Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

Por que estudar Engenharia de Refrigeração no exterior?

Por que estudar Engenharia de Refrigeração no exterior?

Por que estudar Engenharia de Refrigeração no exterior?
1627

A refrigeração é uma subcategoria da Engenharia Mecânica focada na elaboração de projetos e sistemas de refrigeração e climatização, incluindo criação, instalação, produção, funcionamento, manutenção e equipamentos, podendo se tratar da refrigeração comercial, industrial, de supermercados, de restaurantes, ar condicionado, entre inúmeras outras ramificações.

 

A área de refrigeração exige uma mão de obra bastante especializada, e o profissional pode se focar em diferentes ramos, como o aquecimento ou calefação, ventilação, ar condicionado, refrigeração, climatização, entre outros. Dentro mesmo destas áreas há chances de se aprofundar ainda mais, como, por exemplo, ar condicionado solar ou ar condicionado automotivo.

 

Visão geral sobre a área

 

A refrigeração envolve várias funções e serviços de planejamento, concepção e gerenciamento de projetos e sistemas de refrigeração para uso comercial, residencial e industrial, desde unidades de restaurantes até equipamentos de saúde refrigerados e caminhões de baú isotérmico.

 

Os engenheiros desta área desenvolvem projetos de supervisão da produção e possuem habilidades para solução de problemas em sistemas, além de conhecimentos de termodinâmica e de procedimentos de segurança. Os trabalhos envolvem:

 

  • Instalações de aparelhos, sistemas e motores;
  • Higienização e limpeza de aparelhos, sistemas e motores;
  • Automação residencial;
  • Conservação de produtos – refrigeração comercial e industrial;
  • Climatização para conforto térmico;
  • Sistemas de refrigeração;
  • Detecção e reparos de defeitos;
  • Aplicação de metais;
  • Vitrines refrigeradas;
  • Câmaras frias;
  • Compressores, condensadores e evaporadores.

 

Uma parte importante da área é conhecer as suas leis e normas técnicas, aprendendo também a legislação ambiental, de saúde e de segurança no trabalho para a aplicação prática da refrigeração e climatização.

 

A estrutura típica do curso

 

Os cursos de graduação de Engenharia de Refrigeração são projetados para preparar os estudantes para funções como técnicos, engenheiros ou acadêmicos. Em instituições vocacionais e profissionalizantes, os cursos, como os associate’s degrees podem receber nomes diferentes como Engenharia e Refrigeração, Refrigeração e Ar Condicionado, Engenharia de Climatização e Refrigeração, entre outros. No exterior, são comumente chamados de Heating, Ventilation, Air Conditioning, and Refrigeration (HVACR) – que significa Calefação, Ventilação, Ar Condicionado e Refrigeração.

 

Alguns bacharelados, mestrados e doutorados de Engenharia Mecânica podem oferecer especializações de Refrigeração, incluindo estágios ou teses/dissertações. Os cursos acadêmicos de associate e graduação, primeiro contato acadêmico do estudante com a área, fornecerão o conhecimento e as habilidades necessárias para carreiras em diferentes ramos da refrigeração, como design, aplicação, produção, operação e manutenção de sistemas de HVACR. A grade curricular dá ênfase a áreas fundamentais como matemática técnica, cálculo, física, química, ciência de materiais, protótipos e engenharia.

 

Possíveis matérias da grade curricular:

 

  • Projetos assistidos por computador;
  • Sistemas de distribuição e refrigeração de ar e água;
  • Circuitos elétricos;
  • Desenho técnico;
  • Fluxogramas de sistemas;
  • Cálculos de carga térmica;
  • Ferramentas e equipamentos;
  • Ventilação industrial e refrigeração moderna;
  • Estimativa de custo mecânico;
  • Termodinâmica;
  • Modelagem;
  • Transferência de calor;
  • Leis do gás;
  • Instrumentação;
  • Sistemas de energia elétrica (e falhas nos sistemas elétricos);
  • Condensadores e evaporadores;
  • Câmaras de refrigeração.

 

Já os mestrados geralmente exigem que os estudantes tenham um bacharelado em alguma área da engenharia, para cursar alguma especialização de mecânica como aeronáutica, astronáutica, eletrônica, termodinâmica e, no caso, engenharia da refrigeração.

 

Apesar de existir disciplinas específicas de refrigeração e climatização, a grande maioria é vocacional ou profissionalizante, de curta duração. A área de refrigeração pode fazer parte de outros cursos mais abrangentes de graduação, como a Engenharia Mecânica, já citada acima, e também da Engenharia Civil, Arquitetura, Eletrotécnica e Engenharia de Climatização, dependendo do país e da universidade.

 

Alguns exemplos de cursos de Engenharia de Refrigeração no exterior

 

Tanto a Fleming College quanto a Centennial College, no Canadá, oferecem cursos de diploma na área de Calefação, Refrigeração e Ar Condicionado de natureza mais vocacional e profissionalizante e uma duração mais curta – de três semestres a dois anos. Segundo a Centennial, o programa de estudos preparará os estudantes para carreiras na área, capacitando-os com conhecimentos e habilidades abrangentes e essenciais para o suporte técnico, manutenção e instalação, design, vendas e serviços de atendimento.

 

O valor do curso da Centennial College, em Toronto, é de C$ 15.063 por ano. Já o diploma da Flemming, oferecido pela Escola de Comércios e Tecnologia, custa aproximadamente C$ 9.500 por semestre.

 

A Arkansas Tech University, nos Estados Unidos, tem um Associate de Ciência Aplicada em Tecnologia Geral – Ar Condicionado e Refrigeração de dois anos de duração. O curso custa US$ 236 por crédito acadêmico e prepara os estudantes para vendas, instalação, manutenção, serviços e operação de equipamentos não só para ambientes residenciais, mas também comerciais e industriais. “A necessidade de técnicos de ar condicionado e serviços de refrigeração continuará a se expandir com o crescimento das aplicações da computação nos campos industriais”, informa o site oficial.

 

O TAFE Western Australia tem um Diploma Avançado de Engenharia (HVAC) de Refrigeração e Ar Condicionado de um ano de duração por A$ 15.180. O curso é amplamente prático e combina os conhecimentos e as habilidades avançadas em tecnologias emergentes dos sistemas de HVAC para melhorar a eficiência da energia e a solução de problemas.

 

Caminhos profissionais para o engenheiro de refrigeração

 

As opções de carreira incluem funções da engenharia, de assistência, vagas mais técnicas, posições de supervisão e também administrativas. Esta é uma área que permite o empreendedorismo, com profissionais autônomos abrindo seus próprios negócios como técnicos, seja para oferecer serviço de instalação ou manutenção ou trabalhar como agente credenciado de alguma marca ou empresa.

 

Como a maioria dos cursos tem um módulo obrigatório de estágio, os estudantes já devem se formar com certa experiência prática e bagagem profissional na área, e que, em alguns casos, com a graduação, podem se tornar uma vaga integral com a efetivação do estudante. Com um curso técnico já é possível adentrar o mercado de trabalho!

 

Com um diploma de Engenharia de Refrigeração, você pode se tornar:

 

  • Supervisor de energia;
  • Engenheiro de projetos ou projetista de refrigeração e climatização;
  • Auxiliar de refrigeração;
  • Instalador de ar condicionado;
  • Oficial de manutenção;
  • Operador de refrigeração (comercial, industrial, aplicada, etc.);
  • Técnico de climatização de grande porte;
  • Vendedor ou representante de alguma marca específica.

 

Saiba mais:

 

O que significa “calefação”?  Calefação é o sistema de aquecimento de ambientes fechados, bastante comum em lares e comércios em países com invernos rigorosos.

 

O que significa “ventilação”? Ventilação é o sistema de substituição do ar de um ambiente fechado a fim de purificá-lo com o ar puro exterior.

 

Com informações do study.com

 

Leia mais:

Por que estudar Engenharia de Energia no exterior?

Por que estudar Engenharia Florestal no exterior?

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Por que estudar Engenharia de Refrigeração no exterior?

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...