Essenciais
Canadá: Últimas notícias

Canadá e Covid-19: restrições de viagem, vistos, trabalhos no país e extensão da estadia

Como o Canadá está ajudando os estudantes internacionais durante a pandemia da Covid-19: informações sobre restrições de viagem, vistos, trabalhos no país e extensão da estadia no país

Canadá e Covid-19: informações para estudantes internacionais

O Canadá se tornou dos dois destinos de estudo mais procurados por brasileiros nos últimos anos, juntamente ao seu vizinho na América do Norte, os Estados Unidos. Infelizmente, a pandemia da Covid-19 atrapalhou os planos de muitos estudantes internacionais. A boa notícia é que o Canadá tem uma cultura e leis bastante acolhedoras com estrangeiros, sejam eles refugiados, estudantes ou trabalhodores. Por isso, o paísb já adotou várias medidas e alterações nas suas leis imigratórias, mesmo que algumas sejam temporárias, a fim de ajudar a minimizar os danos.

 

Veja, a seguir, quais foram as principais mudanças imigratórias adotadas pelo Canadá para enfrentar a pandemia do coronavírus.

 

Restrições de viagens

 

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau anunciou restrições de viagens não essenciais para limitar a entrada no país e proteger a população da Covid-19. Por tempo indeterminado, a maioria das pessoas não está autorizada a viajar para o Canadá, mesmo com um visto válido ou autorização eletrônica de viagem (eTA).

 

As únicas pessoas autorizadas a entrar no país durante as restrições são:

 

  • Cidadãos australianos;
  • Residentes permanentes do Canadá;
  • Cidadão registrado pelo Canada’s Indian Act;
  • Cidadão protegido;
  • Estrangeiros dos Estados Unidos viajando com uma finalidade essencial (não discriminatória);
  • Estrangeiros de outros países viajando com uma finalidade essencial e que sejam exceção nas restrições de viagens.

 

Estudantes internacionais com uma autorização de estudo válida ou que tiveram sido aprovados para uma autorização de estudo antes do dia 18 de março de 2020 se enquadram neste último item. Ou seja: têm permissão para viajar para o Canadá.

 

Quarentena obrigatória

 

Se a viagem for de avião, você precisará passar por uma avaliação de saúde conduzida pela companhia aérea antes de embarcar no voo. Qualquer pessoa que apresentar sintomas da Covid-19 não será autorizada a entrar no Canadá via aérea.

 

Ao aterrissar, a imigração canadense também realizará mais uma checagem de saúde antes de você deixar o aeroporto.

 

Além disso, você precisa ter um plano de quarentena pelos primeiros 14 dias no país. O isolamento social é obrigatório a todos os estrangeiros que chegam ao Canadá, por ar ou terra, independentemente se apresentarem sintomas ou não. Se, uma vez no país, você não tiver como permanecer por quarentena por 14 dias, deve cancelar a sua viagem. As penalidades para quem quebra a quarentena pode ser uma multa de C$ 750.000; seis meses de cadeia; ou, sendo considerado inadmissível, perder a permissão de estar no país e proibido de viagem por um ano.

 

As únicas pessoas liberadas da quarentena são trabalhadores considerados essenciais, como caminhoneiros que precisam atravessar a fronteira regularmente para manter o fluxo de mercadorias.

 

Cursos online e a permissão de trabalhar no país após os estudos

 

Se você foi admitido em uma universidade do Canadá, mas as suas aulas presenciais foram transferidas para o formato online por causa da Covid-19, você ainda se qualificará ao Programa de Autorização de Trabalho após Graduação (Post-Graduation Work Permit Program - PGWPP).

 

Como diversos estudantes ficaram impossibilitados de viajar para o Canadá e a maioria das universidades foi forçada a adaptar às aulas online, o governo canadense decidiu que os estrangeiros que possuírem uma autorização de estudo ou que tiveram sido aprovados para uma autorização de estudo para cursos com início na primavera, verão ou outono, mas que não conseguirem viajar para o Canadá, ainda terão acesso ao PGWPP.

 

Estes estudantes também poderão:

 

  • Começar as aulas online ainda fora do Canadá;
  • Completar até 50% do curso fora do Canadá, se não for possível viajar antes disso.

 

Quem começar os estudos no outono de 2020 não terá nenhum tempo deduzido da duração da autorização de trabalho após a graduação (PGWP) pelos estudos concluídos enquanto estiver fora do Canadá entre o início do outono de 2020 e 31 de dezembro de 2020.

 

Permissão para trabalhar no país

 

As regras também mudaram para atender à demanda de trabalho dos estudantes que já estão no país. Você pode continuar a trabalhar mesmo se a Covid-19 te forçou a estudar em meio período ou pausar os estudos, caso:

 

  • Você seja um estudante integral;
  • Tenha autorização para trabalhar dentro ou fora do campus durante os estudos.

 

Quem trabalhar fora do campus pode fazer até 20 horas por semana durante o período acadêmico. Nas férias do ano acadêmico, o trabalho pode ser integral.

 

Durante a pandemia, o governo do Canadá abriu algumas exceções de trabalho durante os estudos. Você tem permissão temporária de trabalhar por mais de 20 horas durante o período acadêmico até o dia 31 de agosto caso:

 

  • Tiver uma autorização de estudo válida;
  • Puder trabalhar fora do campus;
  • Exercer uma função considerada essencial durante a pandemia.

 

Esta estratégia classifica os trabalhos essenciais de acordo com os seguintes setores:

 

  • Energia;
  • Tecnologia da informação e comunicação;
  • Finanças;
  • Saúde;
  • Alimentício;
  • Água;
  • Transporte;
  • Segurança;
  • Governo;
  • Produção.

 

Trabalho temporário

 

Alguns trabalhadores temporários estrangeiros também entram nas exceções das restrições de viagem caso se enquadrem nas finalidades essenciais do governo canadense. Para isso, precisarão de uma autorização de trabalho; passar pela verificação de saúde conduzida pela companhia aérea; e usar uma máscara durante o voo.

 

Uma vez no país, também deverão passar obrigatoriamente pela quarentena de 14 dias. Caso apresente sintomas da Covid-19, a viagem será proibida.

 

Eu fiquei no Canadá durante a pandemia, e agora?

 

Aconteceu de vários estudantes não conseguirem retornar para seus países de origem antes das restrições de viagem. Se a sua autorização de estudo não expirou e você ainda não acabou os estudos no Canadá, pode solicitar uma extensão do visto (de trabalho ou estudos) para permanecer no país.

 

Se já terminou os estudos, mas permaneceu no Canadá por causa das restrições de viagem pode:

 

  • Solicitar a mudança do seu status de estudante para visitante, desde que a autorização de estudo não tenha vencido ainda;
  • Estender a sua estadia como visitante.

 

Independentemente do caso, ao realizar a solicitação, o governo canadense orienta a incluir uma nota explicando a sua situação e por que você precisa estender a sua estadia.

 

Agora se a sua autorização de estudos ou trabalho já tiver vencido há menos de 90 dias, você pode solicitar a renovação do seu status, usando a lista de documentos fornecida pelo site do governo.

 

As orientações são as seguintes:

 

  • Selecione a opção Restore my status no topo do formulário;
  • Inclua uma nota explicando as suas razões para precisar estender a sua estadia;
  • Incluir o pagamento da taxa de renovação.

 

Se a solicitação for atendida, você receberá um registro de visitante ou uma autorização adequada contendo as condições da estadia no Canadá.

 

Carta de suporte para futuras inscrições acadêmicas

 

Se, no futuro, um oficial ou recrutador pedir mais informações sobre o seu período de estudos no Canadá em uma futura inscrição, a sua instituição de ensino designada (designated learning institution) deverá fornecer uma carta de suporte explicando como os seus estudos foram afetados pela pandemia do coronavírus para justificar a sua situação.

 

Leia também:

Irlanda e Covid-19: 10 respostas sobre imigração, vistos e trabalhos

Reino Unido e Covid-19: Orientações sobre renovação e solicitação de vistos

35 fatos e curiosidades sobre o Canadá

Pesquise por cursos

Canadá
Graduação