Essenciais
Canadá: Destino de Estudo

Entrevista: ensino fundamental, médio e superior no Canadá

Gabryela mudou-se para o Canadá aos 11 com a família e cursou o ensino fundamental e médio. Hoje, está estudando Criminologia na uOttawa.

Entrevista: ensino fundamental, médio e superior no Canadá

Gabryela Lima tem 20 anos. Ela se mudou de Chapecó, Santa Catarina, para o Canadá em 2011, quando tinha 11 anos, para cursar o ensino fundamental e médio. Hoje, ela está matriculada no bacharelado de Criminologia na University of Ottawa.

 

Nós conversamos com Gabryela sobre mudar de país ainda criança, as mudanças nos estudos devido à pandemia e as razões para escolher a uOttawa como destino de estudo. Confira a seguir!

 

https://www.hotcourses.com.br/study/prospectus.html?collegeId=413862&affiliateId=80409&countryId=32&categoryCode=&keyword=&qualId=&prospectusfrompage=94686&courseId=&subOrderItemId=95393&regGaPageNameUX=IP%20Content%20Hub&gasection=Download%20prospectus&campaign=38525&utm_campaign=hcbr_interview_article_clients_feb2021&utm_medium=referral&utm_source=hcbr&utm_content=uottawa_banner

 

Como escolheu a sua universidade e curso no Canadá? E quais razões te levaram a optar pela University of Ottawa especificamente?

 

Resolvi fazer o curso de Criminologia porque pretendo estudar direito depois de completar o meu Bachelor. Escolhi a Universidade de Ottawa porque me ofereceram a opção de fazer o meu curso em francês e receber o French Studies Bursary, o que me deixa pagar tuition como estudante Canadense em vez de pagar como estudante internacional. Essa bolsa de estudos me ajudou muito nestes últimos anos porque o meu custo de Universidade foi de mais ou menos $16,000 por semestre para $3,000 por semestre.

 

Como foi o seu processo seletivo e a solicitação do visto de estudante? 

 

Minha aplicação para o visto de estudante foi diferente porque eu já tinha feito o meu ensino fundamental e ensino médio no Canadá, então o processo foi automático. 

 

Quando você chegou no Canadá? Você chegou a ter aulas presenciais antes do início da pandemia?  

 

Cheguei no Canadá muito antes dos outros estudantes internacionais na OttawaU então tive sorte de conseguir fazer dois anos de aulas presencias antes do início da pandemia.

 

Como foi se mudar para o Canadá tão jovem, aos 11 anos? A adaptação foi fácil no primeiro ano?

 

Admito que chorei muito no primeiro ano; com 11 anos eu tive que deixar todo o meu mundo para traz e fazer uma nova vida em um país estrangeiro, sem ter feito a escolha de ir para lá. Eu tinha medo de que nunca ia fazer amigos e que nunca iria aprender a língua; sempre gostei de conversar então foi muito difícil eu não poder me comunicar com as outras crianças na escola.

 

O que me ajudou bastante foram os livros, eu estava no meio de uma fase em que lia muito então comecei a comprar copias em inglês de livros que já tinha lido. Depois de um tempo eu não aguentei mais a vontade de conversar e acabei aprendendo inglês. No início o plano era para ficarmos só um ano ou dois no Canadá para conhecer uma vida e cultura diferente do Brasil, mas fomos tão bem recebidos que acabamos ficando.

 

Diferenças entre a cultura canadense e a brasileira não me afetaram muito porque eu era muito nova para perceber, mas eu gostei muito da liberdade e segurança que tenho no Canadá.

 

Qual é o seu curso e como tem sido essa experiência de estudos pela uOttawa até agora? 

 

Estou fazendo curso de Criminologia e estou muito satisfeita com a minha escolha. Tive um pouco de dificuldade no início quando troquei para o francês; eu já estava acostumada com o inglês, e não tinha focado muito nos meus estudos de francês no ensino médio porque não tinha ideia que eu iria fazer a universidade em francês.

 

Logo descobri que a universidade oferece bastante suporte para estudantes no curso de francês; posso fazer todos os exames, projetos e redações em inglês, mesmo que as instruções e o curso em si sejam em francês.

 

Entrevista: estudar no Canadá

 

O que você acha do sistema de ensino do país e de produzir uma tese em um idioma estrangeiro? 

 

Como eu vim para o Canadá com 11 anos eu nunca tive que pensar muito sobre o sistema de ensino universitário do Brasil comparado ao do Canadá, só posso comparar com a minha experiência de ensino fundamental no Brasil.

 

O que percebi foi que o sistema educacional no Brasil parece muito mais competitivo e independente; quando vim para cá eu percebi que eu já tinha aprendido muito do que os alunos estavam aprendendo naquele ano.

 

Também percebi que o ensino médio daqui oferece a oportunidade de focar os seus estudos somente na área que quiser estudar, em vez de continuar um estudo geral. Na grade 10 e 11 já comecei a não escolher nenhum curso de matemática e troquei para cursos de direito e psicologia. 

 

Como já estou aqui a muito mais tempo do que a maioria dos estudantes internacionais já cheguei a um ponto onde acredito que escrevo melhor em inglês do que em português, então a questão da tese não preocupa muito a esse respeito. 

 

A sua rotina no Canadá foi alterada pela pandemia do coronavírus? Se sim, de quais formas e como foi a resposta da uOttawa às novas necessidades do momento? 

 

Minha rotina mudou muito com esta pandemia porque toda a manhã eu tinha que pegar o ônibus e viajar uma hora do Barrhaven até o centro, então quando começaram as aulas online até fiquei um pouco feliz em ter mais tempo para ficar em casa em vez de passar duas horas por dia dentro de um ônibus.

 

Depois de alguns meses peguei esta oportunidade para voltar para o Brasil e passar alguns meses com a minha mãe, e para diminuir os meus custos de aluguel, comida etc., durante a quarentena.

 

Como é o formato do seu bacharelado na OttawaU?

 

Estou fazendo um diploma de bacharel em Criminologia então os meus estudos são mais teóricos e incluem bastante leitura de teorias criminológicas. É um programa que requer bastante leitura e geralmente redações baseadas nos textos daquela aula, então é muito focado em estudos e pesquisas independentes.

 

Neste semestre tenho aulas regularmente, tenho uma aula de 3 horas por dia, em cada dia da semana. A maioria das minhas aulas online não é ao vivo, geralmente são slideshows com áudios anexados a cada slide, o que mudou um pouco a dinâmica do meu programa, mas continuam sendo aulas diárias.

 

Você teve alguma experiência de trabalho no país até agora? Como ela foi (ou tem sido)? 

 

Trabalhei alguns meses no Freshii e foi uma ótima experiência, a maioria dos outros que trabalhavam lá também eram estudantes e muitos eram imigrantes, então foi uma grande oportunidade de conviver com outros que tiveram experiências similares morando no Canadá. Conseguimos compartilhar muitas dicas e histórias sobre a nosso processo de imigração e as nossas dificuldades como estudantes.

 

Quais são os seus planos e perspectivas para 2021? 

 

Neste momento não sei exatamente como vou prosseguir, mas espero poder voltar para o Canadá o mais cedo o possível. Acredito que há uma possibilidade que eu tenha que completar o 4º ano do meu curso online enquanto eu estiver no Brasil, depois espero poder retornar ao Canadá para continuar os meus estudos de direito. 

 

Você recomendaria a uOttawa a outros brasileiros interessados em estudar no Canadá, mesmo nesse período de pandemia? Por quê? 

 

Sim, eu recomendaria para todos que estiverem interessados em estudar no Canadá. A Universidade de Ottawa não só me ofereceu muito apoio em relação aos meus estudos em francês, mas também me ofereceram muitos programas e oportunidades para conhecer outros estudantes internacionais. A OttawaU me fez sentir muito bem-vinda e eu adoraria convidar outros para compartilhar essa experiência.

 

Em relação a esta pandemia, a minha opinião é que as aulas online podem não ser o melhor exemplo da hospitalidade e educação de qualidade oferecida pela OttawaU. Sei que todos estão se esforçando muito durante nesses tempos difíceis e entendo que é uma situação complicada para alunos e professores também, por isso acredito que para aqueles que querem vivenciar a experiência Canadense, seria melhor esperar o retorno das aulas presenciais.

 

Conheça a University of Ottawa

 

Esstudar na University of Ottawa, no Canadá

 

Todos os anos, a uOttawa recebe mais de 8.000 estudantes internacionais de 115 países. Localizada na capital do Canadá, ela está cercada por muitos recursos internacionais, incluindo dezenas de ONGs, embaixadas e consulados.

 

Entre as melhores universidades do mundo, ela oferece mais de 550 programas de graduação, mestrado e doutorado. Os diplomas da uOttawa são globalmente reconhecidos!

 

Baixe o catálogo da University of Ottawa de graça e tenha acesso a todas as informações que você precisa para escolher o seu curso nessa instituição incrível. O download pode ser feito em qualquer aparelho e há também uma versão para impressão!

 

Leia também:

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA

Leitura recomendada