanatos.

 

No caso do bem-estar infantil, por exemplo, é dever do assistente social investigar casos de violência familiar, abuso e negligência e tomar as devidas ações obrigatórias de proteção à criança. Eles trabalharão para recrutar responsáveis temporários e supervisionar o ambiente de proteção e cuidado à criança e muitos trabalham com casos de adoção. As escolas contratam assistentes sociais para ajudar os estudantes a se adaptarem ao ambiente de aprendizado e também na comunicação, entre aluno, país e professores a fim de solucionar problemas que possam vir enfrentando, como comportamento agressivo, ausências frequentes e problemas familiares que afetam o desempenho educacional do estudante. Os assistentes podem lidar também com estudantes de famílias de imigrantes, muitas vezes em situação ilegal, e ainda incapazes de se comunicar no idioma oficial do país.

 

Na saúde e na comunidade, os assistentes estão envolvidos com o oferecimento de aconselhamento para indivíduos ou famílias e também de serviços para idosos. As funções são diversas, desde aconselhador na relação entre pais e filhos e também matrimonial, o profissional tem como propósito capacitar os cidadãos para não só identificar os seus problemas como também encontrar soluções com os recursos disponíveis. No campo correcional, o assistente pode trabalhar na equipe responsável pela reabilitação social de jovens e adultos infratores, ajudando-os a se reinserir na comunidade.

 

Como assistente social, você também pode optar por serviços particulares, cobrando por trabalho, e se especializar em diferentes áreas, como aconselhamento, mediação, desenvolvimento de política e programas sociais, assistência aos empregados de uma empresa, etc. No âmbito público, os profissionais ajudam na análise, desenvolvimento e planejamento de políticas em departamentos e secretarias do governo.

 

Visite o site oficial da IFSW.

 

Com informações de CASW.

 

Leia mais:

A área de Relações Internacionais no exterior

Por que estudar Artes Visuais no exterior?

Por que estudar Moda no exterior?

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Por que estudar Serviço Social no exterior?

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...