Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

O que é cohort: entenda esse método de aprendizado

O que é cohort: entenda esse método de aprendizado

Não será difícil explicar o que significa cohort porque é o método similar ao adotado no Brasil. No entanto, é importante fazer essa distinção porque não são todos os países que usam esse modelo de ensino em suas universidades, como Estados Unidos e Reino Unido, por exemplo.

 

Nesse contexto, cohort tem significado de grupo. No ensino superior, “cohort of student” é um grupo de estudantes trabalhando juntos em um processo de aprendizagem cooperativo ao longo de toda a duração da graduação, promovendo assim a excelência educacional.

 

O que é cohort?

 

Uma coorte é um grupo de pessoas reunidas com base em certas características que elas têm em comum. Millenials, por exemplo, são coortes porque todos nasceram no mesmo período de anos. Mulheres que fumam ou homens que trabalham em casa também são tecnicamente coortes.

 

Na área de educação acadêmica (e até mesmo no ensino fundamental ou médio, dependendo do país), o termo se aplica aos alunos que frequentem as mesmas aulas no mesmo período ou que estejam nas mesmas turmas durante o ano todo.

 

Os grupos podem ser divididos de várias maneiras por idade, ano ou dados acadêmicos. Eles também podem ser chamados de intentional learning communities (comunidades de aprendizagem intencionais) em alguns países.

 

Mas como exatamente funciona esse método de ensino?

 

Nas faculdades e universidades, os programas de cohort são estabelecidos para agrupar os alunos com base em seu programa de estudo – ou seja, todos os interessados em estudar uma mesma área de estudo.

 

Podem ser, por exemplo, estudantes de Administração, Jornalismo ou Química agrupados. Comunidades de aprendizagem intencional podem incluir também alunos que estão estudando juntos em um programa de pós-graduação.

 

No método cohort, eles devem começar o curso juntos, permanecer no grupo por toda a duração dos estudos na instituição e progredir como um grupo.

 

Basicamente, é o que acontece no Brasil. Os alunos são selecionados para uma graduação em uma área específica e formam uma turma que estudará junta ao longo do curso inteiro, todo dia no mesmo grupo de pessoas. São os seus colegas de classe da universidade, que fazem a mesma grade curricular com você por quatro, cinco anos, assistindo às mesmas aulas.

 

Nos Estados Unidos, por exemplo, em que os estudantes têm mais liberdade de montar a sua própria grade curricular – ou seja, escolher quais disciplinas cursar a cada semestre – e podem definir a área de estudo na qual querem se especializar a partir do segundo ano, não há o senso de comunidade promovido pelo modelo cohort. Cada disciplina que você cursa é com uma turma diferente de estudantes, inclusive de pessoas matriculadas em outros departamentos acadêmicos ou áreas de estudo diferentes.

 

Objetivos do método cohort

 

Os cursos que adotam o método cohort têm como objetivo permitir a aprendizagem independente em um ambiente onde os membros – os estudantes – também ensinem uns aos outros.

 

Em um curso de pós-graduação, por exemplo, os alunos se mantêm em dia com seus orientadores acadêmicos e projetos de pesquisa. Enquanto as aulas prosseguem dentro do ambiente da faculdade e da pós-graduação, com uma coorte, o grupo sabe exatamente quem estará em suas salas de aulas sempre.

 

Ao buscar um diploma de pós-graduação dentro de um grupo (cohort), os professores estão disponíveis à cada turma de estudantes em horários específicos de acordo com um cronograma de aulas previamente estipulado no início de cada ano ou semestre.

 

Diferente dos Estados Unidos, em que pode haver semestres em que os alunos lutem para conseguir uma vaga na turma, dependendo da disciplina, ou para encontrar uma matéria disponível a fim de se formar a tempo com todos os créditos necessários.

 

Benefícios do método cohort

 

Em uma comunidade de aprendizagem intencional como uma coorte, os alunos conhecerão o grupo de colegas de classe à medida que o tempo passa. Eles conhecerão a experiência, a vida e o conhecimento de cada uma das outras pessoas no grupo.

 

Dessa forma, já familiarizados com as pessoas com quem compartilham as salas de aula, os estudantes não precisarão se preocupar em encontrar um grupo para fazer os trabalhos em equipe. Seja um projeto de pesquisa ou uma apresentação, toda a classe cursará o programa e saberá como ajudar uns aos outros.

 

Ao concluir os estudos, como resultado final, há um forte networking profissional entre os graduados, facilitando encontrar um emprego, porque têm um grupo ao qual recorrer socialmente.

 

O site Wharton, a escola de Negócios da University of Pennsylvania, resume os seguintes benefícios:

 

  • Colaboração: um modelo de aprendizagem cohort facilita a interação social e a colaboração com seus colegas, inclusive em cursos online. Isso pode aprimorar sua experiência de aprendizado e senso de comunidade conforme progride nos estudos.
  • Suporte: O aprendizado de coorte te conecta ao suporte de colegas de turma e professores. Caso precisar de ajuda com uma tarefa ou quiser discutir seus objetivos de carreira, por exemplo, pode se comunicar facilmente com seu grupo.
  • Estrutura: Como você avança em um programa com as mesmas pessoas o tempo todo, o aprendizado de coorte fornece estrutura na forma de prazos finais definidos (semanais, mensais etc.) e fóruns de discussão, no caso de cursos online.
  • Perspectiva: Um modelo de cohort de aprendizagem expande suas perspectivas porque, conforme você se envolve com os membros de seu grupo, você será exposto a novas carreiras, opiniões, experiências e ideias. Esse é um benefício exclusivo desse modelo de aprendizado.
  • Networking: Ao integrar um grupo de um curso no exterior, você conhecerá novas pessoas do mundo inteiro e fará amizades que durarão a vida toda.

 

Possíveis contras do método de ensino cohort

 

A intenção do cohort é ser um lugar para interagir e estudar com alunos que têm, idealmente, interesses similares aos seus. No entanto, essa rede pode acabar limitando os contatos que os alunos fazem na faculdade ao longo da graduação. Nos Estados Unidos, ao cursar cada disciplina com uma turma diferente, você acaba conhecendo mais pessoas e fazendo mais contatos (embora mais breves do que em um cohort).

 

Além disso, quando uma pessoa não estuda em tempo integral ou planeja trancar o curso por um tempo, ela deixa de fazer parte de um grupo.

 

Exemplos de universidades internacionais que adotam o método cohort

 

Veja alguns exemplos de cursos pelo mundo com o modelo cohort.

 

1. University of Victoria – Canadá

 

A Universidade de Victoria oferece, por exemplo, um Mestrado de Educação que proporciona a oportunidade dos alunos de trabalharem juntos no curso por dois anos – o que eles chamam de two-year cohort.

 

Todos os estudantes completam 15 unidades – sete disciplinas e o projeto de graduação – na mesma turma, aprendendo sobre questões atuais e tendências na pedagogia e abordando uma série de teorias e princípios que orientam o ensino e aprendizagem.

 

2. University f Nottingham – Reino Unido

 

A Universidade de Nottingham oferece um Mestrado de Artes (MA) em Educação direcionado a um grupo coerente de profissionais, como líderes intermediários, funcionários pastorais e de serviços integrados, que seguem uma sequência específica de módulos juntos. Todos os estudantes começam com o módulo de Investigação Baseada na Prática. A partir deste ponto, você pode seguir um curso de estudo juntamente, por exemplo, a um grupo interessado em liderança ou então gestão.

 

Há módulos de Dissertação, Questões sobre Liderança Educacional, Mudanças nas Salas de Aulas, entre outros.

 

Leia também:

 

Com informações do Great Value Colleges.

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada

Por que estudar Direito?

Por que Direito? Esta é uma pergunta que todo aspirante a estudante da área terá de responder muitas e muitas vezes, seja no processo seletivo universitário, no processo seletivo para bolsas de estudo, em inscrições para vagas de trabalho, durante entrevistas... A lista continua! A questão pode tomar diferentes formas: por que você quer ser um advogado? Por que você a carreira em Direito é a opção certa para você? Mas, basicamente, a pergunta é a mesma.  

25.4K

Os diferentes tipos de MBA

Ser um profissional qualificado, atualmente, significa ter não só uma graduação como também uma pós-graduação. Independente do tipo de continuação que você pretende dar aos estudos acadêmicos, não estagnar no bacharelado já não é mais opção, é essencial. A maioria dos profissionais inseridos no mundo do business, em qualquer área ou setor, tende a optar por um MBA. Mas a princípio é importante saber: qual é a diferença entre pós-graduação e MBA?   MBA

13.9K

O que são e por que fazer os cursos preparatórios no exterior?

Foundation, accesss, pathway, bridge courses ... Os  cursos preparatórios podem mudar de nome e ter algumas variações, mas sempre representam a mesma coisa: à sua introdução ao ensino superior no exterior. Isto significa que você os cursa após a conclusão do ensino médio com a intenção de se preparar para uma graduação.   Trata-se de uma qualificação vocacional ou acadêmica, dependendo do país e do objetivo do programa, oferecida em diferentes

9K

10 melhores graduações de Moda do mundo

Interessado em estudar Moda no exterior ? O Business of Fashion (BoF), considerada a bíblia da área educacional, listou as dez melhores escolas de moda no mundo para cursos de graduação. A avaliação das instituições teve como base os seguintes fatores:   Influência global: reputação, seleção de alunos e premiações; Experiência estudantil: corpo discente, recursos e ensino; Investimento a longo prazo: serviço de carreira, empregabilidade

6.8K