Essenciais
Austrália: Destino de Estudo

As 6 melhores universidades da Austrália

As seis universidades mais renomadas da Austrália de acordo com os três principais rankings mundiais – e o que elas têm a oferecer a estudantes internacionais

As 6 melhores universidades da Austrália

University of Melbourne, a melhor universidade da Austrália. (Foto: iStockPhoto/VibhashAwasthi)

 

Se você está considerando estudar na Austrália e está à procura das universidades mais renomadas, internacionalmente reconhecidas e promissoras para o seu curso acadêmico, este artigo é para você. De Perth, no oeste, à Brisbane, no leste, há 35 importantes instituições de ensino superior australianas. Portanto, você terá muitas opções de qualidade entre as quais escolher. No entanto, seis delas encontram-se entre as 100 melhores universidades do mundo – e é nelas que gostaríamos de focar.

 

Estudar na Austrália - Hotcourses Brasil

 

Consultamos os três principais rankings mundiais para reunir aqui as seis universidades da Austrália classificadas no top 100 global. A posição delas varia de acordo com a lista e o ano de avaliação, mas elas têm os desempenhos mais consistentes do país, edição após edição.

 

Cada ranking tem os seus métodos de avaliação, de acordo com uma série de indicadores de qualidade. De maneira geral, as instituições são avaliadas em qualidade de ensino, reputação entre empregadores, proporção entre professores e alunos, publicações e citações de pesquisas, perspectiva internacional (número de estudantes e acadêmicos estrangeiros que fazem parte da comunidade universitária), entre outros fatores.

 

O mais recente QS World University Ranking, por exemplo, apontou um progresso impressionante no desempenho da Austrália. Segundo eles, um dos principais fatores foi o aumento da proporção de estudantes internacionais nas universidades australianas. E isso é uma excelente notícia!

 

6 melhores universidades da Austrália

 

A seguir, conheça as seis universidades da Austrália com as melhores posições nos principais rankings mundiais:

 

  • Times Higher Education’s World University Rankings (THE)
  • QS World University Rankings (QS)
  • Academic Raking of World Universities (ARWU)

 

1. University of Melbourne

 

 

  • THE: 1ª na Austrália e 32ª do mundo
  • QS: 2ª na Austrália e 38ª do mundo
  • ARWU: 1ª na Austrália e 41ª do mundo

 

A melhor universidade da Austrália é a Universidade de Melbourne no ranking da THE e ARWU, uma entre apenas duas australianas a ficar no top 50 mundial. Fundada em 1853, ela é a segunda instituição mais antiga do país.

 

A Melbourne acolhe 47.000 estudantes no total, entre eles mais de 12.000 são estrangeiros vindos de 130 países diferentes. Ela também tem uma equipe acadêmica de 6.500 membros e 280.000 ex-alunos – 15% mora e trabalha em outras partes do mundo. Um dos seus estudantes mais famosos, inclusive, é Peter Doherty, vencedor do prêmio Nobel de Psicologia e Medicina.

 

Durante a graduação na Melbourne, 20% dos alunos têm a oportunidade de estudar parte do curso em outro país e dois em cada cinco escolhem realizar algum tipo de trabalho voluntário.

 

Além dos cursos acadêmicos tradicionais, ela oferece programas preparatórios internacionais; diferentes programas de desenvolvimento de habilidades de liderança; diversos eventos sociais e atividades extracurriculares; uma iniciativa de empreendedorismo (inclusive com uma série focada nas mulheres); mais de 200 clubes e sociedades estudantis; 16 museus e galerias de arte; e muito mais.

 

Ela conquistou o primeiro lugar no quesito satisfação estudantil entre as universidades do Group of Eight. Talvez uma das razões principais seja o grande número de bolsas de estudo de todos os tipos e valores que a Universidade disponibiliza aos seus estudantes.

 

2. Australian National University

 

 

  • THE: 2ª na Austrália e 50ª do mundo
  • QS: 1ª na Austrália e =29ª do mundo
  • ARWU: 4ª na Austrália e 76ª do mundo

 

Fundada em 1946, a Universidade Nacional Australiana (ANU) originalmente era um instituto de pesquisa de pós-graduação criado pelo Parlamento da Austrália, por isso está localizada em Canberra, a capital do país e sede do governo.

 

Ela conta com seis vencedores do prêmio Nobel entre os seus ex-alunos e acadêmicos. Inclusive, Brian Schmidt, vencedor na categoria de Física de 2011 ao provar evidências da aceleração da expansão do universo com outros dois acadêmicos, é o vice-reitor da ANU.

 

A instituição mantém parcerias com universidades internacionais renomadas, como a Yale University, nos Estados Unidos; a University of Oxford, no Reino Unido; o ETH Zurique, na Suíça; e a National University of Singapore, em Singapura – quatro das instituições mais importantes do mundo.

 

Uma quarta lista mundial, o Global University Employability Ranking, a elegeu no primeiro lugar na Austrália em empregabilidade em 2017. Isso significa que os seus estudantes, ao se formarem, têm as melhores chances de conseguir uma vaga integral significativa ou de serem admitidos em uma pós-graduação em até seis meses após a conclusão dos estudos.

 

A ANU forma profissionais preparados para o mercado de trabalho em diferentes setores, proporcionando estágios, experiência prática e contatos importantes durante os estudos. Além disso, 95% das pesquisas conduzidas nela foram consideradas “acima” ou “muito acima do padrão mundial”.

 

Os estudantes internacionais interessados podem concorrer às bolsas de estudo de Bacharelado em Ciência e de Excelência da ANU.

 

Entre em contato com a Australian National University.

 

3. University of Sydney

 

 

  • THE: 3ª na Austrália e 60ª do mundo
  • QS: 3ª na Austrália e 42ª do mundo
  • ARWU: 5ª na Austrália e 80ª do mundo

 

A Universidade de Sydney foi criada e 1851, portanto, é a mais antiga instituição de ensino superior da Austrália. Atualmente, ela recebe 45.000 estudantes no total, com mais de 130 nacionalidades representadas. Além dos estrangeiros que integram sua comunidade discente, a Universidade mantém 280 programas de intercâmbios com parceiros em mais de 30 países.

 

Cinco primeiros ministros australianos estudaram na Universidade de Sydney, incluindo Edmond Barton, que venceu a primeira eleição federal da Austrália em 1901. Isso por si só já é bastante impressionante.

 

No entanto, a instituição segue conquistando renome global. Só alguns exemplos: ela ficou em primeiro lugar na Austrália no mais recente ranking de empregabilidade da QS; dois dos seus cursos estão entre os 50 melhores do mundo; e ela possui a maior biblioteca acadêmica do Hemisfério Sul.

 

Ela mantém duas bolsas por mérito: a Bolsa de Estudo Internacional do Vice-Reitor de A$ 4.000; e a Bolsa de Estudo de Pós-Graduação de Pesquisa, integral.

 

Entre em contato com a University of Sydney.

 

4. University of Queensland

 

 

  • THE: 4ª na Austrália e 66ª do mundo
  • QS: 5ª na Austrália e 47ª do mundo
  • ARWU: 2ª na Austrália e 54ª do mundo

 

O lema da Universidade de Queensland é Scientia ac Labore, que significa “por meio do conhecimento e trabalho árduo” em latim. Portanto, prepare-se para se dedicar aos estudos se você escolher a UQ como a sua instituição na Austrália.

 

Ela tem aproximadamente 52.000 estudantes matriculados, incluindo 18.000 alunos internacionais de 135 países. Um dos seus destaques é ter um dos maiores números de estudantes de pós-graduação do país – 13.800. Isso com certeza é um indicativo da qualidade das pesquisas, corpo docente e instalações da Universidade, que atrai acadêmicos do mundo inteiro interessados em seus mestrados e doutorados.

 

A UQ proporciona diferentes oportunidades de colaborações interdisciplinares aos seus pesquisadores e estudantes em uma variedade enorme de áreas especializadas. Além das salas de aulas e laboratórios, os alunos têm a acesso a recursos de carreira, workshops, eventos de networking, estágios e até mesmo uma rede social chamada UQ Mates para que os alunos se conheçam e façam amizades duradouras.

 

Entre os seus ex-alunos, encontram-se um indicado ao prêmio Nobel, dois CEOs de empresas da Fornute 500, o ator vencedor do Oscar Geoffrey Rush e a poeta Bronwyn Lea.

 

Entre em contato com a University of Queensland.

 

5. University of New South Wales, Sydney (UNSW Sydney)

 

 

  • THE: 5ª na Austrália e 71ª do mundo
  • QS: 4ª na Austrália e 43ª do mundo
  • ARWU: 6ª na Austrália e 94ª do mundo

 

A Universidade de Nova Gales do Sul, mais conhecida apenas como UNSW Sydney, está na ativa desde 1949. Hoje, ela recebe 52.000 estudantes – 14.000 estrangeiros de 120 países. A Universidade tem mais de 200 acordos com instituições em 39 países para facilitar o intercâmbio de estudantes e projetos de pesquisas pelo mundo inteiro.

 

De fato, a instituição é pioneira na pesquisa interdisciplinar em áreas de importância global, como desigualdade social, cura do câncer/AIDS e mudança climática.

 

A UNSW faz investimentos regulares em novas instalações e reformas nos campi a fim de manter os cursos atualizados e usar as mais recentes tecnologias de cada setor.

 

Recentemente, por exemplo, ela inaugurou o Centro de Inovação Michael Crouch com o objetivo de apoiar e ajudar a colocar em prática as ideias e projetos empresarias dos estudantes por meio de parcerias com organizações comerciais regionais e nacionais.

 

Entre em contato com a NSWU Sydney.

 

6. Monash University

 

 

  • THE: 6ª na Austrália e =75ª do mundo
  • QS: 6ª na Austrália e =58ª do mundo
  • ARWU: 3ª na Austrália e 73ª do mundo

 

A Monash University é a maior instituição de ensino superior da Austrália, nomeada em homenagem a Sir John Monash, engenheiro civil e acadêmico australiano que exerceu a função de comandante militar durante a Primeira Guerra Mundial. O lema da UM, Ancora Imparo (“Eu ainda estou aprendendo”) é inspirado no estilo de vida de John Monash, que foi vice-reitor da Universidade de Melbourne e incentivava seus alunos a continuarem a aprender durante a vida inteira pelo bem da comunidade.

 

Ela tem três campi na Austrália, um na Malásia e mais de 100 parcerias pelo mundo para que seus alunos, cursos e pesquisas tenham um impacto global. Inclusive, todos os programas de estudo oferecidos pela Monash – são mais de 150 áreas em dez faculdades diferentes – têm foco internacional.

 

Algumas das invenções mais importantes do mundo sugiram nela, como uma nova vacina para a malária e máquinas impressas em 3D.

 

Leia também:

5 razões para estudar na Austrália

As 7 melhores universidades da Suécia

As 5 melhores universidades da Coreia do Sul

Estudar na Austrália

GRATUITO

Ebook ‘Estudar na Austrália’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar na Austrália em um só livro digital.

Baixe seu eBook
CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA