Essenciais
Canadá: Últimas notícias

Canadá: novas medidas ajudam na permanência de estudantes internacionais

As últimas notícias sobre estudar no Canadá: facilitação da solicitação do visto de trabalho após os estudos e obrigatoriedade de um teste negativo de Covid para entrar no país.

Canadá: novas medidas ajudam na permanência de estudantes internacionais

O governo do Canadá anunciou uma nova política que deve ajudar ex-alunos internacionais a viver e trabalhar no país, e assim continuar colaborando à economia. De fato, os estudantes estrangeiros contribuem com mais de C$ 21 bilhões atualmente à economia canadense. No entanto, com a pandemia surgiram diversos desafios para que conseguissem começar ou continuar os seus estudos no país.

 

Um dos principais deles foi que, mesmo com a autorização de trabalho após os estudos – post-graduation work permit (PGWP) –, muitos graduados internacionais temem não ter chances de obter a experiência de trabalho que precisam para permanecer no país.

 

Estudar no Canadá

 

Por isso, o ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania anunciou que os ex-estudantes internacionais que possuem ou possuíam uma PGWP terão a oportunidade de se inscrever para uma autorização de trabalho aberta. Isso significa que os estrangeiros no Canadá afetados pela pandemia com um PGWP vencido ou prestes a vencer terão a chance única de solicitar outro visto de trabalho após os estudos.

 

Novas medidas do PGWP para ajudar estudantes internacionais

 

No finalzinho de 2020, o Departamento Federal de Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá havia estipulado novos critérios de qualificação para os chamados post-graduation work permit ou apenas PGWP no Canadá. O objetivo era ajudar os estrangeiros que não pudessem começar ou continuar as aulas presenciais no país devido às restrições de viagens internacionais como medida de segurança.

 

Com as novas regras, qualquer período de estudos cursados online fora do Canadá desde a primavera de 2020 contariam na duração do seu PGWP canadense. Os estudantes internacionais não têm mais esse tempo reduzido no visto, como acontecia antes. Essa regra valerá até abril de 2021, por enquanto.

 

Já com as novas medidas anunciadas em janeiro de 2021, os PGWP “em aberto” serão válidos por 18 meses e permitirão que os ex-alunos internacionais permaneçam no Canadá, continuem procurando por emprego e construam o seu futuro no país com uma residência permanente.

 

Isso vem de encontro com o plano de imigração do Canadá de receber mais de 1 milhão de novos residentes permanentes até 2023. O governo canadense acredita que os estudantes internacionais têm participação “crítica” no mercado de trabalho pós-pandemia do país e tem feito de tudo para conseguir mantê-los no país.

 

Também em dezembro de 2020, a organização Colleges and Institutes Canada (CICan) enfatizou o papel das universidades, faculdades e institutos canadenses no restabelecimento “resiliente” do país. Além de atender às necessidades dos estudantes e comunidades, os membros do CICan devem treinar alunos estrangeiros e novos imigrantes para que possam fazer a transição dos estudos para o mercado de trabalho a fim de resolver a escassez de mão de obra em alguns setores.

 

Tudo isso são movimentos de um destino de estudo que sabe a importância dos estudantes internacionais para o país e faz o possível para acolhê-los.

 

Testes negativos do coronavírus e quarentena obrigatórios

 

Desde 7 de janeiro de 2021, o Ministério de Transporte do Canadá passou a exigir que todos os passageiros aéreos a partir dos cinco anos de idade apresentem um teste negativo para Covid-19 antes de viajar de outro país para o Canadá.

 

O governo canadense já vinha aconselhando desde março de 2020 contra as viagens não essenciais e as medidas de restrições poderiam ser alteradas a qualquer momento conforme necessário por razões de saúde pública.

 

Com a nova onda de casos de contaminação do coronavírus, passa a ser obrigatório a apresentação de documentação de um resultado de teste laboratorial negativo à companhia aérea antes do embarque em um voo para o Canadá.

 

O exame deve ser especificamente o de reação em cadeia da polimerase molecular (ou PCR) e realizado dentro de 72 horas antes da partida programada do viajante para o Canadá. Mesmo assim qualquer pessoa que receber um resultado de teste negativo e for autorizada a entrar no Canadá ainda deve completar a quarentena obrigatória de 14 dias a partir da chegada.

 

Os estrangeiros que aterrissam no Canadá devem usar o aplicativo ou site ArriveCAN para fornecer as informações de contato pessoal e de quarentena obrigatória antes da chegada. A violação do isolamento nesse período é considerada um delito sob a Lei de Quarentena e pode levar a até seis meses e prisão e/ou multas de C$ 750.000.

 

Notícias da educação global

 

Acompanhe o panorama da educação global nos principais destinos de estudo do mundo em tempos de pandemia pela nossa página de notícias. Saiba as mais recentes decisões dos governos, medidas para ajudar estudantes internacionais e atualizações da situação mundial.

 

Leia também:

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA