Essenciais
Canadá: Últimas notícias

Canadá enfatiza diversidade na nova estratégia educacional internacional

Canadá enfatiza diversidade na nova estratégia educacional internacional
63

O governo do Canadá anunciou uma nova estratégia de educação internacional para o período de 2019 a 2024 que define um novo estágio da abordagem do Canadá à internacionalização. O plano dedicará C$ 148 milhões ao longo dos próximos cinco anos em iniciativas de incentivo à educação internacional, seguidos por C$ 8 milhões por ano de financiamento contínuo.

 

Canadá Intercâmbio

 

Prioridades da internacionalização no Canadá

 

A estratégia chamada de “Construindo o Sucesso: Estratégia de Educação Internacional do Canadá” (em tradução livre) têm duas áreas de prioridade bem claras:

 

  1. Diversificar os mercados de origem das instituições canadenses;
  2. Incentivar mais canadenses a estudar no exterior.

 

O orçamento para o novo plano inclui também a extensão do Student Direct Stream (SDS), um sistema que permite aos estudantes enviar as inscrições eletronicamente e atender aos requisitos adicionais com antecipação para agilizar o processo de concessão de vistos de estudantes.

 

Atualmente, o SDS está disponível apenas aos estudantes da China, Vietnã, Índia, Filipinas e Paquistão. Com a nova iniciativa, ele deve se expandir a mercados adicionais até 2024.

 

Mais estrangeiros no Canadá

 

Uma das prioridades que ficaram de fora foi aumentar o número de estudantes internacionais no Canadá. Em 2014, o país lançou uma campanha para atrair mais estrangeiros ao ensino superior canadense. O objetivo era acolher 450.000 estudantes internacionais até 2022. No entanto, este número foi ultrapassado em 2017, quando o Canadá registrou 494.525 estrangeiros matriculados no país – um aumento de 20% em relação ao ano anterior.

 

Em 2018, mais 80.000 alunos internacionais escolheram o Canadá como destino de estudo, totalizando uma população discente estrangeira de 572.415 pessoas. Este crescimento foi similar ao da Austrália no mesmo período, onde começou a receber algumas críticas. Acredita-se que, com um número recorde de estrangeiros no ensino superior, o setor se torne excessivamente dependente de matrículas internacionais.

 

Diversificação da população estudantil

 

Os chineses e indianos representavam 55% dos estrangeiros estudando no Canadá em 2018. A nova estratégia educacional se preocupa com a gestão do crescimento de matrículas internacionais e enfatizar a sua diversificação, para que o setor de ensino superior não dependa apenas de alguns mercados específicos.

 

Uma parcela de C$ 24,1 milhões do orçamento será reservada a novos esforços de marketing digital destinados a alunos em potencial de países prioritários: Brasil, México, Colômbia, Vietnã, Filipinas, Indonésia, Tailândia, Marrocos, Turquia, França e Ucrânia. A campanha de marketing será amplamente executada pelo EduCanada, marca lançada pelo país em 2016 para ajudar na promoção dos benefícios da educação canadense pelo mundo.

 

Mesmo assim, China e Índia continuarão a ser os principais mercados, mas com focos em diferentes regiões dos dois países e também tentando atrai-los para níveis mais variados da educação acadêmica, em diferentes partes do Canadá.

 

Mais canadenses no exterior

 

O governo canadense também destacou duas preocupações:

 

  • Muitos estudantes canadenses se formam com conhecimento técnico e/ou acadêmico, mas sem soft skills e experiência de trabalho;
  • Uma proporção bem menor de canadenses estuda no exterior em relação a estudantes de outros países altamente desenvolvidos, como França, Austrália e Estados Unidos.

 

A nova estratégia inclui um projeto piloto de cinco anos para fornecer assistência financeira de C$ 5.000 a C$ 10.000 por ano a 11.000 estudantes canadenses que resolverem estudar ou trabalhar no exterior, principalmente na América Latina e na Ásia. As concessões priorizarão estudantes de baixa renda, indígenas e com deficiências.

 

Leia as mensagens oficiais do governo do Canadá sobre a nova estratégia de educação internacional.

 

Com informações de ICEF Monitor.

 

Leia também:

Por que o Canadá é o destino de estudo mais popular entre os brasileiros?

Como ingressar em uma universidade do Canadá

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Canadá
Graduação
SOBRE O AUTOR

Canadá enfatiza diversidade na nova estratégia educacional internacional

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.