Essenciais
Canadá: Visto

Canadá: 3 dicas essenciais para tirar visto de estudante

3 coisas que você precisa saber antes de solicitar o seu visto de estudante (ou permissão de estudos) para o Canadá, independente do curso

Canadá: 3 dicas essenciais para tirar visto de estudante
105

Um dos requisitos mais importantes para conseguir o seu visto de estudante para o Canadá – ou, como eles chamam, a sua study permit (permissão de estudos) – é ter sido previamente admitido em uma escola ou universidade do país, como já explicamos aqui. No entanto, atualmente, o Canadá tem tido regras mais rígidas para a concessão do visto. Por isso, há três novas dicas fundamentais que te ajudarão a conseguir a sua entrada legal no país.

 

Canadá intercâmbio

 

Segundo dados atuais do Departamento Federal de Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá (IRCC), o número de vistos rejeitados para estudantes internacionais cresceu no último ano, mesmo entre os que já conseguiram admissão em um curso no país, inclusive bacharelados e mestrados. Isto significa que os requisitos estão ficando um pouco mais rígidos e as oficiais do consulado responsáveis pela concessão têm mais autonomia para decidir se as suas razões são legítimas.

 

A seguir, explicamos as principais razões para a rejeição de acordo com o IRCC e como se preparar para conseguir a sua permissão de estudos no Canadá.

 

1. Comprovar meios financeiros

 

O Canadá quer ter certeza de que você conseguirá se manter financeiramente no país durante toda a sua experiência de estudo. Isto inclui a quantia que cubra:

 

  • As suas taxas de ensino (o preço do seu curso inteiro);
  • O custo de vida no país (acomodação, alimentação, transporte, lazer, materiais de estudo, etc.);
  • As passagens para o seu retorno ao Brasil.

 

Se a duração do seu curso no Canadá for de até um ano, você precisará de provas de suporte financeiro para toda a duração dos seus estudos. Se ela for mais longa do que 12 meses, você deverá comprovar a quantia suficiente para o primeiro ano de estudos.

 

No formulário de solicitação do visto, você escreverá a quantia de fundos disponíveis para a sua estadia no Canadá e incluirá documentos que a comprovem. Além disso, você deve selecionar quem será responsável pelos seus gastos no país: vocês mesmo, sua família ou outros (um parente, uma bolsa de estudo, sua empresa, etc.).

 

O governo do Canadá aceita os seguintes documentos como comprovação de fundos financeiros:

 

  • Prova de uma conta em um banco canadense em seu nome, ser você já tiver transferido o dinheiro para o Canadá;
  • Um certificado chamado Guaranteed Investiment Certificate (GIC) de uma instituição financeira canadense participante;
  • Prova de um empréstimo educacional ou estudantil de um banco;
  • Extratos bancários dos últimos quatro meses da sua conta;
  • Um saque bancário que pode ser convertido em dólares canadenses;
  • Prova de pagamento das suas taxas de ensino e de acomodação no Canadá;
  • Uma carta do indivíduo ou da escola que está lhe fornecendo o dinheiro;
  • Prova de financiamento dentro do Canadá, por exemplo, se você receber uma bolsa de estudo ou tiver sido admitido em um programa educacional financiado pelo governo canadense.

 

O ideal é enviar mais de destes documentos, se necessário.

 

A quantia mínima exigida pelo governo do Canadá é a seguinte, de acordo com a localização da sua instituição no país:

 

 

Quantia de fundos necessários por ano além das taxas de ensino

Quantia de fundos necessários por mês além das taxas de ensino

Estudante admitido em um curso fora de Quebec

C$ 10.000

CS 833

Estudante admitido em um curso em Quebec

C$ 11.000

C$ 917

 

 

Lembrando que a study permit tem uma taxa própria de C$ 150 (aproximadamente R$ 435) e a biometria também, de C$ 85 ( aproximadamente R$ 245).

 

2. Passar no exame médico

 

O Brasil consta na lista de cidadãos de países e territórios que precisam de exame médico para permanecer mais de seis meses no Canadá.

 

Mas não serve qualquer médico, não: você precisa passar por uma consulta com os profissionais aprovados pelo governo canadense.  No Brasil, são 18 profissionais autorizados por todo o país, de Fortaleza a Porto Alegre.

 

Encontre o médico mais próximo de você.

 

O governo do Canadá receberá o seu exame diretamente do médico e decidirá se a sua saúde se enquadra nos requisitos de imigração. Se houver qualquer problema no exame, entrarão em contato por escrito com você.

 

Para agendar a sua consulta, entre em contato direto com um médico autorizado da lista no link acima, tanto antes quanto depois de solicitar o seu visto. O exame com antecedência se chama upfront medical exam e está disponível para quem tirará a permissão de estudos. Se você preferir ir após a solicitação, o governo envia todas as informações necessárias e, a partir do recebimento das instruções, você tem 30 dias para fazer o exame médico.

 

No dia da consulta, leve consigo:

 

  • Um documento de identificação;
  • Óculos ou lentes de contato, se você usar um deles;
  • Quaisquer relatórios médicos ou resultados de exames que comprovem condições médicas prévias ou existentes;
  • Uma lista atual de medicações que você toma, se aplicável;
  • Um formulário de Medical Report (IMM 1017E), se você estiver passando pela consulta depois da solicitação do visto (este formulário será enviado para você pelo governo do Canadá).

 

Se você passar pelo exame antes da solicitação do visto, deve incluir no pedido o formulário IMM 1017B que o médico lhe entregará após a consulta.

 

Você será responsável por pagar a consulta e também qualquer teste ou tratamento adicional que o médico possa solicitar após o exame.

 

É recomendável também manter a sua carteira de vacinação em dia, caso seja necessário qualquer tipo de comprovação.

 

3. Saber as suas razões para estudar no Canadá e voltar para o Brasil depois dos estudos

 

Visto para Canadá

 

A principal mudança na concessão de vistos talvez seja esta: os oficiais canadenses responsáveis pela decisão de permissão de estudos agora trabalham quase como “conselheiros educacionais e profissionais”. Eles têm autorização para avaliar as razões de cada candidato para estudar no Canadá e decidir se são legítimas ou não.

 

O oficial pode concluir que o seu plano de estudos no Canadá não é legítimo se acreditar que você esteja aproveitando desta oportunidade apenas para entrar de maneira legal no país, mesmo tendo sido admitido em uma escola ou universidade.

 

A sua prioridade deve ser os estudos!

 

Por isso, antes de solicitar o seu visto, entenda claramente quais são os seus motivos para querer estudar na Canadá e também para a sua escolha de instituição e de curso:

 

  • Por que você escolheu o Canadá como destino de estudo?
  • Por que você escolheu esta instituição especificamente?
  • Quais são os seus objetivos profissionais após o retorno ao Brasil e como este curso no Canadá lhe ajudará a alcançá-los?
  • Quando você retornará ao Brasil e por quê?

 

Seja específico – respostas abrangentes e genéricas não serão suficientes. É aí que entra outro documento necessário para tirar a sua permissão de estudos: a declaração de motivação. No Canadá, ela é chamada pelo governo de Letter of Explanation e serve para ajudar o oficial de visto a conhecer o candidato e compreender os seus objetivos.

 

Entenda a importância da sua declaração pessoal.

 

Certifique-se de deixar bem claro nesta carta que você pretende voltar para o Brasil quando concluir os estudos. Se o oficial achar que você pretende permanecer no Canadá, pode recursar a sua permissão.

 

Outras condições

 

Providencie todos os documentos que comprovem as seguintes informações sobre os seus estudos no Canadá:

 

  • O tipo do seu curso (de inglês, acadêmico, educação continuada, etc.);
  • A instituição de ensino que você frequentará no Canadá;
  • A localização da instituição;
  • A duração dos seus estudos e também o período das aulas (por exemplo, integrais, diurnas ou noturnas);
  • O horário e local onde você declarará a sua avaliação médica no Canadá;
  • As condições de trabalho incluídas na sua permissão de estudos ou então a proibição de trabalhar no país, dependendo do seu caso;
  • A duração total da sua estadia no Canadá.

 

Leia também:

2 bolsas de estudo para pós-graduações no Canadá

A cidade subterrânea de Montreal

Dê uma olhada...

Pesquise por cursos

Canadá
Graduação
SOBRE O AUTOR

Canadá: 3 dicas essenciais para tirar visto de estudante

Brenda Bellani é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. É formada em Jornalismo e especializada em Língua Inglesa e Tradução pela UNIMEP. Já morou 18 meses nos Estados Unidos como au pair e é apaixonada por viagens. Como hobby, ela mantém um blog sobre livros e tradução e é dona de uma lista infinita de livros-que-quer-ler.