Essenciais
Estude no exterior : informações de assunto

Por que estudar Moda no exterior?

Um guia completo: Todas as possibilidades que um curso de moda no exterior poderá te proporcionar tanto acadêmica quanto profissionalmente

Por que estudar Moda no exterior?
680

A Moda é uma área fascinante. Engana-se quem se limita a pensar em roupas e consumo. As tendências da moda apontam costumes, comportamentos e culturas da sociedade. Ela é uma forma de expressão e liberdade! Ao estudar Moda academicamente, você poderá aprender desde a criação até a venda e a crítica, com a possibilidade de se especializar em uma disciplina/profissão específica. Isto porque a Moda é uma área enormemente ampla e variada. Há vários caminhos acadêmicos e profissionais que podem ser tomados a partir de uma formação superior.

 

Os profissionais da moda trabalham com cinco elementos básicos:

 

  1. Cores;
  2. Texturas;
  3. Silhueta;
  4. Caimento;
  5. Harmonia.

 

Desde dezenas de milhares de anos a.C já existiam indícios da criação de peças, com agulhas de marfim, couro e tear. No entanto, a moda como o fenômeno sociocultural que conhecemos hoje é fruto do século 19. Cada época trás em seus vestuários e acessórios uma marca e, por eles, conta uma história sobre seus comportamentos e hábitos de consumo. Do espartilho à minissaia, a moda pode dizer muito sobre cada década!

 

Em um curso de graduação, você aprenderá toda a história da moda na base teórica da grade curricular. Entretanto, no geral, a educação superior nesta área costuma ser de caráter prático.

 

Algumas profissões e carreiras da Moda

 

A seguir, conheça resumidamente algumas das inúmeras áreas e caminhos profissionais da Moda:

 

  • Modelista: onde tudo começa, o modelista cria a ideia para a peça e de como desenvolvê-la.
  • Estilista: responsável por criar não só as peças e produtos como também todo um conceito por trás deles para formar uma coleção coerente.
  • Costureiro(a): responsável por executar os projetos criados pelos modelistas e estilistas.
  • Consultor(a) de imagem: profissional que orienta, cuida e ajuda a melhorar a aparência de seus clientes, podendo ser qualquer pessoa interessada em uma melhora no visual e guarda-roupa até figuras públicas que estão sempre na mídia.
  • Personal stylist: semelhante ao consultor de imagem, o personal stylist auxilia seus clientes a comprar novas peças, reciclar roupas já adquiridas e a se vestir melhor.
  • Vitrinista: cuida do visual e conceito das vitrines de varejo, expondo novidades e valorizando as melhores peças da coleção.
  • Piloteiro(a): com a orientação do modelista, ele é responsável por produzir a peça piloto.
  • Modelo: de passarelas, de ensaios fotográficos, ensaios publicitários, etc.
  • Modelo de Prova: um(a) modelo com as medidas certas para provar novas peças desenvolvidas, a fim de testá-las em todos os aspectos antes de serem produzidas em larga escala para o mercado.
  • Agente de modelo: responsável pela agenda de compromissos e dos negócios de modelos.
  • Comprador(a) de varejo: profissão que exige muita pesquisa e contatos, é responsável por escolher fornecedores e os produtos que serão vendidos no varejo. Pode precisar de um assistente de compras.
  • Desenvolvedor(a) de produto: necessário em todo o processo da moda, ele é responsável por desenvolver o produto e também introduzi-lo ao mercado.
  • Editor(a)/jornalista de moda: responsável pela produção e publicação do conteúdo jornalístico, informativo na área da moda.
  • Vendedor(a): o profissional em contato direito com o consultor. Longe de apenas vender um produto, os vendedores também precisam ter conhecimento de atendimento ao cliente e consultoria.
  • Figurinista: responsável por selecionar o figurino para todas as formas de artes, do teatro à novela, dos programas jornalísticos ao cinema.

 

Estes são apenas alguns exemplos. Ainda existem muitos outros!

 

Fashion Week pelo mundo

 

O Fashion Week (Semana da Moda) é um importante evento mundial da moda, sendo realizado em várias cidades icônicas. Os mais famosos são os de Nova York, Londres, Paris e Milão, mas também há outros. No Brasil, por exemplo, ele é realizado em São Paulo e no Rio de Janeiro. É no Fashion Week que as tendências para a próxima estação são formalmente apresentadas com desfiles de inúmeras marcas internacionalmente renomadas.

 

Já pensou estudar em dos países que servem como berço da moda?

 

As capitais mundiais da moda

 

As quatro cidades mencionadas acima – Paris, Milão, Londres e Nova York – são conhecidas como as capitais mundiais da moda, o que significa que elas têm grande influência internacional em tendências e estilo e também o maior número de negócios e empresas do setor. Atualmente, no entanto, outras cidades também são reconhecidas como importantes centros, como Seoul, Roma, Berlim, Barcelona, Tóquio, São Paulo e Los Angeles.

 

Cursos de Moda no exterior

 

No banco de dados de cursos do Hotcourses Brasil, você pode pesquisar entre:

 

 

A Universidade das Artes de Londres (University of the Arts London - UAL) tem as melhores graduações do mundo na área da moda, segundo a lista mais atual do Business of Fashion (BoF).

 

O Reino Unido tem dezenas de excelentes opções de formação acadêmica na área. Uma delas é a Middlesex University, com Bacharelado de Arte em Moda, em Comunicação da Moda e Estilo, e em Design da Moda. Também localizada em Londres, a instituição não só leciona o conhecimento e as habilidades práticas essenciais para uma carreira de sucesso na área, como também ajuda seus estudantes a desenvolver a autoconfiança, a vontade de enfrentar desafios, a habilidade de trabalhar em equipe e a descobrir a sua própria identidade como profissional.

 

Uma forma de concretizar tudo isso é o estágio de seis semanas que seus estudantes realizam no segundo ano do curso com algum designer profissional durante a preparação para o London Fashion Week. Além disso, os alunos têm acesso a estúdios modernos para colocar na prática todos os aprendizados do curso.

 

A Mesa Community College, nos Estados Unidos, por exemplo, tem Associates nas áreas de Design da Moda, Merchandising, e Varejo da Moda. Com um desses diplomas, você conseguiria a transferência para o terceiro ano de uma graduação de Moda de uma universidade dos Estados Unidos.

 

Outras universidades no exterior que oferecem graduações de moda:

 

 

Uma das vantagens de estudar esta área no exterior é ter o contato direto com tendências internacionais e profissionais estrangeiros, principalmente se você optar por um curso que inclua um estágio como parte obrigatória da grade curricular.

 

Dependendo do país, Inglaterra ou Itália, por exemplo, você pode assistir a desfiles de estilistas famosos e estar próximo a lojas de varejo de grandes marcas, como Louis Vuitton, Prada, Chanel, Cartier, Gucci, Dior, Valentino, Versace, Guess, Dolce and Gabbana, Armani, etc.

 

Leia mais:

A área de Design da Moda no exterior

Moda em Londres: o berço de tendências

Estudante de Moda explica o processo seletivo para pós-graduação no Reino Unido

Pesquise por cursos

Selecione país
Graduação
SOBRE O AUTOR

Por que estudar Moda no exterior?

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.

Dê uma olhada...