Essenciais
Austrália: Últimas notícias

Austrália e Covid-19: iniciativas do governo para ajudar estudantes internacionais

As principais abordagens do governo da Austrália para ajudar estudantes internacionais durante a pandemia da Covid-19, como visto e trabalhos no país.

Austrália e Covid-19: iniciativas do governo para ajudar estudantes internacionais

A Austrália foi um dos primeiros países afetados pela pandemia do coronavírus e também um dos primeiros a agir em prol dos seus estudantes. O governo australiano mantém iniciativas constantes para atrair as mentes mais brilhantes do mundo às suas universidades e, com a disseminação da Covid-19 pelo mundo, foi obrigado a reformular várias de suas regras de educação internacional para atender à demanda do momento.

 

Aproximadamente 120.000 estudantes internacionais, o que representa 20% de todos os estrangeiros matriculados na Austrália, estão no exterior devido à pandemia e às restrições de viagens aéreas. O restante continua no país, impossibilitados de frequentar as aulas presencialmente e enfrentando diferentes problemas, como demissão do trabalho, orçamento acabando e vencimento do visto de estudante.

 

Veja a seguir diferentes medidas adotadas pela Austrália e outras notícias sobre como o país está lidando com a crise da pandemia da Covid-19 no setor da educação superior.

 

Estudantes internacionais que tiveram de permanecer na Austrália

 

O governo da Austrália adotou uma abordagem mais flexível em relação aos vistos de estudante de quem precisou permanecer no país em meio à pandemia. As principais alterações foram as seguintes:

 

  • Se os seus estudos na Austrália estiverem acabando e você ainda não tem permissão para viajar, pode solicitar um visto de visitante (subclasse 600) antes do vencimento do seu visto de estudante.
  • Se suas aulas estiverem em recesso, você tem permissão de trabalhar no país por horas ilimitadas.
  • Se você estiver matriculado em um mestrado ou doutorado de pesquisa, também pode trabalhar no país por horas ilimitadas.
  • Se o seu curso foi adiado, você tem autorização para trabalhar por mais de 40 horas por quinzena.
  • Se você trabalha em setores críticos na Austrália, como saúde, enfermagem, medicina e em supermercados, também pode trabalhar mais de 40 horas por quinzena.

 

Visto especial para a pandemia

 

Visto especial da Austrália durante a pandemia da Covid-10

 

O governo da Austrália acaba de anunciar a criação de um visto temporário de subclasse 408 para os estrangeiros que permanecem no país por duas razões:

 

  • Ficaram presos no país por causa das restrições de viagem e não têm outras opções de visto;
  • Para continuar a trabalhar na Austrália em setores críticos durante a pandemia, como agricultura, processamento de alimentos, assistência médica, assistência a idosos, assistência a deficientes e assistência infantil.

 

Com o visto, será possível estender a estadia por 12 meses adicionais. A inscrição é feita online sem custos e também sem previsão específica de resposta.

 

Os solicitantes devem:

 

  • Estar na Austrália;
  • Ter um visto atual que expirará em 28 dias ou menos ou ter um visto temporário substantivo que expirou há menos de 28 dias, ou;
  • Ter provas do seu empregador de que você tem um trabalho em andamento em um setor crítico da Austrália e que um cidadão australiano ou residente permanente não pode preencher a sua vaga, ou demonstrar que não é capaz de atender aos requisitos de nenhum outro visto;
  • Manter um seguro de saúde adequado durante a estadia na Austrália.

 

Para os estudantes internacionais na Austrália com visto expirado, a permanência extra valerá por um período temporário, enquanto não puder tirar outro visto ou retornar para casa.

 

Saiba mais sobre o Covid-19 Pandemic event visa.

 

Apoio à moradia para estudantes internacionais em NSW

 

O governo estadual de Nova Gales do Sul (New South Wales), onde encontra-se Sydney, disponibilizou fundos para financiar acomodações temporárias aos estudantes internacionais que tiveram de permanecer no país durante a pandemia. A ajuda faz parte de um pacote de A$ 20 milhões criado a fim de proteger a sua população vulnerável e manter a popularidade do estado como destino de estudo.

 

O esquema de alojamento temporário atenderá aos estrangeiros com necessidade genuína comprovada e entregue por meio de homestays aprovadas pelo governo.

 

Para se inscrever, o estudante deve:

 

  • Ter sido despejado ou estar enfrentando um despejo iminente;
  • Ter provas de ter sido demitido do emprego na Austrália;
  • Possuir menos de A$ 1.500 em economias e nenhuma outra via de apoio.

 

A solicitação pode ser feita online no site oficial ou pela linha direta de suporte aos estudantes internacionais 13 77 88, disponíveis 24 horas por dia.

 

Fundo Internacional de Emergência na Victoria

 

Fundo emergencial para estudantes internacionais na Victoria, Austrália (Foto de Melbourne, a capital do estado)

A capital de Victoria é Melbourne, uma das cidades mais populares entre estudantes internacionais na Austrália.

 

O estado de Victoria criou o Fundo de Ajuda Emergencial para Estudantes Internacionais (ISERF) de A$ 45 milhões. Quem se inscreveu até o dia 19 de maio receberá até AS 1.100, tendo comprovado uma situação de vulnerabilidade, como perda de emprego, redução significativa no trabalho ou dificuldades financeiras como resultado da pandemia do coronavírus.

 

Estrangeiros matriculados tanto em instituições de TAFE/universidades públicas quanto em instituição particulares da Austrália são elegíveis.

 

Todos os aprovamos no Fundo também poderiam receber subsídios pontuais para bancar o aluguel; ajuda para encontrar novas oportunidades de trabalho por meio do Working in Victoria; e acesso a acomodação e apoio legal gratuitos e confidenciais do Study Melbourne Student Centre.

 

No entanto, o número de inscritos no Fundo de Ajuda Emergencial foi tão grande que os estudantes vêm enfrentando desafios para acessar ao suporte financeiro devido a atrasos administrativos.

 

Retorno seguro à Austrália

 

Com a pandemia praticamente controlada no país, o famoso Group of Eight (G8), grupo das oito universidades de pesquisa mais importantes da Austrália, propôs a criação do que vem sendo chamado de “corredor seguro” para o retorno dos estudantes internacionais que precisaram deixar a Austrália por causa da pandemia e estão em seus países de origem esperando o momento mais adequado para voltar e dar continuidade aos estudos.

 

A implementação da estrutura segura estaria sujeira a uma série de fatores, como exames de saúde rigorosos, a cooperação de agências governamentais e das companhias aéreas, entre vários outros.

 

No entanto, o primeiro passo para liberar o retorno dos estudantes seria um protocolo de identificação dos países de origem considerados elegíveis, ou seja, aqueles que comprovarem um controle eficiente da doença por meio de baixas taxas de infecção, número de testes realizados na população e capacidade de lidar com surtos.

 

Uma vez na Austrália, os estrangeiros teriam de passar por uma auto-quarentena de duas semanas, monitorada pelo governo, em uma acomodação financiada pelo próprio estudante, antes de terem permissão de circular novamente.

 

Estudar online sem visto de estudante

 

Os estudantes internacionais interessados em fazer um curso acadêmico de uma universidades australiana podem se matricular para o aprendizado online sem necessidade da solicitação de um visto de estudante. As instituições de ensino superior têm permissão para emitir uma nova Confirmação de Matrícula (CoE) e admitir alunos estrangeiros em seus estudos online.

 

Mesmo que você comece os estudos a distância, uma CoE é o documento necessário para comprovar a sua admissão em uma universidade na Austrália, caso precise de um visto posteriormente, quando as aulas voltarem a ser presenciais no campus.

 

Leia também:

Coronavírus: entenda o fechamento das universidades em quarentena

3 fatores sobre estudar no exterior em tempos de Covid-19

Canadá e Covid-19: restrições de viagem, vistos, trabalhos e extensão de estadia

Irlanda e Covid-19: 10 respostas sobre imigração, vistos e trabalhos

Estudar na Austrália

GRATUITO

Ebook ‘Estudar na Austrália’

Gostou da leitura? Nós reunimos os principais tópicos sobre estudar na Austrália em um só livro digital.

Baixe seu eBook
CURSO
PERFEITO

Encontre o curso perfeito para você

Responda algumas perguntas e nosso selecionador de cursos fará o resto por você

COMEÇAR SUA BUSCA