Essenciais
Canadá: informações de assunto

Entrevista: Carreira global na Royal Roads University

Marcelo, 48, mudou-se para o Canadá com a sua família para construir uma carreira global com um mestrado de Gestão da renomada Royal Roads.

Entrevista: Carreira global na Royal Roads University

O administrador Marcelo Barros Torres Alves, 48 anos, decidiu por uma carreira mais global e para isso, optou por fazer um Master in Global Management no Canadá. A universidade escolhida foi a renomada Royal Roads University (RRU), recomendada a ele por mais de uma pessoa. Ele se mudou de São Paulo com sua família para Victoria, onde hoje permanece trabalhando na própria universidade mesmo já formado.

 

Leia a entrevista com Marcelo na Íntegra!

 

Entrevista: Carreira global na Royal Roads University, no Canadá

 

O que te fez decidir estudar no exterior? E mais especificamente, por que escolheu o Canadá como destino de estudo?

 

Decidi investir em uma carreira mais global e para isso ter uma certificação e experiência morando fora do Brasil era necessário. O Canadá tem uma forte economia e bastante globalizada, tem reconhecida qualidade no ensino e, ao mesmo tempo, é favorável para cidadãos globais, em termos de abertura, qualidade de vida.

 

Qual foi o seu curso na Royal Roads? Como você encontrou a universidade e o curso?

 

Master in Global Management, um curso com forte ênfase em questões geo-políticas mundiais e perspectiva de gestão de empresas globais.

 

Conheci a Universidade por indicação de 2 canadenses que, sem saber um do outro, me indicaram a mesma universidade para perseguir meu objetivo.

 

Entrevista: Carreira global na Royal Roads University

 

Como foi o seu processo de inscrição e seleção na Royal Roads?

 

Não foi muito difícil, mas trabalhoso. Primeiro eu procurei o contato direto com a universidade por meio de outros brasileiros para entender mais sobre os programas e as etapas do processo.

 

Depois me dediquei a obter a nota necessária no IELTS Acadêmico e preparar a tradução dos documentos. Optei por enviar tudo de uma vez e depois de algumas semanas recebi a aprovação.

 

O passo seguinte foi a obtenção do visto que é outro processo também trabalhoso, mas não impossível – só seguir passo-a-passo.

 

Como foi a sua adaptação ao Canadá e ao sistema de ensino da Royal Roads?

 

Foi mais fácil do que eu esperava em termos de dia-a-dia. As coisas que a gente achava que seriam difíceis foram mais fáceis como adaptar ao clima, comida e rotina em uma nova cidade. O que exigiu mais foi a adaptação ao sistema de ensino. Aqui é muito exigido que você pense criticamente e produza trabalhos e textos com consistência, isso exige um jeito diferente de pensar e de escrever, e não se trata só de ser em inglês.

 

No Brasil por exemplo, é comum falarmos todo o contexto de depois chegarmos a uma conclusão, enquanto a forma de escrita aqui é fazer suas afirmações primeiro e sustentá-las depois. Além disso, o volume de conteúdo é bem grande, muitas referências de livros, artigos, abordagens e casos.

 

Uma vantagem da RRU é o formato de estudo em grupos, tem muitas atividades para serem construídas em conjunto e estudar com pessoas de vários lugares do mundo exige bastante flexibilidade. Depois que pega o jeito é muito gratificante.

 

Entrevista: Carreira global na Royal Roads University

 

Você teve experiências profissionais no país? Como foram e o que você achou da dinâmica do ambiente de trabalho no Canadá?

 

Existem muitas oportunidades de trabalho tempo parcial que dá para conciliar com os estudos, mas eu preferi seguir trabalhando remotamente com projetos no Brasil. No segundo ano do curso eu consegui um trabalho na própria universidade.

 

O ambiente de trabalho é extremamente aberto e a colaboração de cada membro do time é muito valorizada. No início as vagas que um estrangeiro consegue são inferiores as que conseguiria no Brasil, mas faz parte de ir para um novo país, precisa dar um passo para trás para dar dois para frente.

 

Uma outra coisa que é diferente aqui é a valorização de quem investe em um mestrado ou doutorado, não algo só para acadêmicos, mas o mercado de trabalho reconhece quem busca.

 

Você retornou ao Brasil após a conclusão dos estudos ou permaneceu com um PGWP? Como tem sido esse período pós estudos no Canadá?

 

Não era nosso plano original, mas eu e minha família optamos por aplicar para o PGWP que nos permite ficar mais três anos morando e trabalhando no país, faz parte do nosso projeto de carreira global. Quando você termina [os estudos] é um alívio e satisfação muito grandes e começa uma nova etapa mais próxima à realidade de um local.

 

Entrevista: Carreira global na Royal Roads University

 

A pandemia da Covid-19 afetou os seus planos de estudos e/ou carreira no Canadá de alguma forma? Como?

 

Como eu já estava no final do curso, a mudança nos estudos foi pequena com a migração dos últimos créditos para aulas online.

 

Do lado profissional e social que houve um impacto maior: procurar trabalho, participar de entrevistas e começar a trabalhar sem ir a um local ou interagir face-a-face com uma pessoa é bastante estranho para um brasileiro, mas algo que o mundo todo teve que enfrentar.

 

Você recomendaria a Royal Roads para outros brasileiros interessados em estudar no Canadá? Por quê?

 

Eu recomendo bastante porque é uma universidade pequena onde o aluno tem maior chance de boas interações com professores e colegas e muito qualificada nas áreas de conhecimento que acredito estão na pauta das empresas no mundo: liderança, sustentabilidade, gestão global, justiça social e outras. O ambiente da universidade é extremamente positivo e os alunos têm suporte para tudo, de orientações para conseguir trabalho até como aperfeiçoar a escrita acadêmica.

 

Conheça a Royal Roads University!

 

 

A Royal Roads University (RRU) é uma instituição de ensino superior pioneira que reconhece o enorme potencial de unir excelência acadêmica e aprendizado profissional prático na indústria.

 

A universidade dedica-se a proporcionar aos seus estudantes a capacidade e confiança para terem sucesso em uma economia globalizada e em rápida mudança. Ao mesmo tempo, contribui aos locais de trabalho em que eles entrarão após formados.

 

A Royal Roads University oferece uma variedade de bolsas de estudo de C$ 500 a C$ 10.000 para seus alunos ao longo de cada ano acadêmico.

 

Baixe o catálogo da Royal Roads University de graça agora mesmo e saiba tudo o que você precisa para se tornar um aluno como o Marcelo!

 

Leia outras entrevistas com brasileiros no Canadá:

CURSO PERFEITO
Quer saber qual curso é melhor para você?
Descubra com a nossa nova ferramenta "Selecionador de curso"!
COMEÇAR SUA BUSCA