Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

Uma nova abordagem aos cursos de MBA da Warwick

A Warwick Business School, no Reino Unido, renovou os seus cursos de MBA ao inserir a disciplina de ciência comportamental na grade curricular.

Uma nova abordagem aos cursos de MBA da Warwick
1239

Com a crise econômica, os cursos de MBA oferecidos no mundo inteiro precisaram ser reformulados, para analisar a psicologia e a sociologia dos mercados e seguir as tendências atuais. Foi o que aconteceu com os programas de MBA da Warwick Business School, no Reino Unido. Segundo matéria publicada pelo Telegraph, o reitor da escola de negócios, Mark Taylor, trouxe sua experiência na indústria como diretor administrativo da Black Rock (um dos líderes mundiais em gestão de ativos) para a grade curricular dos cursos com a intenção de refletir o mundo complexo em que vivemos.

 

A nova turma de estudantes do outono de 2013 foi a primeira a cursar um novo e, sem dúvidas, controverso programa de MBA, com a ciência comportamental entre as suas principais disciplinas.

 

As escolas de negócios tradicionais dão ênfase ao que pode ser medido. Desta forma, os currículos de MBA costumam focar em números e disciplinas lógicas. A educação empresarial tem sido assim por décadas. Por este motivo, a mudança nos cursos de MBA da Warwick, ao incluir disciplinas da ciência comportamental na grade, desafia o pensamento convencional da economia e dos negócios.

 

A Warwick Business School está criando um novo caminho para os MBA's do mundo inteiro, com cursos que analisam como as pessoas realmente tomam decisões e se comportam no mundo empresarial. Em outras palavras, eles passam a dar foco a vieses inconscientes e hábitos que são poderosos motivadores comportamentais. As matérias tradicionais de contabilidade, finanças, estratégia e comportamento organizacional continuam na grade curricular, mas, agora, são estudadas pelo ponto de vista da ciência comportamental.

 

A estratégia da Warwick pode apontar uma nova tendência nos MBA's de instituições internacionais e na forma com que os negócios são estudados academicamente.

 

Pesquise:

Cursos de MBA no Reino Unido

Cursos de MBA nos Estados Unidos

 

Leia mais:

Estudar administração nos EUA: o exame Graduate Management Admission Test (GMAT)

Business: especializações em negócios internacionais no exterior

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Selecione país
Pós-graduação
SOBRE O AUTOR

Uma nova abordagem aos cursos de MBA da Warwick

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Leitura recomendada

Por que estudar Direito?

Por que Direito? Esta é uma pergunta que todo aspirante a estudante da área terá de responder muitas e muitas vezes, seja no processo seletivo universitário, no processo seletivo para bolsas de estudo, em inscrições para vagas de trabalho, durante entrevistas... A lista continua! A questão pode tomar diferentes formas: por que você quer ser um advogado? Por que você a carreira em Direito é a opção certa para você? Mas, basicamente, a pergunta é a mesma.  

23683

Os diferentes tipos de MBA

Ser um profissional qualificado, atualmente, significa ter não só uma graduação como também uma pós-graduação. Independente do tipo de continuação que você pretende dar aos estudos acadêmicos, não estagnar no bacharelado já não é mais opção, é essencial. A maioria dos profissionais inseridos no mundo do business, em qualquer área ou setor, tende a optar por um MBA. Mas a princípio é importante saber: qual é a diferença entre pós-graduação e MBA?   MBA

9928

10 melhores graduações de Moda do mundo

Interessado em estudar Moda no exterior ? O Business of Fashion (BoF), considerada a bíblia da área educacional, listou as dez melhores escolas de moda no mundo para cursos de graduação. A avaliação das instituições teve como base os seguintes fatores:   Influência global: reputação, seleção de alunos e premiações; Experiência estudantil: corpo discente, recursos e ensino; Investimento a longo prazo: serviço de carreira, empregabilidade

3783